All for Joomla All for Webmasters

Polícia

Policiais receberam denúncia a respeito de veículo que estaria sendo utilizado em crimes praticados em Curvelo, na região Central de Minas

Um homem foi preso nesta terça-feira (9) durante abordagem a um caminhão na MG-432, em Ribeirão das Neves, Região Metropolitana de Belo Horizonte. O veículo que ele conduzia levava uma carga de pneus avaliada em R$ 477 mil furtados de uma carreta.

De acordo com informações da 8ª Companhia Tático Rodoviária, durante patrulhamento tático, a guarnição recebeu informações do serviço de inteligência a respeito de um caminhão de cor branca que estaria cometendo furtos na região de Curvelo - e que provavelmente retornaria para Neves.

0
0
0
s2smodern

Polícia

Três pessoas foram mortas, entre elas duas crianças; dois suspeitos estão presos

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) indiciou oito pessoas por envolvimento na chacina com três mortes, incluindo duas crianças de 9 e 11 anos, em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte. Desses, três estão presos. O resultado da investigação foi divulgado em entrevista coletiva nesta terça-feira (9 de julho). A Justiça já havia tornado os suspeitos rés pelo crime, conforme adiantado pelo O TEMPO na última sexta-feira (5 de julho).
"É um caso bárbaro que vitimou nove pessoas, dentre elas duas crianças inocentes, e que resultou no indiciamento dessas oito pessoas", disse a delegada Alessandra Escobar Vieira Wilke. Três pessoas da mesma família morreram. Eles estavam comemorando o aniversário de Heitor Felipe, de 9 anos, em um espaço no bairro Areias. Heitor, o pai dele, Felipe Júnior Moreira Lima, de 26 anos, e uma prima, Layza Manuelly de Oliveira, de 11, são as vítimas.

Dos oito indiciados, três estão presos. Yago Pereira de Souza Reis, de 23 anos, suspeito de ser um dos executores, foi detido ainda no dia do crime, após dar entrada em uma unidade hospitalar com um ferimento causado por arma de fogo. Ele foi atingido, por engano, pelo próprio comparsa.

Nesta sexta-feira (5 de julho) foi presa Ivone Silva de Almeida, de 42 anos, em Vespasiano. Conforme a acusação, ela facilitou a ação dos assassinos ao informar a localização das vítimas, que celebravam uma festa infantil em 23 de maio. O advogado de defesa da mulher, Joel Francisco Costa Junior, no entanto, garante a inocência da mulher.
O terceiro detento, conforme a Polícia Civil, foi apontado durante a investigação do crime. Ele já estava cumprindo pena em presídio quando foi identificado pelo envolvimento na chacina. A identidade do homem não foi revelada. Ele seguirá preso.

Motivação


O delegado Marcus Vinícius Silva Rios explicou que a disputa pelo comando do tráfico de drogas na região do Morro Alto, em Vespasiano, foi o fator preponderante para que a chacina ocorresse.

"A investigação apontou que havia uma vítima principal [Felipe] nesse crime, mas que as demais foram atingidas de forma proposital pelos executores. Eles queriam realizar uma mudança na configuração da criminalidade do Morro Alto. Para impedir que houvesse resistência dos demais criminosos, uma liderança do Morro Alto, aliada a uma liderança da região do Joana D'Arc, no Barreiro, resolveu praticar o crime bárbaro, atingindo o máximo de pessoas. O objetivo era conseguir trazer de volta ao Morro Alto uma pessoa que havia sido expulsa há alguns anos e que agora, com a morte da vítima principal, poderia assumir a liderança do ponto de tráfico", afirmou.

Foragidos
Cinco homens investigados por envolvimento no crime estão foragidos. Dois deles, os irmãos Flávio Celso da Silva, de 45 anos, o “Alemão”, e Leandro Roberto da Silva, de 43, o “Beirola”, são apontados pelas investigações como mandantes do crime. Eles seriam líderes do tráfico de drogas no bairro Morro Alto, em Vespasiano.

Também são procurados Marcelo Alves Rodrigues, de 35 anos, conhecido pelos apelidos de "Tio Gordo" e "Bola 7"; Agnes Danrlei Santos Nascimento, de 26 anos, o "Biscoito"; e Fabiano Alves Campos, de 39 anos. Segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), os cinco possuem mandados de prisão em aberto.

Chacina


Familiares e amigos comemoravam o aniversário de Heitor Felipe, de 9 anos, em um espaço no bairro Areias, em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte. As comemorações tiveram início cedo, às 9h de quinta-feira, 23 de maio, e se estenderam durante o dia.
Por volta das 19h, no entanto, quando os convidados já estavam indo embora, dois homens armados invadiram o espaço e começaram a atirar. Três pessoas morreram e outras três ficaram feridas. As vítimas foram socorridas para a UPA Justinópolis e, depois, encaminhadas para o Hospital Risoleta Neves, em BH.

Quem são as vítimas?


Morreram Heitor Felipe, de 9 anos, o pai dele, Felipe Júnior Moreira Lima, de 26 anos, e uma prima, Layza Manuelly de Oliveira, de 11.

Os disparos atingiram ainda outras três convidadas: uma adolescente de 13 anos, a mãe dela, de 41, e uma jovem de 19. Elas foram socorridas para a UPA Justinópolis e, depois, encaminhadas para o Hospital Risoleta Neves, em BH.

A adolescente e a jovem se recuperaram bem. A mulher de 41 anos, no entanto, ainda é monitorada de perto pelas equipes médicas. Familiares tratam a sobrevivência dela como um milagre.

O que motivou o crime?


Segundo o capitão Arley Santos, da Polícia Militar, o crime foi motivado pela guerra do tráfico na região do Morro Alto, em Vespasiano. O alvo dos disparos seria a vítima de 26 anos, pai do aniversariante, e que estaria envolvido com essa disputa. "[O crime] tem a ver com uma guerra [do tráfico] de Vespasiano que já estaria acontecendo há algum tempo", afirmou.

0
0
0
s2smodern

Polícia

Homem disparou contra uma viatura da PM que passava pela rua Violetas

Um homem foi detido pela Polícia Militar (PM) depois de trocar tiros com a policiais e cair de um muro ao tentar fugir.
A ocorrência, foi iniciada por volta das 6h deste domingo (7), no bairro Santana, em Ribeirão das Neves.
De acordo com informações iniciais da PM, o homem, que não teve a idade informada, disparou contra uma viatura da PM que estava pela rua Violetas.
Após o atentado, houve uma troca de tiros entre o suspeito e os policiais. Na tentativa da fuga, o criminoso tentou pular um muro de uma casa e acabou caindo.

O homem foi socorrido para a UPA de Ribeirão das Neves pelos próprios, mas precisou ser transferido para o Hospital Risoleta Neves, região Norte de BH, onde segue preso sob escolta.

0
0
0
s2smodern

Polícia

Uma adolescente, de 15 anos, foi flagrada pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) conduzindo um veículo furtado na rodovia BR-267, no final da tarde desse sábado (6), na região de Nova Casa Verde, distrito de Nova Andradina. A jovem estava na companhia de um homem, de 40 anos, ambos são do Estado de Minas Gerais.

Conforme apurado pelo Jornal da Nova, o veículo Fiat/Uno trafegava pela rodovia sentido a Nova Alvorada do Sul, quando foi abordado pelos policiais em frente a UOP (Unidade Operacional).

Após extremo nervosismo de ambos e respostas desconexas sobre perguntas simples, foi realizada a identificação veicular e constatado que os agregados estavam com sinais de adulteração.
Posteriormente foi identificado que na verdade o veículo estava com queixa de furto com boletim de ocorrência registrado no dia 20 maio deste ano na cidade de Ribeirão das Neves (MG).

Aos policiais a condutora e o passageiro não souberam informar quem repassou o veículo a eles e que estariam indo a Ponta Porã comprar mercadorias. Ambos foram detidos e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil em Nova Andradina, onde o caso foi registrado.

O Conselho Tutelar foi acionado para acompanhar a ocorrência de adulteração de sinal identificador de veículo automotor e receptação de veículo.

0
0
0
s2smodern

Polícia

O objetivo é facilitar a comunicação das vítimas com a polícia, tornando mais fácil a denúncia

A Polícia Civil de Minas Gerais anunciou o lançamento de uma assistente virtual para auxiliar nas denúncias de casos de violência doméstica e familiar. Chamada Frida, ela pode ser acionada em Ribeirão das Neves pelo número (31) 97595-2333. O serviço é gratuito e disponível 24 horas por dia. 50 cidades já operam o sistema.
O objetivo da assistente virtual é facilitar a comunicação das vítimas com a polícia, tornando mais fácil a denúncia. A conversa é feita de forma automática com o robô, com mensagens pré-programadas de acolhimento, esclarecimento de dúvidas (inclusive sobre a Lei Maria da Penha), direcionamento e avaliação de risco. Nele também é possível agendar comparecimento na delegacia, exame de corpo de delito e agendamento de requerimento de medidas protetivas.

Fonte: Mídia ninja

0
0
0
s2smodern

Polícia

De acordo com a Itatiaia, a perícia recolheu, ao todo, mais de 30 cápsulas deflagradas de armas calibre ponto 45 e 9 milímetros
A Polícia Civil busca identificar um homem, aparentando ter aproximadamente 30 anos, que foi assassinado a tiros no final da tarde desta quarta-feira (03) no bairro Maria Helena, em Ribeirão das Neves.
O corpo foi encontrado por moradores da Rua São Caetano, que ouviram diversos disparos de arma de fogo, além do som de um veículo em alta velocidade.
O SAMU foi acionado e constatou a morte. O homem sofreu várias perfurações, principalmente na região da cabeça. A perícia recolheu, ao todo, mais de 30 cápsulas deflagradas de armas calibre ponto 45 e 9 milímetros.
No bolso da vítima estavam R$ 11 em dinheiro vivo, além de um pino de cocaína, uma corrente e uma serra. Imagens de câmeras de segurança da região estão sendo analisadas.
Ninguém foi preso até agora.

0
0
0
s2smodern

Polícia

Cinco vítimas foram identificadas em Belo Horizonte e em Ribeirão das Neves, mas polícia acredita que podem existir outras

Um homem de 43 anos foi preso na manhã desta segunda-feira (24/6) suspeito de estuprar cinco mulheres em Belo Horizonte e Ribeirão das Neves.
Uma delas já constava na folha de antecedentes criminais do suspeito desde 2013 e as outras quatro foram identificadas pela perícia através da análise de DNA. Todas têm entre 18 e 27 anos.
O banco de perfis genéticos da perícia, com amostras de DNA, apontou a ligação de uma vítima com o autor do crime. “Após algumas triagens, chegamos a mais três vítimas”, confirmou o perito Giovanni Vitral.
A delegada Danúbia Quadros ressaltou que o autor do crime já tinha passagem por violência e roubo. A captura foi realizada no Bairro Diamante, na Região do Barreiro, e o homem estava em casa. Larissa Mascottte, da delegacia especializada de combate à violência sexual de Belo Horizonte, afirmou que ele estava em livramento condicional desde fevereiro de 2023, segundo a delegada, um beneficio que a pessoa responde em liberdade.
Ainda conforme Mascotte, uma das vítimas estava no ponto de ônibus quando foi abordada. “Ele anunciava o assalto, com o porte de alguma arma ou faca, roubava os pertences e em seguida obrigava as vítimas a acompanhá-lo até um terreno baldio ou matagal próximo”, explicou. “Preso desde 2015, ele teve 11 saídas temporárias, em pelo menos quatro delas roubou e estuprou mulheres”, completa a delegada, que destaca, ainda, que provavelmente existem outras vítimas.

0
0
0
s2smodern

Polícia

Vítima foi alvejada durante evento popular e envolvimento com tráfico de drogas é apontado como possível motivação

Um jovem de 19 anos foi assassinado, neste domingo (23), durante uma festa junina no bairro Jardim São Judas Tadeu, em Ribeirão das Neves.

A vítima, identificada pela Polícia Militar como morador local, foi encontrada na rua Nove, já sem vida, com múltiplas perfurações por arma de fogo.
Segundo informações do boletim de ocorrência, o jovem apresentava diversas perfurações de bala, constatadas pela equipe médica do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). No local, a mãe do rapaz revelou que ele já havia tido envolvimento com o tráfico de drogas, o que pode ter sido a motivação para o crime.
De acordo com o depoimento da mãe à polícia, o jovem havia recebido duas ligações ameaçadoras no sábado (22), um dia antes do crime. A motivação das ameaças seria uma dívida de R$ 205 que ele tinha com traficantes. Essas informações são cruciais para a linha de investigação das autoridades.

Mesmo com a presença de centenas de pessoas na festa junina, nenhuma testemunha conseguiu fornecer detalhes sobre os suspeitos à Polícia Militar. A perícia esteve no local e constatou que a vítima foi atingida por dois tiros nas costas e três no peito. Projéteis de calibre .38 foram recolhidos na cena do crime, e o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para autópsia.

0
0
0
s2smodern

Uma confusão no recreio da escola municipal Maria Vieira Barbosa, em Ribeirão das Neves, virou caso de polícia. Dois adolescentes, uma menina de 13 e um menino de 14 anos, trocaram tapas e socos após se desentenderem. A briga só terminou quando o garoto caiu no chão com o impacto da surra. A motivação seria uma ofensa direcionada à adolescente: “feia”.
De acordo com a Polícia Militar, a mãe da menina foi quem acionou os militares. A confusão começou após a garota passar por um grupo de meninos. Os alunos gritaram para um deles, insinuando uma relação: “Olha, a sua namorada”, ao que ele respondeu: “Sai fora, ela é feia”.

A resposta do adolescente irritou a menina, que, segundo o seu relato aos policiais, foi “tirar satisfação”. A aluna passou a xingar o menino, revidando a ofensa: “Está achando que é quem? Você parece o Shrek”. Ela deu tapas e socos no colega, que foram se intensificando aos poucos.

Em dado momento, os dois estavam se enfrentando. A briga ficou mais agressiva, ao que, segundo relato dos estudantes, o adolescente passou a pedir para a menina parar de bater. Ela, por sua vez, contou aos policiais que ficou muito nervosa e se irritou quando levou um soco no rosto. A menina disse, ainda, que foi chamada de “fedorenta”.
A agressão terminou quando o menino caiu no chão, e a adolescente saiu correndo. Os familiares dos dois foram chamados na escola, e os militares colheram depoimentos dos envolvidos. A escola tem câmeras de segurança que podem ter registrado a briga. Um boletim de ocorrência foi feito.

0
0
0
s2smodern

Caso ocorreu em janeiro deste ano e o criminoso estava desaparecido desde então

Um homem de 25 anos foi preso na sexta-feira (21), em Ribeirão das Neves, um suspeito de tentar assaltar e matar um motociclista de aplicativo, de 45 anos. Caso ocorreu em janeiro deste ano e o criminoso estava desaparecido desde então.

De acordo com a instituição, durante a operação a polícia apreendeu uma porção de maconha, dinheiro trocado, celular com diversas conversas relacionadas ao comércio de drogas, anotações referentes ao tráfico, cartões bancários e uma espada. O investigado, que tem diversas passagens policiais por estupro, ameaça e tráfico de drogas, foi encaminhado ao sistema prisional.

O caso
No dia 26 de janeiro deste ano, o suspeito pagou uma corrida com a vítima para levá-lo até o Aglomerado da Serra, em Belo Horizonte. Em determinado ponto da viagem, a vítima, ao perceber que o investigado estava com uma arma de fogo, negou-se a continuar a corrida por temer que poderiam ser abordados em uma blitz da polícia.

O investigado, insatisfeito com a negativa, anunciou que roubaria a moto da vítima e ordenou que ela parasse o veículo. Após o motociclista estacionar, o suspeito atirou aproximadamente quatro vezes contra a vítima por temer que houvesse rastreador no veículo.

0
0
0
s2smodern

Ainda não se sabe se existe relação entre as mortes; os casos ainda serão investigados

Dois homens foram assassinados, na madrugada deste domingo (23), em Ribeirão das Neves.
Os crimes ocorreram em bairros diferentes da cidade. Porém, os assassinatos foram praticados de modo semelhante.
As duas vítimas, que não foram identificadas, por não portarem documentos, foram mortas com disparos, na cabeça, de arma de fogo, calibre 9 milímetros. Os crimes também teriam ocorrido em horários próximos. Ainda não se sabe se existe alguma relação entre as mortes. Os casos ainda serão investigados.

De acordo com o boletim de ocorrência, nesta madrugada, no bairro Elizabeth, um homem, com idade e identidade não reveladas, por não portar documentos, foi morto com dois tiros na nuca e um no rosto. No local, a polícia encontrou munições deflagradas da arma calibre 9 milímetros.

Pouco tempo depois, não muito distante da primeira execução, no bairro Jardim de Alá, outro homem, também com idade e identidade não reveladas, por não portar documentos, foi assassinado, ao lado de um veículo, com tiros na cabeça e no braço.
Na cena do crime, a polícia também encontrou munições deflagradas da arma calibre 9 milímetros. Ainda não se sabe se existe alguma relação entre as mortes.

Fonte: Jornal O Tempo

0
0
0
s2smodern

bg contorno