All for Joomla All for Webmasters

Coronavírus

  • 'A partir de quarta-feira, o comércio vai voltar a funcionar', diz prefeito Junynho Martins


    O prefeito Junynho Martins (DEM) anunciou, nesta segunda-feira (20), durante transmissão ao vivo nas redes sociais, a assinatura de novo decreto autorizando a volta do funcionamento dos estabelecimentos comerciais e dos templos religiosos em Ribeirão das Neves a partir da próxima quarta-feira, dia 22 de abril.

    "De forma ordeira e pensada, a partir de quarta-feira, o comércio vai voltar a funcionar", disse o chefe do Poder Executivo nevense. "(Quero) pedir muita atenção e cautela (aos comerciantes), teremos 100 pessoas do governo fiscalizando", ressaltou Junynho.

    Segundo o prefeito, o decreto, que ainda será publicado, vai exigir o uso de máscaras e álcool em gel dos colaboradores do comércio e que se evite aglomerações. Os clientes também só poderão adentrar nos estabelecimentos com o uso da máscara.

    Ainda de acordo com Junynho, uma reunião nesta segunda-feira com lideranças religiosas também selou acordo para que as mesmas regras fossem aplicadas aos templos. "Igrejas vão voltar de forma gradativa, com uso obrigatório de máscara", revelou.

    Decretos

    O novo decreto substitui os últimos atos do prefeito Junynho Martins que suspendiam o funcionamento de estabelecimentos comerciais não essenciais no combate ao Coronavírus. O uso massivo de máscaras para o enfrentamento ao COVID-19 continua em vigor.

    Readmore
  • 'Se os comércios continuarem com aglomeração de pessoas, vamos ter que voltar atrás', diz prefeito


    Duas semanas após publicação do decreto permitindo a volta da abertura do comércio durante a pandemia do Coronavírus, o prefeito Junynho Martins (DEM) afirmou, durante transmissão ao vivo pela internet nessa segunda-feira (4), que poderá voltar atrás caso os estabelecimentos continuem a infrigir a regulamentação de funcionamento.

    "Não é minha vontade ter que revogar o decreto, mas se algumas pessoas insistirem em não usar a máscara, se alguns comércios como bar, agências bancárias continuarem com aglomeração de pessoas, infelizmente nós vamos ter que voltar atrás", disse o prefeito. " O decreto continua valendo, mas (se não mudar) nós vamos ter que cassar o alvará e revogar o decreto", explicou.

    Nos últimos dias, foram vários os flagrantes de bares com grande acumulo de pessoas sem o distanciamento mínimo e enormes filas em agências bancárias e lotéricas sem a devida organização para evitar a proliferação do vírus.

    Junynho também afirmou, na ocasião, que está providenciado a compra de 15 respiradores artificiais para equipar as unidades de saúde do município no enfrentamento ao Coronavírus.

    Readmore
  • Belo Horizonte vai instalar barreiras sanitárias a partir da próxima semana, diz Kalil


    O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), anunciou, nesta segunda-feira (11), a criação de 13 barreiras sanitárias para quem quiser entrar na capital mineira. Segundo o mandatário, ônibus e carros serão parados nos acessos de BH para verificação sanitária a partir da próxima semana.

    O chefe do Executivo belorizontino disse que espera contar com a colaboração da população para que sejam evitadas medidas mais drásticas nos próximos dias. "O povo vai determinar a abertura ou determinar o lockdown (confimamento, em tradução livre) de Belo Horizonte", disse Kalil.

    A medida acontece após uma série de denúncias de exageros em cidades limítrofes à capital, como Ribeirão das Neves e Nova Lima, que tiveram episódios recentes de aglomeração em centros comerciais e em bares e restaurantes, respectivamente.

    Readmore
  • Câmara aprova empréstimo de R$ 28 milhões à Prefeitura e reajuste de servidores municipais


    A Câmara Municipal aprovou, nesta terça-feira (24), em 2º turno, a autorização à Prefeitura para contratar novo empréstimo no valor de R$ 28 milhões a serem aplicados na infraestrutura e o reajuste de 6% aos servidores públicos do município.

    Na votação do empréstimo de R$ 28 milhões, apenas o vereador Vanderlei Delei votou contra - os demais parlamentares aprovaram o Projeto de Lei, com exceção de Carlinhos Figueiredo, preso desde o início do mês durante operação contra rede de jogos ilegais.

    Delei voltou a críticar o mau uso do dinheiro público pelo governo Junynho Martins (PSC). "É uma incoerência, uma contradição de um governo que não administra bem o recurso próprio, tá sendo investigado por desvio de milhões de reais e agora vem endividar a nossa cidade", disse.

    No início da reunião, foi lido um ofício do secretário municipal de Planejamento e Urbanismo, Leonardo Martins, informando que parte dos recursos seriam destinados à Saúde, incluindo parte ao combate do COVID-19. O valor propriamente dito a ser aplicado na pasta, no entanto, não foi informado.

    Já na votação do reajuste de 6% aos servidores, o Projeto de Lei acabou sendo aprovado por unanimidade entre os presentes.

    Agora, as duas matérias seguem para sanção do prefeito Junynho Martins (PSC).

    Máscaras

    A reunião desta terça-feira na Câmara foi marcada pelo uso coletivo de máscaras para tentar conter o Coronavírus. 

    Foto: Reprodução / Facebook

     

    Readmore
  • Câmara Municipal suspende participação do público nas reuniões plenárias até o fim de março


    A Câmara Municipal de Ribeirão das Neves editou portaria com medidas preventivas à contaminação e propagação do Coronavírus. A principal delas é a suspensão da participação do público nas reuniões plenárias a partir desta terça-feira (17) até 31 de março.

    Conforme o texto da portaria, a medida poderá ser prorrogada até diminuição do pico de contaminação do novo vírus. Como alternativa, as transmissões ao vivo das reuniões continuarão a ser feitas pelas redes sociais.

    De acordo com o vereador Weberson Diretor (PSC), 1º secretário da Câmara, ainda nesta terça-feira os parlamentares vão estudar novas medidas preventivas de enfrentamento ao Coronavírus.

    Na pauta da Câmara estão tramitando projetos importantes para município, como o reajuste de salário do funcionalismo municipal e a autorização à Prefeitura para contrair novo empréstimo no valor de R$ 28 milhões.

    Readmore
  • Casos suspeitos de Coronavírus chega próximo à marca de 1 mil em Ribeirão das Neves


    O número de casos suspeitos de Coronavírus em Ribeirão das Neves a 994 nesta sexta-feira (3), de acordo com informe epidemiológico da Prefeitura.

    Segundo a administração municipal, 45 casos já foram descartados e, até agora, apenas 1 confirmado na contabilidade feita pelo município.

    Informe epidemiológico desta sexta-feira
     

    Nesta sexta-feira, também foi registrada a primeira suspeita de óbito devido ao Coronavírus. Um idoso de 65 anos, morador do bairro São Geraldo, que estava internado no Hospital São Judas Tadeu com doenças de risco. A Secretaria Municipal de Saúde, no entando, afirmou que ainda não houve confirmação por exames neste caso.

    Readmore
  • Casos suspeitos de infecção pelo Coronavírus chegam a 147 em Ribeirão das Neves


    O número de casos suspeitos de Coronavírus em Ribeirão das Neves chegou a 147 nesta terça-feira (24), de acordo com informe epidemiológico da Prefeitura.

    Conforme a administração municipal, 140 casos estão em investigação e 7 já foram descartados. "Não possuímos casos confirmados de infectados pelo coronavírus em nossa cidade", diz o documento.

    Informe epidemiológico desta terça-feira

    Até agora, o Ministério da Saúde, em seu mais recente balanço, já identificou 46 mortes em decorrência do COVID-19 dentro de 2.201 casos confirmados. Em Minas Gerais são 11.832 casos suspeitos, sem nenhuma confirmação de mortes por causa da doença, segundo a Secretaria de Estado de Saúde.

    Readmore
  • Chega a 18 o número de casos confirmados de infecção pelo Coronavírus em Ribeirão das Neves


    O Boletim Epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) desta sexta-feira (8) informa que já são 18 casos confirmados de infecção pelo Coronavírus em Ribeirão das Neves. O número dobrou em relação ao último boletim da semana passada, quando foram registrados 9 casos que testagem positiva para o COVID-19.

    Ainda segundo a SMS, o número de casos notificados chegou a 2.215, enquanto o de descartados somam 321. Em relação aos óbitos, o município continua sem nenhum caso confirmado: são 3 mortes em investigação e 5 descartadas para o Coronavírus.

    Boletim epidemiológico desta sexta-feira

    A boa notícia é que, dos 18 casos confirmados, 11 pacientes já se encontram recuperados, segundo a Secretaria. No entanto, o número de pessoas circulando nas ruas tem chamado a atenção, e a Prefeitura promete reavalir, na próxima segunda-feira, o decreto que liberou a retomada do comércio.

    Readmore
  • Chega a 30 o número de casos confirmados de infecção pelo Coronavírus em Ribeirão das Neves


    O Boletim Epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) desta segunda-feira (8) informa que já são 30 casos confirmados de infecção pelo Coronavírus em Ribeirão das Neves. O número vem crescendo de forma mais rápida nas últimas semanas.

    Neste boletim, a SMS não trata mais de casos notificados, e sim em casos em acompanhamento, sendo ao todo 2.058, com  384 casos descartados. Além da primeira morte por Covid-19 notificada na última sexta-feira (15), neste boletim não houve menção a possíveis mortes em investigação pelo Coronavírus. 

    Boletim epidemiológico desta segunda-feira
     

    Nessa segunda-feira (18), durante transmissão ao vivo pela internet, o prefeito Junynho Martins (DEM) afirmou que ele e sua equipe estão revisando o último decreto que obrigou o uso de máscaras e restringiu o funcionamento do comércio, e que um novo decreto deve ser editado até quarta-feira (20) com novas orientações à população no enfrentamento ao Coronavírus. 

    Readmore
  • COVID-19: Novos desafios para a Ciência & Tecnologia


    "O número de infectados pelo COVID-19 (coronavírus) cresce exponencialmente e o sistema de saúde no Brasil entrará em colapso no final do mês de abril". Essa é a previsão feita pelos especialistas em relação ao avanço da contaminação. O panorama atual faz lembrar a previsão do economista Thomas Malthus, por volta dos anos 1800. De acordo com sua análise, a produção de alimentos seria insuficiente para atender a todos porque a população crescia em progressão geométrica, enquanto a produção de alimentos aumentava em progressão aritmética. Consequentemente, esse desequilíbrio levaria ao surgimento de epidemias, guerras e outras catástrofes. 

    Em seu ensaio sobre a população, escrito em 1798, Malthus ressaltou que a solução para evitar tal problema consistiria na restrição dos programas assistenciais públicos e no controle do crescimento populacional, especialmente nas camadas menos favorecida da população. Em decorrência disso, recebeu críticas e elogios.

    Mas a discussão aqui não é sobre Malthus, até mesmo porque este economista falhou em sua previsão por não levar em consideração o possível avanço científico que permitiu maior controle no planejamento familiar em todo mundo e a aplicação de novas tecnologias no setor agrícola. Além disso, a previsão de Malthus era de longo prazo, porque a dinâmica vivida naquela época era muito diferente dos tempos atuais. Na atual conjuntura estamos falando de uma pandemia, assim, as decisões políticas e tecnológicas devem ser imediatas, consequentemente, as previsões são de curtíssimo prazo, com maior probabilidade de acertos, por conseguinte, as demandas por soluções tecnológicas são também imediatas.

    Devido ao avanço do conhecimento científico, especialmente após a década de 1950, acreditou-se que a ciência seria a solução para a maioria dos males que afetam a sociedade, especialmente quando se trata de problemas relacionados à saúde pública. No entanto, o COVID-19 pegou a comunidade científica de surpresa e o conhecimento acumulado ao longo do tempo não está sendo suficiente para desvendar esse enigma e apresentar uma solução consistente em tempo hábil.

    Embora, a tecnologia esteja presente, não podemos ser céticos a ponto de pensar que a solução para o problema do coronavírus seja encontrada antes que alguém"próximo" seja atingido e que haja um sistema de saúde que possa atender todos os pacientes com dignidade. A realidade prevista é bem diferente. Primeiro porque mesmo se for desenvolvido um medicamento eficaz contra a doença, até que esse medicamento se torne disponível para atender às necessidades da população levará algum tempo. Segundo, porque de acordo com a previsão, nos hospitais não haverá leitos com os equipamentos necessários para todos os possíveis doentes.

    Além disso, é importante lembrar que mesmo com a crise do corona, as outras demandas pelos serviços de saúde, em maior ou menor grau, continuam. Isso mostra a pressão que será exercida sobre o sistema, a qual está em consonância com a definição que o Ministro da Saúde Mandetta atribuiu ao termo colapso, deixando claro que a situação poderá ser pior do que muitos pensam. De acordo com o Ministro "você pode ter dinheiro, pode ter plano de saúde pode ter ordem judicial, mas não há o sistema para te atender".

    Portanto, é necessária toda cautela no sentido de evitar a propagação da doença. Pois, de acordo com as pesquisas, em média, apenas um em cada dez infectados pelo vírus apresenta os sintomas. Além disso, na maioria das capitais brasileiras os testes são feitos apenas nas pessoas que estão apresentando os sintomas, ou seja, média de 10% dos infectados pelo vírus. Isso significa que muitas pessoas já infectadas estão freqüentando os mesmos lugares que aqueles que ainda não foram contagiadas.

    Neste sentido, enquanto o conhecimento científico e tecnológico disponível não apresenta uma solução para o colapso iminente, é necessário que cada cidadão faça sua parte no sentido conter o avanço do vírus. Como as previsões de Malthus fracassaram devido à contribuição da ciência e da tecnologia no controle do crescimento populacional e no aumento significativo na produção e distribuição de alimentos, devemos agir no sentido de fracassar as previsões dos especialistas, não ignorando-as, mas fazendo nossa parte com o isolamento social e seguindo as demais recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e das demais autoridades até que passe este momento de turbulência.

    Finalmente, com a crise podemos aprender muitas coisas. Dentre elas, que a ciência e a tecnologia ainda têm seu espaço no imaginário popular; que a nossa relação com os outros e com a natureza é sistêmica e que a atitude individual pode evitar ou amenizar o sofrimento de muitas pessoas.

     

    Readmore
  • Decreto do retorno das atividades é publicado no Diário Oficial; veja os detalhes


    A Prefeitura de Ribeirão das Neves publicou, nesta quarta-feira (22), conforme prometido pelo prefeito Junynho Martins (DEM), o Decreto nº 047/2020, que dispõe sobre o retorno gradual das atividades privadas e públicas, que haviam sido suspensas ou restritas pelo decreto anterior, de 23 de março de 2020.

    De acordo com o decreto, ficam permitidas, a partir desta quarta-feira, 22 de abril, "o retorno gradual das atividades dos estabelecimentos, desde que atendam as determinações previstas neste Decreto, para a prevenção ao contágio e contenção da propagação da infecção viral relativa ao Coronavíris - COVID-19". Os estabelecimentos não poderão autorizar que pessoas entrem em seu interior sem o uso de máscaras, conforme decreto do Governo de Minas Gerais.

    O decreto do exige dos estabelecimentos comerciais o cumprimento de requisitos, como a fixação de placa informando a capacidade máxima, a organização de filas com distanciamento mínimo de 1,5 metros entre as pessoas, disponibilizar dispensadores de álcool em gel, higienização de ambientes e equipamentos, manter distância de 2 metros entre as pessoas, dentre outros. A íntegra das obrigatoriedades está disponível aqui.

    Além disso, os estabelecimentos devem dispensar do comparecimento ao seu local de trabalho os funcionários que apresentarem sintomas do Coronavírus, como tosse seca, febre (acima de 37º), insuficiência renal, dificuldade respiratória aguda, dores no corpo, congestionamento nasal e/ou inflamação na garganta.

    O estabelecimento que deixar de cumprir o decreto terá seu alvará de funcionamento suspenso ou cassado, além de outras cominações legais, inclusive multa.

    Especifidades

    Os profissionais que atendem em salões de beleza, clínicas de estética e barbearias, além de usar máscara, devem usar avental ou jaleco e luvas descartáveis, trocadas a cada procedimento.

    A realização de velórios fica suspensa, devendo ocorrer o sepultamento direto com caixão lacrado, em cemitérios públicos e particulares. O ato de sepultamento somente poderá ser acompanhado por até 4 familiares e um oficial religioso.

    Os serviços de transporte de passageiros deverão observar práticas sanitárias como a limpeza diária dos veículos e, a cada turno, das superfícies e pontos de contato com as mãos dos usuários; higienização do sistema de ar-condicionado; manutenção, quando possível, de janelas destravadas e abertas de modo a possibilitar a plena circulação de ar; e fixação, em local visível aos passageiros, de informações sanitárias sobre higienização e cuidados para prevenção ao Coronavírus.

    Academias, centros de ginástica e demais estabelecimentos de condicionamento físico, além das medidas previstas, deverão observar as medidas específicas, descritas no decreto.

    Bares, restaurantes, lanchonetes, shoppings, galerias e feira-shopping, além das medidas previstas no decreto, também deverão observar as medidas especiais para atendimento ao público.

    As atividades de casas de shows e espetáculos, boates, danceterias e salões de dança; casas de festas e eventos;feiras, exposições, congressos e seminários; cinemas, teatros e locais de apresentações artísticas; clubes de serviço e de lazer devem temporariamente permanecer suspenso seu funcionamento.

    Atividades públicas

    O decreto estabelece ainda que fica definido o retorno de todos os atendimentos presenciais da Administração Pública Municipal, respeitando-se as regras gerais e algumas restrições impostas pelo texto.

    Readmore
  • Detento de Ribeirão das Neves morre por suspeita de infecção pelo Coronavírus


    Um detento do regime semiaberto do sistema prisional de Minas Gerais morreu, nesta terça-feira (31), por suspeita de contaminação por coronavírus. Ele era matriculado no Presídio Inspetor José Martinho Drumond, em Ribeirão das Neves.

    De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte, o homem apresentava síndrome respiratória aguda grave e o hospital aguardava o resultado do exame. Já o governo do estado disse que ele possuía um quadro de hipoglicemia e que a Covid-19 foi descartada por exame na Funed em parceria com o IML.

    O detento, de 45 anos, estava internado no Hospital do Barreiro, quando veio a óbito no último domingo (29). 

     

    Readmore
  • Devido ao Coronavírus, atendimento nos cartórios eleitorais será feito apenas por agendamento


    A partir da próxima segunda-feira (16), o atendimento ao público nas unidades da Justiça Eleitoral em Minas Gerais será feito apenas mediante agendamento. A medida, válida até 8 de abril, foi determinada pela Corregedoria Regional Eleitoral.

    A decisão foi tomada em função da grande preocupação frente à transmissão da doença provocada pelo novo coronavírus (Covid-19) e levou emconta a declaração da Organização Mundial da Saúde (OMS), que passou a considerar o Coronavírus como pandemia, e a orientação de se evitar locais com grande aglomeração de pessoas, situação em que há maior possibilidade de contágio de doenças infecciosas.

    Diante disso, o TRE também recomenda que os eleitores agendem atendimento somente se precisarem regularizar alguma pendência para poderem votar nas Eleições 2020. É o caso de cidadãos que tiveram o título cancelado por não comparecerem à revisão biométrica nos municípios onde o procedimento já foi concluído ou por terem deixado de votar e justificar a ausência em três eleições consecutivas, lembrando que cada turno é considerado uma eleição.

    Faltam menos de dois meses para o fechamento do cadastro eleitoral, que acontece no dia 6 de maio. Esse é o prazo não apenas para a regularizaçãode pendências, mas também para a realização de qualquer alteração no cadastro e solicitação de emissão do título pela primeira vez. O TRE-MG, porém, pede aos eleitores que não têm pendências para evitarem procurar atendimento nas próximas semanas, que tradicionalmenteregistram um grande volume de pessoas em busca dos serviços da Justiça Eleitoral. A recomendação para os cidadãos que querem fazer o recadastramento biométrico em cidades onde a biometria ainda não é obrigatória ou apenas atualizar os seus dados cadastrais é que não procurem os locais de atendimento enquanto o cenário de risco relativo à proliferação do coronavírus persistir.

    O TRE-MG esclarece ainda que não divulgou nenhuma orientação, por quaisquer meios, para que os eleitores se apressem e procurem as unidadesde atendimento da Justiça Eleitoral antes que aumente o número de casos de coronavírus em Minas Gerais. Caso os eleitores tenham alguma dúvida sobre a atuação da Justiça Eleitoral, podem entrar em contato com o Disque-Eleitor, pelos telefones 148 ou (31) 3291-0004.Informações sobre o coronavírus e a Covid-19 (nome dado à doença causada pelo vírus) devem ser buscadas junto às autoridades de saúde, como a OMS e o Ministério da Saúde.

    O agendamento de atendimento nas unidades do TRE-MG pode ser feito no site do Tribunal ou pelo Disque-Eleitor (148).

    Readmore
  • Em meio à pandemia de Coronavírus, Câmara convoca reunião extraordinária nesta sexta-feira


    A pandemia de Coronavírus assusta o Brasil e o mundo. Em Ribeirão das Neves, já são 7 pacientes com suspeita de contaminação pelo COVID-19. Nem esse cenário impediu a convocação de uma reunião extraordinária da Câmara Municipal neste sexta-feira (20), às 15h, sem participação do público na plenária.

    A convocação foi feita pelo vereador Weberson Diretor (PSC), 1º secretário e presidente interino da Casa, na última terça-feira (17), sob argumento de apreciação dos projetos em tramitação, ou seja, não existe, a princípio, nenhum fato extraordinário na convocação da reunião.

    Na pauta da Câmara estão tramitando projetos importantes para município, como o reajuste de salário do funcionalismo municipal e a autorização à Prefeitura para contrair novo empréstimo no valor de R$ 28 milhões.

    Se aprovado pelo Legislativo, este será o segundo empréstimo realizado pela Prefeitura nos últimos meses. Em novembro de 2019, o Poder Executivo já havia celebrado com o Banco do Brasil um empréstimo de R$ 10 milhões para custear o Programa Asfalto Novo, grande bandeira da gestão Junynho Martins (PSC), a serem pagos com o compromisso do Governo do Estado de começar a pagar as parcelas dos recursos retidos do município desde a gestão Pimentel.

    O município de Ribeirão das Neves possui uma dívida consolidada de R$ 224 milhões, àquelas de longo prazo, de acordo com informações do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE-MG) referentes ao fechamento do ano de 2019. A principal dívida do município é com o INSS, no total de R$ 213 milhões, correspondente a 95% do total.

    Readmore
  • Em resposta ao Coronavírus, Secretaria Municipal de Educação suspende as atividades escolares


    A Secretaria Municipal de Educação (Smed) divulgou, nesta segunda-feira (16), um ofício suspendendo as atividades escolares entre os dias 18 e 22 de março como forma de minimizar o risco de contágio pelo Coronavírus.

    A medida levou em consideração o Decreto Estadual sobre medidas de prevenção ao contágio e de enfrentamento ao novo vírus.

    De acordo com a Smed, além da suspensão das atividades escolares, foi convocada uma reunião em conjunto com a equipe de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde para alinhar as ações de prevenção ao contágio.

    A previsão é de que as aulas sejam retomadas na próxima segunda-feira (23), a menos que novas orientações da pasta sejam divulgadas no ambiente virtual.

    Readmore
  • Em Ribeirão das Neves, cerca de 1.500 presos vão à prisão domiciliar por conta do Coronavírus


    Uma portaria conjunta do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG), assinada nesta segunda-feira (16), recomenda que os presos condenados em regime aberto e semiaberto no Estado devem seguir para prisão domiciliar, exceto àqueles com processo disciplinar por falta grave. O documento foi assinado pelo governador Romeu Zema (Novo) e pelo presidente do TJ, desembargador Nelson Missias de Morais.

    Segundo a portaria, trata-se de "providências urgentes face a pandemia do coronavírus, durante a vigência de situação de emergência" decretada em Minas Gerais.

    Nessa terça-feira (17), a juíza da Vara de Execuções Penais de Ribeirão das Neves, Miriam Vaz Chagas, expediu alvará autorizando que aproximadamente 1.500 detentos que estão nos presídios do município vão para a prisão domiciliar.

    Em entrevista à rádio Super FM, a magistrada afirmou que a medida seguiu recomendação da portaria conjunta, visando a contenção do avanço da infecção pelo Coronavírus. "Nós temos presos imunodeprimidos, temos presos que saem todo dia para trabalhar e retornam às atividades. Eles viabilizam um contágio muito mais rápido, pondendo contaminar não só os detentos, mas também os agentes penitenciários", disse a juíza.

    De acordo com a magistrada, Ribeirão das Neves tem cerca de 10 mil detentos, e o número exato de presos beneficiados com a medida ainda está sendo levantado. "Nós temos cerca de 3.500 presos no semiaberto, mas nem todos farão jus ao benefício, porque eles podem estar regredidos ou ter cometido algum tipo de falta grave. Então, eu estimo que em torno de 1.500 presos poderão ser beneficiados com essa medida", finalizou.

    A portaria também prevê outras hipóteses que ensejam a recomendação de transferência para o regime domiciliar, como casos de presos que se enquadram no perfil do grupo de risco, como diabéticos, cardiopatas, maiores de 60 anos, pós-operado, portadores de HIV, tuberculose e insuficiência renal.

    Readmore
  • Em uma semana, casos confirmados de Coronavírus triplicam em Ribeirão das Neves


    No dia 23 de abril, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) notificava o 3º caso confirmado de infecção por Coronavírus em Ribeirão das Neves. No boletim epidemiológico desta quinta-feira (30), o número de testagem positiva do COVID-19 chegou a 9 pacientes. Ou seja, em uma semana, o número triplicou.

    O boletim desta quinta também foi o último do mês de abril. O número de casos notificados aumentou de 783 no dia 01/04 para 1988 no dia 30/04, um aumento de 150% de notificação. O quantitativo de casos descartados, comparando o primeiro e o último dia de abril, foi de 33 para 253.

    Veja nos gráficos abaixo:

    Gráfico 1: Evolução de casos confirmados, óbitos descartados e óbitos confirmados

    Fonte: PMRN - o retângulo azul claro destaca a última semana (de 23 a 30 de abril)

     

     Gráfico 2: Evolução de casos notificados e casos descartados

    Fonte: PMRN

    Confira o boletim epidemiológico divulgado pela SMS nesta quinta-feira (30):

    Boletim epidemiológico desta quinta-feira

    Em Ribeirão das Neves, o mês de abril foi marcado pela reabertura do comércio, na quarta-feira (22), e pela intensificação das ações da Prefeitura no sentido de desinfectar as principais ruas de movimentação da cidade e de conscientização da população no enfrentamento ao COVID-19.

    Um levantamento exclusivo do RibeiraoDasNeves.net mostrou que, dos 7 casos confirmados até a última terça-feira (28), 4 são do distrito do Veneza, 2 de Justinópolis e 1 da região Central.

    Readmore
  • Estudo coloca Ribeirão das Neves dentre cidades mineiras em 'situação crítica' para enfrentar Coronavírus


    Dos 853 municípios de Minas Gerais, 230 estão em situação crítica para o enfrentamento da pandemia do Coronavírus - dentre eles, Ribeirão das Neves. O estudo foi publicado pela consultoria Aquila com base em indicadores sociais, econômicos e de saúde das cidades brasileiras.

    De acordo com a consultoria, integram a lista das cidades em situação crítica aquelas que, por razões financeiras e infraestruturais, potencialmente sofreriam mais com a COVID-19. Para isso, foram levados em consideração dados do Governo Federal sobre o sistema de saúde (quantidade de leitos e profissionais de saúde por morador) e as condições econômicas tanto da administração municipal quanto dos habitantes.

    Na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Ribeirão das Neves e Santa Luzia preocupam os responsáveis pelo estudo justamente por conta da estrutura do sistema de saúde e dos indicadores econômicos.

    "Quando você olha a população vulnerável, o dinheiro que o município tem disponível, a riqueza local e a estrutura de saúde local, você vê que são duas cidades muito vulneráveis. Ou seja, se o vírus entra nesses dois municípios, a chance de haver um colapso é muito maior”, analisou o consultor Rodrigo Neves, responsável pelo estudo.

    Ribeirão das Neves, até o momento, não está entre as mais afetadas pela epidemia, com apenas sete casos confirmados pela Secretaria Municipal de Saúde e nenhum registro de mortes. Porém, o objetivo do estudo não é mapear o cenário atual da propagação da doença, mas identificar quais cidades potencialmente sofrerão mais com a pandemia caso não haja interferência do poder público, seja no estabelecimento de medidas rígidas de isolamento social, seja em investimentos no sistema de saúde.

    "Quais são os municípios que hoje têm mais risco, estão mais vulneráveis e têm menos infraestrutura? Não é onde o vírus está. Falar que uma cidade é crítica não quer dizer que ela vai ter problema com a COVID-19. Nosso objetivo foi verificar com números, fatos e dados, estudando a realidade dos municípios do Brasil do ponto de vista de risco e vulnerabilidade, para apontar que estes são os municípios aos quais o Brasil deveria dar mais atenção. É dar um norte racional, metodológico, com ciência”, defendeu Rodrigo Neves.

    Fonte: Estudo Aquila

    Readmore
  • Governo de Minas avalia corte em programas de prevenção à criminalidade, como o 'Fica Vivo!'


    Em razão da pandemia do Coronavírus e das consequências econômicas da doença, o Governo de Minas Gerais anunciou que as secretarias de Estado, com exceçao da Saúde, terão que fazer cortes orcamentários. Uma das ações que podem ser impactadas são os programas de prevenção social à criminalidade, como o "Fica Vivo!".

    A política de prevenção social à criminalidade existe há 17 anos e atua com o objetivo é realizar estratégias de segurança pública alternativas à repressão e ao encarceramento. Atualmente existem 63 unidades das Unidades de Prevenção à Criminalidade em Minas Gerais.

    De acordo com gestores dos programa ouvidos pelo RibeiraoDasNeves.net, o governo Zema mencionou o desejo de cortar 80% do recurso da prevenção. Isso significa suspensão da política em 33 territórios com maior índice de homicídios do estado. "São territórios onde os moradores já sofrem com a ausência de políticas públicas e com a criminalização da pobreza, e agora, serão afetados diretamente por essa paralisação das atividades", disse uma liderança, sob condição de anonimato. "O impacto é imensurável e quem paga o preço pelo descaso é aquele que precisa da política, a mesma população que há séculos sofre com a formação social de um país racista e desigual", finalizou.

    Em Ribeirão das Neves, a política de prevenção atua nas três regionais - Centro, Justinópolis e Veneza, atendendo milhares de pessoas em situação de violência. Um deles é o "Fica Vivo!", que atende cerca de 900 jovens por mês no município, por meio de participações em oficinas de arte, cultura, esporte, entre outros, reduzindo assim os altos índices de criminalidade ligadas a juventude na cidade.

    Em nota à imprensa, a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) informou que os cortes ainda estão sendo avaliados e serão informação oportunamente. "A Sejusp reconhece a importância e a contribuição de programas atualmente executados pela pasta, mas pondera que várias áreas da segurança, assim como de todo o governo, precisarão de ajustes orçamentários em razão da queda de arrecadação proveniente da pandemia do coronavírus".

    Readmore
  • Governo de Minas começa a distribuir cestas alimentares a povos e comunidades tracionais


    A Defesa Civil estadual, juntamente com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), iniciou, nessa terça-feira (28) a distribuição de 5 mil cestas alimentares a povos e comunidades tradicionais no estado, que se encontram em situação de extrema vulnerabilidade, principalmente agora com a disseminação do coronavírus em Minas Gerais.

    De acordo com o Governo de Minas, as doações começaram por Ribeirão das Neves e buscam contribuir para a garantia da segurança alimentar dessas comunidades. As cestas ]serão distribuídas, inicialmente, a quilombolas, indígenas, ciganos, circenses e vazanteiros (que vivem na beira de rios).

    Segundo a Sedese, hoje, em Minas Gerais, já são reconhecidos 17 segmentos e povos tradicionais, como os apanhadores de flores sempre-viva, artesãos de barro e tecelãs, catingueiros, congadeiros, extrativistas, faiscadores, garimpeiros, geraizeiros, indígenas e pescadores artesanais.

    Readmore
  • Guarda Civil Municipal fecha estabelecimentos que desrespeitam decreto para conter avanço do Coronavírus


    Equipes da Guarda Civil Municipal de Ribeirão das Neves estão nas ruas da cidade para fazer valer o decreto da Prefeitura contra o avanço do Coronavírus. Entre as ações, está o fechamento de estabelecimentos comerciais que insistem em abrir as portas em desacordo com o decreto.

    Neste domingo (22), a corporação teve que fazer intervenções em uma padaria no bairro Sevilha B e um bar no bairro Rosaneves, ambos na região Central, e numa festa particular no bairro Botafogo, em Justinópolis, onde havia aglomeração de pessoas.

    De acordo com o decreto, os estabelecimentos que tiverem estrutura e logística adequadas, poderão efetuar entrega em domicílio e disponibilizar a retirada no local de alimentos prontos e embalados para consumo fora do estabelecimento, sem a permanência extendida no local. A suspensão de funcionamento não se aplica aos supermercados, postos de combustíveis, farmácias, laboratórios, clínicas, hospitais e demais serviços de saúde.

    Até o momento, o Brasil tem 25 mortes em consequência do Coronavírus. O balanço, atualizado pelo Ministério da Saúde na tarde deste domingo, aponta 1.546 casos confirmados. Em Minas, conforme dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES), subiu para 83 o número de casos confirmados da doença. Outros 7.190 casos são investigados no estado.

    Em Ribeirão das Neves já são mais de 50 casos suspeitos, de acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) atualizadas na última sexta-feira (20).

    Readmore
  • Hospital São Judas Tadeu recebe paciente com suspeita de infecção pelo Coronavírus


    Uma paciente deu entrada nesta quinta-feira (12) no Hospital São Judas Tadeu, em Ribeirão das Neves, com suspeita de infecção pelo Coronavírus (COVID-19).  

    De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, trata-se de uma paciente que veio da Alemanha para participar de um trabalho numa ONG, no bairro Santinho.

    Ainda segundo a pasta, o estado geral da paciente, que será submetida a exames conforme protocolo, é estável.

    A Secretaria reforça a importância de medidas preventivas simples de higiene das mãos com água e sabão várias vezes ao dia, evitando o contato das mãos com os olhos, boca e nariz, o uso de lenço descartável para espirrar ou tossir e evitar locais aglomerados e sem ventilação.

    Readmore
  • MP recomenda que bancos e lotéricas adotem medidas de enfrentamento ao Coronavírus


    O Ministério Público de Minas Gerais (MP-MG) expediu, nessa quarta-feira (1º), recomendação, de natureza preventiva, aos estabelecimentos bancários, lotéricas e afins que adotem as medidas destinadas a intensificar o enfrentamento e a prevenção da epidemia causada pelo Coronavírus.

    A medida, proposta pela 12ª Promotoria de Justiça de Ribeirão das Neves, que cuida da defesa da saúde, das pessoas com deficiência e idosos, e do consumidor, levou em consideração os decretos de emergência em Saúde dos governos federal, estadual e municipal e a ocorrência do 1º caso confirmado para COVID-19 em Ribeirão das Neves.

    De acordo com o documento, assinado pela promotora Flávia de Araújo Resende, os estabelecimentos devem limitar o número máximo de clientes em seu interior, de modo a evitar a aglomeração de pessoas; disponibilizar álcool em gel e higienizar os pontos de atendimento; e impôr aos clientes a obrigação de manter distância mínima de 1,5 metros nas filas de espera com marcadores visíveis. A Parquet também pediu prioridade aos atendimentos relativos aos programas socias e às pessoas que comprovem pertencer a grupo de risco.

    A recomendação foi oficiada às instituições bancárias e lotéricas do município, ao Chefe do Poder Executivo, Câmara de Dirigentes Lojistas e Procon Municipal.

     

    Readmore
  • MP recomenda que comércio não aumente preço de produtos ligados ao combate do Coronavírus


    O Ministério Público de Minas Gerais (MP-MG) expediu, nessa quarta-feira (25), recomendação aos fornecedores varejistas e atacadistas de Ribeirão das Neves para que não elevem o preço do álcool 70% e álcool em gel, luva e máscara descartável enquanto durar o período de pandemia das doenças provocadas pelo Coronavírus.

    A medida, proposta pela 12ª Promotoria de Justiça de Ribeirão das Neves, que cuida da defesa da saúde, das pessoas com deficiência e idosos, e do consumidor, levou em consideração, além do surto das doenças, reclamações dirigidas à Ouvidoria do Ministério Público sobre práticas abusivas de estabelecimentos comerciais no município,

    De acordo com o documento, assinado pela promotora Flávia de Araújo Resende, os estabelecimentos que não seguirem a recomendação podem, inclusive, sofrer punição prevista pelo Código Brasileiro do Consumidor. "O descumprimento da recomendação caberá responsabilidade administrativa e criminal do fornecedor", diz trecho do texto.

    A recomendação foi oficiada à Câmara de Dirigentes Lojistas, à Associação Comercial e Industrial, ao Procon Municipal e a alguns estabelecimentos, como farmácias, supermercados e mercearias, bem como à Polícia Civil, Polícia Militar e Câmara Municipal.

    Readmore
  • Novo decreto restringe horário de funcionamento do comércio e obriga uso da máscara


    Após autorizar a reabertura do comércio no fim de abril, o prefeito Junynho Martins (DEM) editou o Decreto nº 058/2020 estabelecendo novas regras para funcionamento dos estabelecimentos comerciais e de uso de máscaras em razão da pandemia do Coronavírus com validade a partir desta quinta-feira (14).

    De acordo com o texto, torna-se obrigatório o uso de máscara por todos os cidadãos nas ruas, nos estabelecimentos comerciais, culturais ou religiosos, e nos meios de transporte público ou particular.

    O decreto também limita os horários de funcionamento do comércio no município. Os estabelecimentos comerciais poderão abrir das 14h às 19h, de segunda a sexta-feira, e aos sábados das 8h às 13h. Aos domingos, só poderão funcionar os estabelecimentos considerados essenciais, tais como supermercados, hipermercados, farmácias, assistência à saúde, segurança, transporte de passageiros, Defesa Civil, telecomunicações e internet, captação e distribuição da água e energia elétrica, serviços eletrônicos de estabelecimentos bancários, distribuidoras de gás, restaurantes em pontos ou postos de paradas em rodovias.

    A exceção à regra são bancos e lotéricas. Os estabelecimentos bancários poderão funcionar de 8h às 13h, com atendimento prioritário a idosos e gestantes das 8h às 10h; já as casas Lotéricas estão autorizados a abrir das portas de 8h às 18h, devendo ser priorizados os recebimentos entre 8h e 13h e o pagamento de benefícios a partir das 13h até as 18h.

    Os estabelecimentos comerciais deverão permitir a entrada de apenas um membro da família de cada vez, exceto em caso de extrema necessidade.

    O não cumprimento das regras estabelecidas no decreto poderá acarretar a suspensão ou cassação do alvará de funcionamento e/ou o fechamento imediato do estabelecimento pela autoridade sanitária.

    O decreto proíbe ainda o consumo de bebidas, alcoólicas ou não, no interior de bares e restaurantes (a venda para consumo na residência do consumidor continua autorizada) e veda a colocação de mesas nos passeios e calçadas do município, bem como manequins, mostruários e mercadorias em geral fora dos limites dos estabelecimentos comerciais.

    Conforme o texto do decreto, o não cumprimento das regras acarretará a suspensão ou cassação do alvará de funcionamento e/ou o fechamento imediato do estabelecimento pela autoridade sanitária.

    Readmore
  • Número de casos suspeitos de Coronavírus supera a marca de 500 em Ribeirão das Neves


    O número de casos suspeitos de Coronavírus em Ribeirão das Neves passou a marca de 500 nesta sexta-feira (27), de acordo com informe epidemiológico da Prefeitura.

    Segundo a administração municipal, 482 casos estão em investigação e 20 já foram descartados. Até agora, não há casos confirmados contabilizados pelo município.

    Informe epidemiológico desta sexta-feira

    No Brasil, são agora 93 mortes e 3.477 casos confirmados de novo coronavírus, conforme o Ministério da Saúde. Em Minas, até o momento, são 21.691 casos suspeitos para COVID-19 e 189 casos confirmados - há em investigação 28 óbitos e nenhum óbito confirmado até o momento.

    Readmore
  • Para enfrentar pandemia do Coronavírus, Ribeirão das Neves possui 12 respiradores artificiais


    No cenário de pandemia do Coronavírus, Ribeirão das Neves tem apenas 12 respiradores artificiais, equipamento essencial para o atendimento de pacientes acometidos com gravidade pela doença, disponíveis em suas unidades de Saúde do município. A informação foi revelada nessa segunda-feira (13) pelo prefeito Junynho Martins (DEM), durante transmissão ao vivo pela internet.

    De acordo com o chefe do Poder Executivo, 8 dos equipamentos estão em funcionamento, e 4 estão em manutenção por um parceiro da iniciativa privada. "Nós temos 12 (respiradores), quatro estão em manutenção na Fiat Chrysler", disse Junynho.

    Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), um dos grandes problemas no enfrentamento da pandemia é a precariedade do sistema de saúde, com falta de leitos, unidades de terapia intensiva (UTI), médicos especialistas e os equipamentos essenciais para enfrentar o vírus, como respiradores.

    No Hospital São Judas Tadeu e nas duas Unidades de Pronto Atendimento (UPA) não existem leitos de UTI. O RibeiraoDasNeves.net apurou, junto a profissionais de Saúde do município, que existem 6 respiradores na Hospital, e um em cada UPA - instada a ratificar a informação, a Administração Municipal não retornou o nosso questionamento.

    A OMS orienta que o mínimo recomendado de um leito de UTI para cada 10 mil pessoas. Como Ribeirão das Neves tem estimado pelo IBGE 335 mil habitantes, o sistema de saúde municipal, portanto, deveria ter, no mínimo, 33 vagas de terapia intensiva.

    Readmore
  • Pesquisadores da UFMG propõem medidas para o combate ao Coronavírus nas periferias


    Com o intuito de colaborar com a minimização dos impactos da explosão iminente da pandemia do Coronavírus, três pesquisadores da UFMG publicaram, na última sexta-feira (3), uma nota técnica em que apresentam propostas para o enfrentamento da Covid-19 nas periferias urbanas, com ações focalizadas nos assentamentos informais. São sugestões de propostas para serem testadas e implementadas pelas autoridades ao longo das próximas semanas, em articulação com as comunidades e a sociedade civil da qual elas fazem parte.

    As medidas foram elaboradas por meio da articulação das recomendações internacionais com a análise dos dados das pesquisas sobre déficit habitacional de 2010 e 2015 para Brasil, regiões metropolitanas e Região Metropolitana de Belo Horizonte, com o conhecimento acumulado de décadas de pesquisa acadêmica e de políticas públicas sobre a realidade habitacional e sanitária das periferias brasileiras, com as experiências de auto-organização desenvolvidas pelas próprias comunidades nas últimas semanas para se protegerem e com uma série de propostas sugeridas pela Central Única das Favelas (Cufa).

    É "para ontem"

    Na nota, os pesquisadores reiteram que assentamentos informais urbanos são caracterizados, entre outras coisas, por alta densidade populacional, coabitação de famílias no mesmo imóvel e/ou cômodo, abastecimento irregular de água, coleta precária ou inexistente de esgoto e acesso restrito a serviços públicos como saúde, o que torna praticamente impossível que sua população siga à risca as recomendações dos órgãos de saúde para evitar a propagação do vírus, como o distanciamento físico e a lavagem constante das mãos.

    "O avanço da Covid-19 no Brasil nas últimas semanas tem tornado evidente a seletividade social das medidas recomendadas de higiene e isolamento ante à realidade das periferias urbanas (favelas, bairros periféricos, ocupações etc.), espaços com maior propensão à disseminação do novo coronavírus", escrevem os autores. Nesse sentido, é "premente que o Poder Público adote medidas estruturais e emergenciais que sejam sensíveis às desigualdades socioespaciais das cidades brasileiras e que contemplem ações focalizadas nos assentamentos informais, complementarmente às medidas socioeconômicas voltadas à proteção dos grupos mais vulneráveis". E conclamam o poder público à ação: "É imperativo que sejam tomadas medidas agora, antes que a transmissão se generalize nas periferias".

    A nota é assinada pelo economista João Tonucci Filho, professor da Faculdade de Ciências Econômicas (Face) da UFMG, mestre em arquitetura e urbanismo e doutor em geografia, por Pedro Araújo Patrício, economista e mestrando em economia no Cedeplar, e por Camila Bastos, arquiteta e urbanista e mestranda em arquitetura e urbanismo no Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo (NPGAU) da UFMG.

    Tonucci lembra que a situação é especialmente delicada nas regiões metropolitanas, que convivem com as piores condições para propagação do vírus e com a falta de coordenação entre as ações do poder público. "No caso da Região Metropolitana de Belo Horizonte, particularmente, nos chama atenção o grande número de famílias de baixa renda vivendo em coabitação, sem infraestrutura básica ou espremidas pelo peso do aluguel, além de mais de meio milhão de pessoas morando em favelas e quase vinte mil famílias em ocupações", alerta.

    "Essas situações estão concentradas principalmente na capital, em Contagem, em Betim e em Ribeirão das Neves, mas não deixam de fora outros municípios da RMBH. Daí a necessidade de ações urgentes e concertadas entre as prefeituras e o estado, pois numa região metropolitana dinâmica e integrada, o problema de uma cidade rapidamente se torna problema da outra também, exigindo soluções conjuntas com foco nos territórios mais vulneráveis", afirma.

    Ações articuladas

    Entre as medidas apresentadas, os pesquisadores propõem que as autoridades federais, estaduais e municipais não apenas considerem as diferenças entre as regiões na hora de traçar planos de ação específicos para as periferias urbanas, mas também que o façam "em articulação com lideranças locais, movimentos sociais, especialistas em saúde urbana, saneamento, habitação e agências governamentais de todos os níveis", fortalecendo o trabalho de grupos locais, movimentos sociais e associações comunitárias.

    De igual modo, eles aconselham que governos estaduais e prefeituras se articulem para a instituição conjunta de grupos de trabalho para as regiões metropolitanas, de forma que se possa oferecer "auxílios específicos para municípios mais frágeis e/ou com maior população vulnerável, evitando deslocamentos e sobrecarga de demanda nos principais centros" – além de “urgente coordenação entre as ações dos governos estaduais e das prefeituras metropolitanas", observa João Tonucci. Os pesquisadores sugerem, ainda, que os governos estaduais usem seu poder legal para que "concessionárias de água, luz, entre outros serviços essenciais, mantenham o fornecimento mesmo para inadimplentes".

    Relativamente à segurança de posse e o direito à moradia, os pesquisadores recomendam a "suspensão por tempo indeterminado do cumprimento de mandados de reintegração de posse, despejos e remoções judiciais ou mesmo extrajudiciais motivadas por reintegração”, assim como a “implementação de medidas que permitam renegociação e/ou suspensão dos contratos de alugueis para famílias vulneráveis de até três salários mínimos por tempo indeterminado".

    Higiene, alimentação e serviços básicos

    Com foco em medidas mais específicas, os pesquisadores recomendam a "distribuição gratuita e emergencial de água potável e de kits de higienização e limpeza (sabão, álcool em gel, água sanitária) em quantidades suficientes para cada morador/a das comunidades" e a "organização de mutirões (envolvendo poder local, Sistema S, centrais de abastecimento e produtores da agricultura familiar e agroecológica) para distribuição de cestas básicas e alimentos saudáveis ao longo dos próximos meses, especialmente para famílias com crianças, idosos e familiares em grupo de risco vivendo nas periferias".

    O grupo também sugere a adoção de linhas de apoio financeiro específicas para as "famílias que dependem da economia popular e informal urbana, particularmente aos ambulantes, aos catadores/as, às trabalhadoras domésticas e demais categorias vulneráveis, além de apoio financeiro específico para as famílias das crianças que estarão impedidas de frequentar creches e para famílias com portadoras de deficiência", em complemento à renda básica emergencial de R$ 600 que, aprovada pelo Congresso e sancionada pelo presidente da República, ainda não chegou às mãos das famílias que dela necessita.

    Em outras propostas, a nota sugere a criação de comitês comunitários formados por técnicos do governo e da sociedade, visando identificar situações específicas de maior vulnerabilidade, a criação de parcerias com agências locadoras de veículos para locomoção de pessoas infectadas, ampliação das equipes de saúde da família, alocação de clínicas de saúde móveis mais próximas das comunidades afetadas e instalação de hospitais de campanha e pontos de apoio à saúde para sintomas leves, além de medidas com foco no fluxo de informação e comunicação de qualidade certificada nessas comunidades.

    "O grande desafio é tomar medidas rapidamente e em escala, garantindo também que as ações sejam contextualmente apropriadas, já que, quando ocorre um surto, a escalada pode ser rápida, deixando pouco espaço para planejamento adicional", alerta o trio de pesquisadores.

    A nota técnica está disponível no site da Universidade Federal de Minas Gerais.

     

    Pesquisas recentes dão conta de que o Brasil conta com mais de um milhão de domicílios com adensamento excessivo, quase dois milhões com coabitação familiar, cerca de quatro milhões sem abastecimento regular de água e sete milhões sem coleta regular de esgoto – como se poderia supor, todas essas habitações situam-se quase integralmente nas periferias urbanas do país: segundo o Censo 2010, apenas nas favelas, vivem ao menos 11,4 milhões de pessoas. Na visão dos especialistas, essas variáveis, articuladas, resultam em uma espécie de bomba-relógio armada, que, com o advento da atual pandemia viral, acabou de engatilhar o seu contador.
    Readmore
  • Policiais penais da Dutra Ladeira são afastados após contato com colega infectado por Coronavírus


    Um policial penal do Presídio Antônio Dutra Ladeira, em Ribeirão das Neves, foi diagnosticado com o Coronavírus. A informação foi confirmada desta segunda-feira (25) pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp).

    De acordo com a secretaria, o policial penal está afastado das atividades desde o dia 16 de maio. Colegas de trabalho que tiveram contato com profissional infectado também foram afastados e vão fazer o exame.

    Em nota à imprensa, a pasta afirmou ainda que tem adotado várias medidas para evitar a contaminação da Covid-19 no sistema prisional, como a suspensão de visitas e entregas de kits familiares aos presos, além da modificação da escala de trabalho dos policiais.

     

    Readmore
  • Por causa do Coronavírus, viatura da PM alerta que moradores fiquem em casa em Ribeirão das Neves


    Readmore
  • Prazo para pagamento do IPTU 2020 em parcela única com 10% de desconto vence nesta sexta-feira


    O prazo para pagamento da parcela única com 10% de desconto do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) referente ao exercício do ano de 2020 encerra-se nesta sexta-feira (15) em Ribeirão das Neves.

    O vencimento, que estava inicialmente previsto para 15 de abril, foi prorrogado pela Secretaria Municipal de Fazenda considerando o grave momento que a população vivencia pela pandemia do Coronavírus.

    O prazo para pagamento da parcela única coincide com o vencimento da 2ª parcela. A 1ª parcela, de abril, poderá ser paga, sem juros nem acréscimos, em qualquer data até o dia 16 de novembro (vencimento da última parcela).

    Vale lembrar que quem já quitou o IPTU em parcela única no ano passado tem direito a mais 10% de desconto caso faça a opção por esta modalidade novamente em 2020.

    Os carnês que não chegarem nos endereços dos contribuintes deverão ser emitidos em segunda via através do site pelo caminho "Serviços on line > Portal Tributário".

    Readmore
  • Prefeito Junynho Martins decreta esvaziamento dos órgãos públicos em Ribeirão das Neves


    O prefeito Junynho Martins (PSC) utilizou as redes sociais para divulgar a assinatura de um decreto de situação de emergência em saúde pública para esvaziamento dos órgãos públicos como combate à proliferação do Coronavírus. A medida, segundo o chefe do Executivo nevense, vale a partir das 13h desta quarta-feira (18).

    Segundo Junynho, serão mantidos abertos apenas os equipamentos de saúde e das forças de segurança e de assistência social do município. Os demais serviços deverão ser tratados pelo atendimento via telefone e internet. O Parque Ecológico também estará fechado à população. Além disso, o prefeito comunicou também a extensão, por período indeterminado, da suspensão das aulas na rede municipal, que anteriormente estavam previstas para retornar na próxima semana.

    Ao lado do Secretário de Saúde, Rodrigo Augusto Vieira, e do médico Dr. Ailton, Junynho voltou a destacar a importância da prevenção no combate a transmissão da doença. "Vamos evitar aglomeração, cuidar dos idosos", disse. "Se você apresentou sintoma de gripe, não saia de casa", completou.

    O prefeito ainda pediu ao governador Romeu Zema (Novo) que tome alguma medida com relação aos grandes eventos e ao funcionamento de bares e restaurantes, antes que o Coronavírus cause uma debandada aos hospitais. "Se correr todo mundo para o hospital, não tem vagas sufientes", frisou.

    Coronavírus

    Em Ribeirão das Neves, ainda não existe nenhum caso confirmado da doença. Nesta quarta-feira (18), a Prefeitura confirmou a informação de que o teste de Coronavírus da jovem alemã atendida no Hospital São Judas Tadeu teve resultado negativo, conforme divulgado pelo RibeiraoDasNeves.net.

    Readmore
  • Prefeito Junynho Martins decreta suspensão de funcionamento de diversos estabelecimentos comerciais


    O prefeito Junynho Martins (PSC) assinou, nesta sexta-feira (20), o Decreto nº 028/2020, determinando a suspensão temporária dos Alvarás de Localização e Funcionamento, autorizações e permissões emitidos para realização de atividades com potencial de aglomeração de pessoas, para enfrentamento da situação de emergência pública causada pelo Coronavírus.

    O decreto tem validade de 15 dias úteis, a partir deste sábado (21), e vale, especialmente, para casas de shows e espetáculos de qualquer natureza; boates, danceterias, salões de dança; casas de festas e eventos; feiras, exposições, congressos e seminários; centros de comércio e galerias de lojas; cinemas, teatros e locais de apresentações artísticas; clubes de serviço e de lazer; academias, centro de ginástica e estabelecimentos de condicionamento físico; clínicas de estética e salões de beleza; parques em geral; bares, restaurantes e lanchonetes; Templos de qualquer natureza; e Velórios públicos e privados.

    A suspensão não se aplica aos supermercados, postos de combustíveis, farmácias, laboratórios, clínicas, hospitais e demais serviços de saúde.

    De acordo com o texto do documento, os estabelecimentos que tiverem estrutura e logística adequadas, poderão efetuar entrega em domicílio e disponibilizar a retirada no local de alimentos prontos e embalados para consumo fora do estabelecimento, desde que adotadas as medidas estabelecidas pelas autoridades de saúde de prevenção ao contágio e contenção da propagação de infecção viral.

    Ainda conforme o decreto, o prazo poderá ser prorrogado automaticamente, por igual período, enquanto perdurar a situação de emergência.

     

    Decreto nº 028/2020

     

    Readmore
  • Prefeito Junynho Martins decreta uso massivo de máscaras para combate ao Coronavírus


    Depois de prorrogar a suspensão temporária de alvarás de localização e funcionamento para o pontos comerciais não essenciais, o prefeito Junynho Martins (DEM) editou, nessa terça-feira (14), novo decreto obrigando o uso massivo de máscaras, descartáveis ou de pano, durante a pandemia do Coronavírus.

    De acordo com o texto, a medida vale para quem utilizar serviços de taxi, aplicativos ou transporte coletivo de passageiros; para acesso aos estabelecimentos comerciais como supermercados, farmácias e afins, bem como aqueles que tiverem atividades liberadas; e para o desempenho das atividades em repartições públicas e privadas.

    O decreto também prevê a intensificação de medidas de higienização de superfícies e áreas circulantes, a disponibilização de álcool gel 70% para usuários nas entradas e saídas do estabelecimentos, bem como uso de equipamentos de proteção individual inerentes a cada função. Os comerciantes também devem observar algumas medidas, como a troca das máscaras descartáveis a cada 2 horas.

    A medida prevê ainda atividades de fiscalização e, no caso de desobediência aos comandos do decreto, fica caracterizada infração administrativa, passível de sanções civis e administrativas.

    No decreto, publicado no Diário Oficial dos Municípios Mineiros (DOMM), não foi estipulada data de validade das medidas.

    Readmore
  • Prefeito Junynho Martins edita decreto de estado de calamidade pública em razão do Coronavírus


    O prefeito Junynho Martins (DEM) editou, no dia 31 de março, decreto de estado de calamidade pública em Ribeirão das Neves em razão dos impactos socioeconômicos e financeiros decorrentes da pandemia causada pelo Coronavírus, publicado nesta terça-feira (7) no Diário Oficial dos Municípios Mineiros (DOMM).

    A medida autoriza os dirigentes dos órgãos da Administração Pública Municipal a adotar, em caso de necessidade, medidas extraordinárias para viabilizar o pronto atendimento à população durante a situação de calamidade pública em saúde.

    De acordo com o texto, o estado de calamidade pública será submetido, para reconhecimento, à deliberação da Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais (ALMG), e terá validade até 31 de dezembro de 2020.

     

    Readmore
  • Prefeito Junynho Martins reedita decreto com novas regras de funcionamento do comércio


    O prefeito Junynho Martins (DEM) editou o Decreto nº 059/2020 com novas regras de de restrição para o funcionamento dos estabelecimentos comerciais do município, com validade a partir dessa quarta-feira (20), em razão da pandemia do Coronavírus. A nova medida revoga o disposto no decreto da última semana.

    A obrigatoriedade do uso de máscara por todos os cidadãos nas ruas, nos estabelecimentos comerciais, culturais ou religiosos, e nos meios de transporte público ou particular, continua em vigor. "A fiscalização da utilização das máscaras, e das filas nos estabelecimentos cabe aos proprietários dos respectivos estabelecimentos", diz trecho do documento.

    Com relação aos horários de funcionamento do comércio para atendimento ao público, o prefeito manteve a regra de alternância de horários:

    • Bancos, de 8h às 13h (com atendimento prioritário aos grupos de risco das 8h às 10h), com exceção da Caixa Econômica Federal, em função do pagamento dos benefícios do governo);
    • Casas lotéricas, de 8h às 18h;
    • Demais estabelecimentos, de 14h às 19h de segunda a sexta; de 8h às 13h, aos sábados;

    Os estabelecimentos considerados essenciais poderão funcionar em horário de expediente, das 8h às 22h, diariamente. A lista completa está disponível ao fim desta matéria.

    Os salões de beleza e as barbearias poderão abrir as portas no horário reduzido para funcionamento mediante agendamento e sem aglomeração de pessoas, respeitando as medidas de prevenção.

    Bares e restaurantes poderão funcionar em horário especial, sem consumo de bebidas alcoólicas, das 11h às 22h, diariamente. Fora desse horário, apenas no sistema de entrega aos consumidores, no estabelecimento ou na forma de delivery.

    As igrejas e os templos religiosos poderão ter suas reuniões com no máximo 40 minutos de duração, evitando aglomerações. O decreto também limita as celabrações de segunda a sábado, entre 19h e 22h, e aos domingos, de 8h às 12h e de 18h às 22h.

    A partir de quinta-feira (21), as academias de atividades esportivas deverão manter-se fechadas e paralisar o atendimento ao público. Por outro lado, o Parque Ecológico de Ribeirão das Neves, localizado na área central da cidade, será reaberto com a presença constante de fiscalização, para atividades individuais, de 7h às 20h. "A manutenção do funcionamento do Parque Ecológico dependerá da não aglomeração de pessoas", diz trecho do decreto.

    O decreto também ratifica as medidas obrigatórias para que os estabelecimentos permaneçam em funcionamento, como a fixação de cartazes informando a lotação máxima, o controle de público com distanciamento mínimo de 2 metros, disponibilização de álcool em gel e de higienização do espaço físico e de equipamentos, além do descarte de materiais. O não cumprimento das regras estabelecidas neste Decreto, acarretará a suspensão ou cassação do alvará de funcionamento e/ou o fechamento imediato do estabelecimento pela autoridade pública.

    Lista de estabelecimentos considerados essenciais

    1 - assistência emergencial à saúde, incluídos os serviços médicos e hospitalares;

    2 - atividades de segurança pública e privada, incluídas a vigilância, a guarda e a custódia de presos;

    3 - atividades de defesa civil;

    4 - transporte municipal, intermunicipal, interestadual de passageiros e o transporte de passageiros por táxi ou aplicativo;

    5 - telecomunicações e internet;

    6 - serviço de call center;

    7 - captação, tratamento e distribuição de água;

    8 - captação e tratamento de esgoto e lixo;

    9 - geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, incluído o fornecimento de suprimentos para o funcionamento e a manutenção das centrais geradoras e dos sistemas de transmissão e distribuição de energia, além de produção, transporte e distribuição de gás natural;

    10 - iluminação pública;

    11 - produção, distribuição, comercialização e entrega, realizadas por delivey ou por meio do comércio eletrônico, de produtos de saúde, higiene, alimentos e bebidas;

    12 - serviços funerários;

    13 - vigilância sanitária e fitossanitária, inspeção de alimentos, produtos e derivados de origem animal e vegetal;

    14 - prevenção, controle e erradicação de insetos e pragas, além de doença dos animais;

    15 - controle de tráfego e trânsito;

    16 - serviços de pagamento, de crédito e de saque e aporte prestados pelas instituições supervisionadas pelo Banco Central do Brasil;

    17 - serviços postais;

    18 - transporte e entrega de cargas em geral;

    19 - fiscalização tributária;

    20 - fiscalização ambiental;

    21 - distribuição e comercialização de combustíveis, gás e água;

    22 - cuidados com animais em cativeiro;

    23 - atividades, laboratoriais ou similares;

    24 - atividades de representação judicial e extrajudicial, assessoria e consultoria jurídicas exercidas pelas advocacias públicas, relacionadas à prestação regular e tempestiva dos serviços públicos;

    25 - indústria de fármacos, farmácias e drogarias;

    26 - fabricação, montagem e distribuição de materiais clínicos e hospitalares;

    27 - hipermercados, supermercados, mercados, açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros, padarias, quitandas, centros de abastecimento de alimentos, lojas de conveniência, de água mineral e de alimentos para animais:

    a) as padarias poderão funcionar em horário especial, a partir das 06:00hs às 22:00hs;

    28 - oficinas mecânicas e borracharias;

    29 - restaurantes em pontos ou postos de paradas nas rodovias;

    30 - cadeia industrial de alimentos;

    31 - atividades agrossilvipastoris e agroindustriais;

    32 - construção civil;

    33 - setores industriais;

    34 - lanchonetes;

    Readmore
  • Prefeitura cria ponto de acolhimento aos usuários da Caixa no Centro Esportivo Henfil


    Para resolver o problema das filas na agência da Caixa, um grande problema no combate ao Coronavírus, a Prefeitura de Ribeirão das Neves criou um ponto de acolhimento ao público no Centro Esportivo Henfil, ao lado da agência do banco estatal na rua Ari Teixeira da Costa, na região Central do município.

    De acordo com a Prefeitura, o local foi preparado com as medidas sanitárias e estrutura necessária para prestar atendimento a partir desta quinta-feira (7). O próximo passo, de acordo com o Poder Executivo, é também criar um ponto de acolhimento nas proximidades da agência de Justinópolis, para evitar aglomerações e filas no local.

    Segundo a administração municipal, a ação é uma das medidas importantes que têm sido tomadas no sentido de evitar aglomerações, além de proporcionar mais conforto e segurança aos moradores da cidade.

    Readmore
  • Prefeitura de Ribeirão das Neves anuncia corte de 30% nos salários do 1º escalão por dois meses


    Com a crise da pandemia do Coronavírus, o prefeito Junynho Martins (DEM) decidiu cortar 30% do próprio salário, do vice-prefeito Vitório Junior (PSD) e dos secretários municipais. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (22) em comunicado distribuído à imprensa.

    De acordo com a Prefeitura de Ribeirão das Neves, a medida terá validade por 60 dias, com efeito imediato. "A previsão é de enfrentamento de momentos difíceis por conta da crise e, a equipe que está na linha da frente, precisa fazer gestos de economia", diz o comunicado.

    Ainda segundo a administração municipal, os recursos obtidos com a redução dos salários serão utilizados para a compra de insumos, como máscaras, luvas, álcool em gel entre outros.

    Números

    A questão da remuneração do 1º escalão do governo é um tema sensível na administração Junynho Martins. Logo nas primeiras semanas de gestão, uma interpretação da legislação vigente, feita pelo ex-secretário de Administração Vinícius Marins, elevou os vencimentos do prefeito para R$ 26.778,74, do vice para R$ 17.852,50 e dos secretários municipais para R$ 14.934,31, Com a repercussão negativa, o chefe do Poder Executivo voltou atrás e anunciou uma redução para R$ 18.745,12, R$ 15.174,63 e R$ 13.888,91, respectivamente (relembre esse caso nos dois links disponíveis ao final desta matéria).

    Agora, com a redução linear de 30% para os agentes políticos, os salários de maio e junho vão cair para R$ 13.121,58 do prefeito, R$ 10.622,24 do vice e R$ 9.722,24 dos secretários. O RibeiraoDasNeves.net fez os cálculos da economia prevista no período e, considerando os salários do prefeito, do vice-prefeito e de 11 secretários municipais (incluindo o procurador-geral do município), o valor deve chegar a R$ 112 mil nas duas próximas folhas.

    Veja a íntegra do comunicado emitido pela Prefeitura de Ribeirão das Neves:

    Com a crise da pandemia do COVID-19 e para reforçar as ações de enfrentamento ao novo coronavírus, o Prefeito Junynho Martins decidiu cortar 30% do próprio salário, do vice-prefeito e dos secretários municipais. A medida terá validade por 60 dias, foi anunciada na reunião semanal de planejamento do Executivo e entra em vigor de forma imediata. Segundo Junynho Martins, a previsão é de enfrentamento de momentos difíceis por conta da crise e, a equipe que está na linha da frente, precisa fazer gestos de economia. Os recursos obtidos com a redução dos salários serão utilizados para a compra de insumos, como máscaras, luvas, álcool em gel entre outros.

    Readmore
  • Prefeitura de Ribeirão das Neves divulga processo seletivo com mais de 200 vagas na Saúde


    A Prefeitura de Ribeirão das Neves divulgou, nesta terça-feira (12), o edital para a realização do Processo Seletivo Simplificado (PSS) nº 002/2020 visando a contratação imediata e formação de cadastro de reserva de profissionais que atuarão nas unidades de saúde durante a situação de calamidade pública em função da pandemia do Coronavírus.

    As vagas são para enfermeiro, farmacêutico, fisioterapeuta, médico, motorista de ambulância, nutricionista, psicólogo, técnico em enfermagem, técnico em patologia clínica, técnico em radiologia, terapeuta ocupacional e orientador (para atendimento e disseminação de informações). A carga horária, remuneração e quantidade de vagas estão disponíveis no edital.

    Ao todo, são 224 vagas para contratação imediata e 520 para cadastro de reserva.

    De acordo com o edital, a seleção será feita em uma única etapa de avaliação curricular, levando em consideração a qualificação técnica e experiência profissional dos candidatos.

    A inscrição, que estará aberta enquanto perdurar o estado de calamidade pública decorrente da pandemia do Coronavírus, deverá ser realizada exclusivamente pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., por meio do preenchimento do formulário de inscrição e cópia dos documentos comprobatórios das informações prestadas pelo candidato.

    A classificação dos candidatos no processo seletivo será feita pela ordem crescente, de acordo com a ordem de recebimento das inscrições.

    O contrato de trabalho terá prazo máximo de 6 meses, podendo ser prorrogado uma única vez, sem exceder o prazo total de 1 ano. A contratação, conforme edital, não gera estabilidade contratual do profissional com a Administração Municipal.

    A íntegra do edital está disponível no site da Prefeitura de Ribeirão das Neves.

    Readmore
  • Prefeitura prorroga prazo para pagamento da primeira parcela do IPTU devido ao Coronavírus


    A Prefeitura de Ribeirão das Neves divulgou, nesta quinta-feira (2), a prorrogação do prazo para o pagamento da primeira parcela do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) referente ao exercício do ano de 2020. Segundo a Secretaria Municipal de Fazenda, a medida foi tomada considerando o grave momento que a população vivencia pela pandemia do Coronavírus.

    A data inicial para pagamento era 15 de abril. De acordo com a Prefeitura, agora a parcela poderá ser paga, sem juros nem acréscimos, em qualquer data até o dia 16 de novembro (vencimento da última parcela). O desconto de 10% para o pagamento integral ser feito até a data de 15 de maio, que é o vencimento da segunda parcela.

    Vale lembrar que quem já quitou o IPTU em parcela única no ano passado tem direito a mais 10% de desconto caso faça a opção por esta modalidade novamente em 2020.

    Os carnês que não chegarem nos endereços dos contribuintes deverão ser emitidos em segunda via através do site pelo caminho "Serviços on line > Portal Tributário".

    Readmore
  • Prefeitura realiza desinfecção de ruas para prevenir proliferação do Coronavírus


    Com o retorno gradual das atividades privadas e públicas, tem ocorrido grande fluxo de pessoas nos centros comerciais de Ribeirão das Neves. Para garantir maior limpeza nesses locais, a Prefeitura realizou, nessa terça-feira (28), a desinfecção de ruas da região Central.

    A atividade, que começou às 17 horas, durou aproximadamente três horas. A equipe saiu da Secretaria de Saúde, na Av. dos Nogueiras, passando pelas ruas Ari Teixeira da Costa, Raimundo Nonato de Souza, terminando em frente ao Hospital São Judas Tadeu. As ruas foram pulverizadas com jato do caminhão pipa e uma solução à base de água e hipoclorito (água sanitária). As fachadas dos comércios e calçadas também foram alvo da limpeza.

    De acordo com a administração municipal, a ação contou com a participação de aproximadamente 30 pessoas entre Agentes de Combate a Endemias, voluntários da fiscalização do comércio, Guarda Municipal e Agentes de Trânsito.

    Ainda segundo a Prefeitura, a ação de desinfecção será estendida e os agentes estarão presentes em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades Básicas de Referências (UBR) do município.

    Prefeitura também instalou faixas educativas no combate ao COVID-19 - Foto: Divulgação / PMRN
    Readmore
  • Profissional da Saúde testa positivo para Coronavírus; Prefeitura não reconhece como caso local


    A Prefeitura de Ribeirão das Neves divulgou, na tarde desta quarta-feira (25), em seu site oficial, a confirmação de teste positivo para infecção pelo Coronavírus de um profissional da Saúde que atende no CAPS (Centro de Atenção Psicossocial), na região Central, que chegou recentemente de viagem de um local onde já havia transmissão comunitária.

    De acordo com a Prefeitura, o paciente apresenta sintomas gripais leves e mantem-se com quadro estável e, no momento, encontra-se em tratamento domiciliar em Belo Horizonte, onde reside. A administração municipal, no entanto, não reconhece que o caso seja contabilizado como a primeira infecção no município.

    "Embora tenha apresentado os sintomas durante seu trânsito aqui em nossa cidade, pelos motivos já expostos, o caso deste paciente não pode ser enquadrado epidemiologicamente como de Ribeirão das Neves. Por enquanto, nossos boletins continuam registrando taxa zero para infecções por CORONAVÍRUS no Município" diz o site oficial da Prefeitura.

    Ainda segundo o Poder Executivo, os profissionais e usuários do CAPS que mantiveram contato com o paciente infectado deverão estar em isolamento domiciliar, sendo monitorados pela Secretaria Municipal de Saúde, conforme protocolo do Ministério da Saúde. Como consequência,a administração municipal informou que os serviços prestados pelo CAPs estarão suspensos até o dia 31 de março devido à diminuição do quadro de servidores que estarão em isolamento domiciliar.

    Veja abaixo a íntegra da publicação da Secretaria Municipal de Saúde.

    COMUNICADO SECRETARIA DE SAÚDE

    Publicado em 25/03/2020 15:10 - Atualizado em 25/03/2020 15:14

    Como parte da nossa obrigação de informar, orientar, monitorar e dar transparência às nossas ações, a Prefeitura Municipal de Ribeirão das Neves, através da Secretaria de Saúde, informa que os serviços prestados pelo CAPSad (Centro de Atenção Psicossocial), localizado à Rua Rodolfo Cerqueira, 85, Centro, estarão suspensos de hoje, 25, até o dia 31 de março.

    A medida foi tomada após um caso confirmado para CORONAVÍRUS. O paciente infectado é profissional de saúde, recentemente chegado de viagem onde já havia transmissão comunitária e, no momento, encontra-se em tratamento domiciliar em Belo Horizonte, onde reside.

    Por recomendação do Serviço de Vigilância Epidemiológica Municipal, conforme protocolo do Ministério da Saúde, os profissionais e usuários do CAPSad que são considerados contatos deverão estar em isolamento domiciliar, sendo monitorados pela Secretaria Municipal de Saúde.

    Com a diminuição do quadro de servidores que estarão em isolamento domiciliar, torna-se impraticável a prestação de serviços com excelência.

    Informamos que o paciente apresenta sintomas gripais leves e mantem-se com quadro estável.

    Embora tenha apresentado os sintomas durante seu trânsito aqui em nossa cidade, pelos motivos já expostos, o caso deste paciente não pode ser enquadrado epidemiologicamente como de Ribeirão das Neves. Por enquanto, nossos boletins continuam registrando taxa zero para infecções por CORONAVÍRUS no Município.

    Agradecemos a compreensão de todos.

    Readmore
  • Projeto de Lei do Executivo com 'medidas excepcionais' contra crise chega à Câmara e causa polêmica


    O Projeto de Lei nº 022/2020, de autoria do Poder Executivo, deu entrada nessa terça-feira (28) na Câmara Municipal e já causou polêmica. O texto dispõe sobre autorização de medidas excepcionais nos contratos administrativos de prestação de serviços contínuos e na parte de finanças públicas em face da situação emergência em saúde e calamidade pública decorrente da pandemia do Coronavírus.

    O Capítulo I do PL trata da manutenção dos contratos administrativos de prestação de serviços, e autoriza a Prefeitura a promover alterações nos instrumentos jurídicos já assinados, especialmente nos contratos nº 197/2019 e nº 005/2020, ambos com a Prestar Service Serviços Ltda, para alteração dos limites de empregados terceirizados, com possibilidade de prorrogação automática pelo prazo de até 4 meses sem celebração de termo aditivo.

    Já o Capítulo II do Projeto de Lei versa sobre medidas de ordem financeira para mitigar a frustração de receitas. Dentre elas, estão a suspensão do pagamento de "auxílio transporte" e "auxílio alimentação" aos servidores e a utilização das receitas oriundas das contrapartidas urbanísticas para custeio da "folha de pessoal".

    O Projeto de Lei causou incômodo em alguns parlamentares. Sob condição de anonimato, vereadores relataram ao RibeiraoDasNeves.net que o texto chegou à Câmara minutos antes do início da reunião desta terça, sob forte pressão do governo para que fosse aprovado atropelando o regimento interno com pretexto de "manter 300 empregos" no cenário de pandemia.

    Justificativa

    Em mensagem à Câmara, o prefeito Junynho Martins (DEM) justificou o PL em razão dos transtornos na Administração Pública Municipal criados pela pandemia do Coronavírus. "Se interrompidos os contratos administrativos, os prestadores de serviços e servidores vinculados àqueles perderiam seus empregos".

    O chefe do Poder Executivo nevense também se apoiou numa Nota Técnica emitida pelo Ministério Público acerca da necessidade de existência de legislação municipal com medidas que preservem o emprego e a renda dos cidadãos.

    Emenda

    Nesta quarta-feira (29), circulou a informação de que o prefeito Junynho Martins (DEM) teria enviado também uma emenda modificativa ao PL nº 022/2020 para retroagir os efeitos da lei a 15 de abril último. O RibeiraoDasNeves.net aguarda manifestação da administração municipal sobre o fato.

     

    Readmore
  • Ribeirão das Neves confirma 1º óbito em decorrência do Coronavírus nesta sexta-feira


    A Prefeitura de Ribeirão das Neves registrou, nesta sexta-feira (15), a primeira morte confirmada pelo Coronavírus no município. A informação consta no boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

    De acordo com a SMS, a vítima era do sexo masculino e tinha 65 anos de idade. Ele estava internado em Belo Horizonte há dois meses em razão de um infarto. Segundo as informações, houve um surto viral nas dependências do Hospital São Francisco, onde este nevense faleceu após 60 dias de internação, em razão do contágio pelo Coronavirus.

    Pelas redes sociais, a pasta afirmou ter sido comunicada no final desta sexta-feira e emitiu nota para lamentar o episódio. "Solidarizar-se com a família e reforçar a determinação do Município na luta contra a pandemia que hoje ameaça todos os países do mundo", disse a SMS.

    Além da morte confirmada, outras duas continuam em investigação no município, enquanto sete óbitos que estavam em investigação foram descartados para Covid-19.

    Ao todo, são 2454 casos notificados, sendo 365 descartados e 28 confirmados. Onze pacientes que testaram positivo para a Covid-19, desde o início da pandemia, estão recuperados da doença, segundo a SMS.

    O primeiro óbito acontece 45 dias após registro do 1º caso de Coronavírus em Ribeirão das Neves, confirmado no dia 1º de abril. Naquela data, o número de casos suspeitos no município estava em 783, com 33 casos descartados por exames.

    Boletim epidemiológico desta sexta-feira
    Readmore
  • Ribeirão das Neves continua com apenas um caso registrado de Coronavírus, diz Prefeitura


    A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) atualizou, nesta quinta-feira (2), o informe epidemiológico sobre os casos de Coronavírus em Ribeirão das Neves. Segundo o órgão, o município continua com apenas um caso registrado da doença.

    O número vai de encontro com o boletim divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), que indicou a confirmação de dois casos de infecção pelo COVID-19 em Ribeirão das Neves. De acordo com a Prefeitura, o segundo caso foi divulgado de forma incorreta pelo Estado, e a Secretaria de Saúde já solicitou retíficação.

    Nesse cenário, a cidade tem até o momento 862 casos notificados, 37 descartados e 1 confirmado, segundo o boletim epidemiológico da SMS.

    Boletim epidemiológico desta quinta-feira

    Em toda Minas Gerais, até o momento são 39.084 casos suspeitos para COVID-19 e 370 casos confirmados. Cinquenta e três óbitos estão em investigação e seis óbitos foram confirmados, conforme boletim da SES.

    Readmore
  • Ribeirão das Neves recebe repasse extra de R$ 2,8 milhões para combate ao Coronavírus


    O Ministério da Saúde liberou, nessa quinta-feira (9), mais R$ 4 bilhões extras para estados e municípios reforçarem suas ações de combate ao Coronavírus. Desse montante, Ribeirão das Neves recebe 2.825.726,04 como fôlego financeiro em caixa para aquisição de materiais e insumos, abertura de leitos, além do custeio de profissionais de saúde, ações e procedimentos, conforme a necessidade local, para enfrentamento específico ao COVID-19.

    De acordo com o Ministério da Saúde, o valor é um adicional ao que os entes federados já recebem para custeio de ações e serviços relacionados à saúde. "Todos os estados e municípios brasileiros foram contemplados e já estão com o valor em conta", disse a pasta, por nota. A portaria foi publicada nesta quinta-feira (9) em edição extra do Diário Oficial da União.

    O valor destinado corresponde a uma parcela mensal do que cada estado ou município já recebe para ações de média e alta complexidade ou atenção primária. Segundo a portaria, municípios que recebem recursos para média e alta complexidade terão direito a uma parcela mensal extra, em igual valor. Os que não recebem, terão direito ao valor repassado para a atenção primária, também em igual quantia.

    Tabela de distribuição dos valores por município - Fonte: Ministério da Saúde
    Readmore
  • Ribeirão das Neves registra 1º caso confirmado de infecção por Coronavírus


    O primeiro caso de Coronavírus registrado em Ribeirão das Neves foi confirmado nesta quarta-feira (1º), conforme boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

    A secretaria ainda não divulgou detalhes sobre o paciente. O RibeiraoDasNeves.net apurou que trata-se de um homem de 34 anos, morador do bairro São José, em Justinópolis, que fez exames no dia 19 de março, e já se encontra recuperado.

    Ainda conforme o boletim desta quarta-feira, o número de casos suspeitos no município chegou a 783, com 33 já descartados por exames.

    Boletim epidemiológico desta quarta-feira

     

    Readmore
  • Ribeirão das Neves registra 48 casos confirmados de infecção por Coronavírus


    O Boletim Epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informa que já são 48 casos confirmados de infecção pelo Coronavírus em Ribeirão das Neves nesta sexta-feira (22), data em que a reabertura do comércio da cidade completa exatamente 1 mês, quando o município registrava apenas 2 casos confirmados. 

    De acordo com a SMS, são ao todo 2.223 casos em acompanhamento, com 429 casos descartados, além da primeira morte por Covid-19 notificada na última sexta-feira (15). 

    Boletim epidemiológico desta sexta-feira

    Nessa quinta-feira (21), a TV Globo mostrou, no jornal MG2, flagrantes de ruas cheias e aglomeração de pessoas, inclusive sem máscaras. O médico Marcos Tadeu Ribeiro, membro do comitê de gerenciamento de crise, disse que o impacto na econômia pesou na reabertura do comércio. "Pensou-se no impacto na cidade, que tem um renda per capita baixa, então (decidiu-se) flexibilizar a abertura do comércio", revelou.

     

    Readmore
  • Ribeirão das Neves registra primeira morte suspeita de infecção por Coronavírus


    Ribeirão das Neves registrou, nesta quinta-feira (2), a primeira morte com suspeita de Coronavírus. Trata-se de um idoso de 65 anos, morador do bairro São Geraldo, que estava internado no Hospital São Judas Tadeu.

    De acordo com o atestado de óbito, a morte do paciente se deu às 18h42 dessa quinta-feira com diagnóstico de "Coronavírus COVID-19".

    A Prefeitura de Ribeirão das Neves informou que o caso é tratado como morte suspeita por Coronavírus e aguarda o resultado dos exames.

    De acordo com a superintendente que cuida dos cemitérios municipais, Eliseu Lourenço, o corpo foi transportado até o Cemitério Senhor da Paz, na região central da cidade, em caixão lacrado e, por orientação da família, não houve velório. "Em nenhum momento nos foi comunicado pela Secretaria, não nos foi fornecido máscaras nem luvas", reclamou o administrador. 

    Em comunicado, a Secretaria Municipal de Saúde afirmou que o paciente deu entrada no Hospital no dia 2 de abril apresentando quadro geral bastante debilitado. Segundo avaliação médica, ele apresentava várias comorbidades, como hipertensão, diabetes e recebia tratamento de hemodiálise, e veio à óbito naquela noite. "Foi lavrada a devida declaração pelo médico de plantão informando como causa da morte: "Corona Vírus Covid-19”. Todavia, até a presente data, não há confirmação laboratorial de que o paciente estivesse infectado. Foi colhido material para exame de Covid-19 e estamos aguardando o resultado", diz o comunicado.

    O secretário municipal de Saúde, Rodrigo Augusto Vieira, que assina o comunicado, lamentou a divulgação da Declaração de Óbito sem prévia autorização. "A divulgação da DO - Declaração de Óbito, sem consentimento da família e/ou sem autorização da autoridade superior é ilegal e a Administração está tomando as devidas providências na apuração de responsabilidades".

    Veja a íntegra do comunicado:

    COMUNICADO OFICIAL

    Circulou hoje (03/04/2020) nas redes sociais, de forma indevida, uma cópia de Declaração de Óbito onde se comprovaria o primeiro falecimento em nossa cidade em função da Covid-19, doença provocada pelo Coronavírus.
    A Secretaria Municipal de Saúde, em face da repercussão do assunto, tem a informar o que se segue:
    01 – A divulgação da DO - Declaração de Óbito, sem consentimento da família e/ou sem autorização da autoridade superior é ilegal e a Administração está tomando as devidas providências na apuração de responsabilidades.
    2 – Paciente do sexo masculino, 64 anos de idade, deu entrada no Hospital São Judas Tadeu no dia 02 de Abril último apresentando quadro geral bastante debilitado.
    3 – Segundo avaliação médica, o paciente apresentava várias comorbidades como hipertensão, diabetes e recebia tratamento de hemodiálise. À noite foi registrado seu óbito.
    4 – Foi lavrada a devida Declaração pelo médico de plantão informando como causa da morte: “Corona Vírus Covid-19”.
    5 – Todavia, até a presente data não há confirmação laboratorial de que o paciente estivesse infectado. Foi colhido material para exame de Covid-19 e estamos aguardando o resultado.

    Lamentamos, em nome da família do falecido, que a situação tenha recebido este grau de exposição e reiteramos que estamos tomando todas as providências na apuração de responsabilidade.
    Ribeirão das Neves, 3 de Abril de 2020
    Rodrigo Augusto Rocha Vieira
    Secretário Municipal de Saúde
    Gestor do SUS Local

    Readmore
  • Ribeirão das Neves registra três óbitos suspeitos de infecção por Coronavírus


    A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) divulgou, nesta quinta-feira (9), boletim epidemiológico no qual constam dois casos confirmados e três mortes suspeita por Coronavírus em Ribeirão das Neves. Ao todo, são 1.235 notificações e 98 casos descartados por exames.

    Em relação à situação dos casos confirmados o município não divulgou o estado de saúde dos pacientes, e, no caso dos óbitos suspeitos, as circustâncias específicas das vítimas.

    Informe epidemiológico desta quinta-feira

    De acordo com a SMS, o isolamento social continua sendo medida fundamental para conter a disseminação da doença.

    Readmore
  • Ribeirão das Neves tem 7 casos suspeitos de contaminação por Coronavírus


    Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil

    A Secretaria de Estado de Saúde divulgou, nesta quinta-feira (19), um boletim epidemiológico sobre o Coronavírus em toda Minas Gerais. De acordo com a pasta, Ribeirão das Neves tem 7 casos suspeitos de contaminação, nenhum até agora confirmado.

    Até o momento, foram notificados 2.273 casos de infecção humana pelo COVID-19, conforme a SES. Destes casos, 104 foram descartados, 2.140 estão em investigação como suspeitos e vinte e nove (29) casos foram confirmados.

    Informe Epidemiológico Coronavírus 19/03/2020 - Secretaria de Estado de Saúde

    Ainda segundo a pasta, foram notificados casos nos municípios de Belo Horizonte (18 casos), Coronel Fabriciano (1), Divinópolis (1), Ipatinga (1), Juiz de Fora (2), Nova Lima (2), Patrocínio (1), Sete Lagoas (1) e Uberlândia (2).

    Nos casos de Belo Horizonte, a transmissão foi do tipo comunitária, que é a incapacidade de relacionar casos confirmados através de cadeias de transmissão para um grande número de casos ou pelo aumento de testes positivos através de amostras. Em Juiz de Fora, a transmissão foi local, ou seja, a identificação do caso suspeito ou confirmado em que a fonte de infecção seja conhecida ou até a 4ª geração de transmissão. Nos demais municípios, são todos casos importados, que são pessoas que se infectaram em outro país.

     

    Readmore
  • Ribeirão das Neves tem dois casos confirmados e uma morte suspeita por Coronavírus


    A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) divulgou, nesta segunda-feira (6), boletim epidemiológico no qual constam dois casos confirmados e uma morte suspeita por Coronavírus em Ribeirão das Neves. Ao todo, são 1050 notificações e 59 casos descartados por exames.

    Em relação à situação dos casos confirmados, o município não divulgou o estado de saúde dos pacientes. A suspeita de óbito é de um idoso de 65 anos, morador do bairro São Geraldo, que estava internado no Hospital São Judas Tadeu com doenças de risco.

    Informe epidemiológico desta segunda-feira

    Durante transmissão ao vivo nas redes sociais, o prefeito Junynho Martins citou as medidas que o município vem adotando no enfrentamento à pandemia. Ele afirmou que os primeiros passos foram a criação de um comitê para dar suporte à Saúde e ao Desenvolvimento Social, as duas pastas mais acionadas neste momento, e o decreto de fechamento dos estabelecimentos comerciais por 15 dias úteis, além da campanha Neves Solidária para arrecadação de cestas básicas.

    Segundo o chefe do Executivo, foram montados 44 leitos isolados para tratar pacientes com Coronavírus no Hospital São Judas Tadeu, e serão criadas, em breve, uma espécia de "hospital campanha" na UPA Justinópolis e na Cidade dos Meninos - essa última com 19 leitos para atender casos da COVID-19 e da dengue. Junynho também disse que será feito um mutirão no antigo Hospital do Câncer, em Justinópolis, para colocá-lo à disposição da população.

    De acordo com a SMS, o isolamento social continua sendo medida fundamental para conter a disseminação da doença.

    Readmore
  • Ribeirão das Neves tem sete casos confirmados de infecção por Coronavírus


    A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) divulgou, nesta segunda-feira (27), boletim epidemiológico no qual constam sete casos confirmados e dois óbitos suspeitos por Coronavírus em Ribeirão das Neves. Ao todo, são 1.815 notificações e 235 casos descartados por exames.

    Em relação à situação dos casos confirmados, o município não divulgou o estado de saúde dos pacientes, tampouco às circunstâncias das mortes suspeitas pelo COVID-19. 

    Informe epidemiológico desta segunda-feira

    Os números desta segunda-feira mostram que o número de casos da doença mais que dobraram em relação ao último boletim, divulgado na sexta-feira passada, passando de apenas 3 casos confirmados para os 7 atuais.  

    Readmore
  • Ribeirão das Neves tem três casos confirmados e três mortes suspeitas por Coronavírus


    A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) divulgou, nesta quinta-feira (23), boletim epidemiológico no qual constam três casos confirmados e três óbitos suspeitos por Coronavírus em Ribeirão das Neves. Ao todo, são 1.643 notificações e 210 casos descartados por exames.

    Em relação à situação dos casos confirmados, o município não divulgou o estado de saúde dos pacientes, tampouco às circunstâncias das mortes suspeitas pelo COVID-19. 

    Informe epidemiológico desta quinta-feira

    A semana foi marcada por decreto do prefeito Junynho Martins (DEM) liberando a reabertura dos estabeledcimentos comerciais e das igrejas e templos depois de semanas de proibição. A Secretaria de Saúde também criou uma espécia de "hospital campanha" na UPA Justinópolis e na Cidade dos Meninos para enfrentamento ao Coronavírus.

     

    Readmore
  • Ribeirão das Neves vai receber quase R$ 37 milhões de socorro emergencial


    O Senado Federal aprovou, nessa quarta-feira (6), o projeto de Lei Complementar (PLP) 39/2020, que cria o Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus para prestar auxílio financeiro de até R$ 125 bilhões a estados e municípios. O objetivo principal é ajudar os entes federativos no combate à pandemia da Covid-19.

    De acordo com o PL, Ribeirão das Neves receberá R$ 36.857.067,91 pelo programa. Segundo o texto, o valor, que inclui repasses diretos e suspensão de dívidas, foi rateado em função da arrecadação, da população, da cota no Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

    O texto, que segue para sanção do presidente Jair Bolsonaro, é praticamente o mesmo que já havia sido aprovado pelos senadores no sábado (2), mas que tinha sido modificado pela Câmara dos Deputados.

    Em nota, a Prefeitura de Ribeirão das Neves, através das Secretarias de Administração e de Fazenda, informou que a previsão de queda da arrecadação com a pandemia do Covid-19 gira em torno de 30 a 40%, segundo cenários avaliados. "A Prefeitura destaca que os recursos ainda não chegaram aos cofres municipais e que por enquanto é apenas uma previsão. Para enfrentar o contexto da crise, a administração está trabalhando com corte de gastos para atender a realidade existente nos dias atuais", informou.

    Além dos repasses, estados e municípios serão beneficiados com a liberação de R$ 49 bilhões através da suspensão e renegociação de dívidas com a União e com bancos públicos e de outros R$ 10,6 bilhões pela renegociação de empréstimos com organismos internacionais, que têm aval da União.  Os municípios serão beneficiados, ainda, com a suspensão do pagamento de dívidas previdenciárias que venceriam até o final do ano, representando um alívio de R$ 5,6 bilhões nas contas das prefeituras.

    No início da Abril, o Ministério da Saúde já havia liberado R$ 2,8 milhões extras para reforçar as ações de combate ao Coronavírus. 

      

    Com informações da Agência Senado.

    Readmore
  • Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública abre seleção com vagas em Ribeirão das Neves


    A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) de Minas Gerais divulgou edital de chamamento público emergencial com 534 vagas de níveis técnico e superior.

    A seleção é designada as funções de médico (137), enfermeiro (127) e técnico de enfermagem (270) para atuação temporária e imediata em unidades prisionais e socioeducativas em combate à pandemia do Coronavírus. Em Ribeirão das Neves, existem 1 vaga para enfermeiro e 2 para técnico de enfermagem no Centro Socioeducativo de Justinópolis e 5 vagas para médico nas unidades prisionais instaladas no município

    As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas entre 28 de abril e 5 de maio exclusivamente pelo site seguranca.mg.gov.br.

    A seleção será feita por análise de títulos e currículo para somatório de pontuação por experiência profissional. O candidato convocado para assinatura do contrato deverá se submeter a exame médico pré-admissional para avaliação das condições de saúde física e mental para exercício da função.

    O edital do processo de seleção está disponível no site da Sejusp.

    Readmore
  • Sobe para 80 o número de casos suspeitos de Coronavírus em Ribeirão das Neves


    Nesta segunda-feira (23), Ribeirão das Neves chegou à marca de 80 casos suspeitos de Coronavírus. O número foi revelado pelo médico Ailton Alves, especialista em pneumologia sanitária no município, durante transmissão ao vivo nas redes sociais da Prefeitura de Ribeirão das Neves.

    De acordo com o médico, nenhum das situações foi confirmada até o momento. "Não temos casos confirmados ainda em Ribeirão das Neves. Temos cerca de 80 suspeitos", disse.

    Dr. Ailton também reforçou o pedido para que as pessoas mantenham, na medida do possível, o isolamento social e, caso apresentem os sintomas da doença, só procurem as unidades de saúde nos casos graves.

    Números

    No Brasil, o total de casos confirmados subiu para 1.891, segundo balanço do Ministério da Saúde. O número de mortes também aumentou para 34 mortes. Em Minas Gerais, foram notificados 8.149 casos de infecção humana - destes casos, 7.766 estão em investigação como suspeitos e 128 casos foram confirmados.

    Readmore
  • Teste de Coronavírus de jovem alemã atendida no São Judas Tadeu tem resultado negativo


    O teste de Coronavírus feito pela jovem alemã em intercâmbio em Ribeirão das Neves teve resultado negativo. O exame foi realizado pela Fundação Ezequiel Dias (Funed), em Belo Horizonte.

    A informação foi divulgada pelo vereador Messias Veríssimo (PT) nesta terça-feira (17) durante reunião na Câmara Municipal. "Não há nada de detectado de coronavírus na jovem", disse o parlamentar. Membros do 1º escalão da Prefeitura também confirmaram, em off, a informação.

    A paciente deu entrada na última quinta-feira (12) no Hospital São Judas Tadeu com suspeita de infecção pelo Coronavírus. Ela veio da Alemanha para participar de um trabalho numa ONG, no bairro Santinho.

    A Secretaria Municipal de Saúde reforça a importância de medidas preventivas simples de higiene das mãos com água e sabão várias vezes ao dia, evitando o contato das mãos com os olhos, boca e nariz, o uso de lenço descartável para espirrar ou tossir e evitar locais aglomerados e sem ventilação.

    Readmore
  • TRE-MG suspende atendimento presencial ao eleitor e agendamento até o dia 31 de março


    O Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) vai suspender o atendimento presencial ao público em geral em todos os cartórios, centrais e postos de atendimento em Minas Gerais. A medida entra em vigor na quarta-feira (18) e valerá até o dia 31 de março, com possibilidade de prorrogação.

    A decisão foi tomada para preservar a saúde e segurança de servidores e eleitores, diante da preocupação com os riscos de transmissão do Coronavírus. O Tribunal continuará acompanhando as informações oficiais sobre o vírus e as recomendações das organizações de saúde para avaliar a retomada dos serviços.

    O sistema de agendamento de atendimentos no site do Tribunal também ficará indisponível até o dia 31 de março. Os eleitores que tinham atendimento agendado nesse período serão comunicados sobre o cancelamento de seus horários e devem aguardar a liberação do sistema para fazer um novo agendamento. O Disque-Eleitor (telefone 148) funciona, para orientar os cidadãos que tiverem alguma dúvida, de  segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

    O atendimento a advogados e partidos políticos deverá ser feito, preliminarmente, por telefone ou de forma virtual, nos canais já identificados no site do TRE. Havendo necessidade, será agendado atendimento presencial.

    Readmore
  • Veja a movimentação nas ruas de Ribeirão das Neves antes e depois da reabertura do comércio


    A TV Globo Minas fez, nas últimas semanas, duas reportagens mostrando o movimento do comério em Ribeirão das Neves durante o decreto de restrição de funcionamento aos estabelecimentos da cidade, em função do Coronavírus, e depois do decreto que flexibilizou as exigências para abertura das portas.

    Na 1ª reportagem, em 16 de abril, ainda durante a vigência da suspensão de funcionamento, as imagens mostram pouco movimento e pouca aglomeração de pessoas nas ruas. Com o novo decreto de retorno às atividades, válido desde 22 de abril, a emissora fez a 2ª reportagem, no dia 6 de maio, mostrando a intensa movimentação de munícipes nos mesmos pontos.

    Veja e compare as imagens abaixo:

    Reprodução / TV Globo Minas
    Reprodução / TV Globo Minas

    As reportagens estão disponíveis aqui1 e aqui2.

    Readmore
  • Veja onde estão concentrados os casos confirmados de Coronavírus em Ribeirão das Neves


    Conforme levantamento da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) dessa terça-feira (28), Ribeirão das Neves tem 1.885 casos notificados de infecção pelo Coronavírus, 248 descartados e 7 casos confirmados. O RibeiraoDasNeves.net fez um levantamento, junto à pasta, para saber onde estão concentrados os diagnósticos que resultaram em testagem positiva para o COVID-19.

    De acordo com a SMS, dos 7 casos confirmados, 4 estão no Distrito do Veneza, 2 em Justinópolis e 1 na região Central. Nos casos de Justinópolis, os dois registros são dos bairros Eliane e São José. Em relação ao distrito do Veneza e à região Central, a pasta não detalhou os bairros das ocorrências.

    Veja, no mapa, a distribuição de casos confirmados para o COVID-19 em Ribeirão das Neves:

     

    Nota: tão logo a SMS atualize as informações sobre os casos mais recentes, o RibeiraoDasNeves.net irá atualizar o mapa de casos confirmados por COVID-19

    Readmore
  • Vereadores solicitam prorrogação do prazo para pagamento do IPTU 2020 em função do Coronavírus


    Os vereadores aprovaram, nesta terça-feira (24), requerimento solicitando ao Poder Executivo que seja prorrogado prazo inicial para pagamento do IPTU 2020 sem encargos aos contribuintes.

    De acordo com o vereador Pastor Edson (DEM), autor do requerimento, o pedido se justifica em função da situação de pandemia do Coronavírus em nosso país, que "poderá levar muitos munícipes a não poder arcar com pagamento deste imposto sem projudicar seu sustento e de sua família", disse o vereador.

    Neste ano, o prefeito Junynho Martins (PSC) editou decreto estipulando os prazos para pagamento do IPTU com vencimento mais cedo do que de costume, a partir do mês de abril - nos três primeiros anos desta gestão, o imposto venceu apenas em junho. Os carnês, inclusive, já começaram a chegar na residência dos contribuintes.

    Em nota, a Prefeitura de Ribeirão das Neves, por meio da Secretaria Municipal de Fazenda, informou que irá reavaliar a situação da pandemia no dia 31 de março para tratar do assunto, tendo em vista que o vencimento da 1ª parcela e da cota única vence no dia 15 de abril.

    Readmore

Casos em acompanhamento: 2.134

Casos descartados: 402

Casos confirmados: 38

Óbitos confirmados p/ Covid-19: 1

Fonte: Secretaria Municipal de Saúde de
Ribeirão das Neves 
Última atualização: 20/05/2020