All for Joomla All for Webmasters

Coronavírus

  • 'A partir de amanhã, Ribeirão das Neves passa a funcionar apenas o comércio essencial', diz prefeito Junynho


    O prefeito Junynho Martins (DEM) declarou, em entrevista coletiva nesta segunda-feira (29), que no próximo decreto de enfrentamento ao coronavírus, com validade a partir desta terça-feira (30), apenas o comércio essencial poderá funcionar no município.

    De acordo com o chefe do Executivo nevense, a medida visa seguir os municípios da Região Metropolitana, como Belo Horizonte, Contagem e Betim. "Estamos seguindo de volta para a fase de controle. A partir de amanhã, Ribeirão das Neves passa a funcionar apenas o comércio essencial", disse Junynho.

    Ainda segundo o prefeito, a medida é uma precaução face a nova previsão do pico da pandemia. "É importante esse retrocesso agora, pois segundo especialistas, o pico da pandemia será por volta do dia 15 de julho", reforçou.

    Junynho também afirmou que esteve reunido na semana passada com representantes do Governo do Estado para cobrar auxílio na questão da disseminação da doença junto aos detentos do munícipio e que as empresas de transporte públicos foram notificadas para melhorar a qualidade no atendimento e também os horários ao cidadão nevense.

    A íntegra do decreto está disponível no site da Prefeitura de Ribeirão das Neves

     

    Readmore
  • 'A partir de quarta-feira, o comércio vai voltar a funcionar', diz prefeito Junynho Martins


    O prefeito Junynho Martins (DEM) anunciou, nesta segunda-feira (20), durante transmissão ao vivo nas redes sociais, a assinatura de novo decreto autorizando a volta do funcionamento dos estabelecimentos comerciais e dos templos religiosos em Ribeirão das Neves a partir da próxima quarta-feira, dia 22 de abril.

    "De forma ordeira e pensada, a partir de quarta-feira, o comércio vai voltar a funcionar", disse o chefe do Poder Executivo nevense. "(Quero) pedir muita atenção e cautela (aos comerciantes), teremos 100 pessoas do governo fiscalizando", ressaltou Junynho.

    Segundo o prefeito, o decreto, que ainda será publicado, vai exigir o uso de máscaras e álcool em gel dos colaboradores do comércio e que se evite aglomerações. Os clientes também só poderão adentrar nos estabelecimentos com o uso da máscara.

    Ainda de acordo com Junynho, uma reunião nesta segunda-feira com lideranças religiosas também selou acordo para que as mesmas regras fossem aplicadas aos templos. "Igrejas vão voltar de forma gradativa, com uso obrigatório de máscara", revelou.

    Decretos

    O novo decreto substitui os últimos atos do prefeito Junynho Martins que suspendiam o funcionamento de estabelecimentos comerciais não essenciais no combate ao Coronavírus. O uso massivo de máscaras para o enfrentamento ao COVID-19 continua em vigor.

    Readmore
  • 'Eu prefiro ver um empresário falido do que um amigo falecido', diz prefeito Junynho Martins


    O prefeito Junynho Martins (DEM) participou, nesta quarta-feira (17), do programa Alerta Super, na Rádio Super, para falar sobre o avanço do coronavírus em Ribeirão das Neves e o novo decreto municipal fechando parte das atividades do comércio nevense.

    O chefe do Executivo nevense disse que o decreto veio da onda crescente número de contaminados pela Covid-19. "Esse novo decreto deu um passo atrás, bem pareceido com o (decreto) de Belo Horizonte. Tava tendo muita fila nas portas do comércio, nas agências bancárias. Eu tive que fechar as praças da cidade e extendi o horário (de funcionamento) dos comércios (autorizados a abrir)", declarou.

    Junynho também justificou o fechamento de alguns ramos de atividade comercial. "Segundo os médicos, nas lojas de calçados, roupas e academiaa, a contaminação é muito grande", destacou. Apesar das críticas, o prefeito declarou que a vida é mais importante que o comércio. "Eu prefiro ver um empresário falido do que um amigo falecido", disse o prefeito.

    O último boletim epidemiológico dessa terça-feira (16) aponta que o município tem 265 casos confirmados e 8 óbitos registrados em decorrência do coronavírus.

    Readmore
  • 'Se os comércios continuarem com aglomeração de pessoas, vamos ter que voltar atrás', diz prefeito


    Duas semanas após publicação do decreto permitindo a volta da abertura do comércio durante a pandemia do Coronavírus, o prefeito Junynho Martins (DEM) afirmou, durante transmissão ao vivo pela internet nessa segunda-feira (4), que poderá voltar atrás caso os estabelecimentos continuem a infrigir a regulamentação de funcionamento.

    "Não é minha vontade ter que revogar o decreto, mas se algumas pessoas insistirem em não usar a máscara, se alguns comércios como bar, agências bancárias continuarem com aglomeração de pessoas, infelizmente nós vamos ter que voltar atrás", disse o prefeito. " O decreto continua valendo, mas (se não mudar) nós vamos ter que cassar o alvará e revogar o decreto", explicou.

    Nos últimos dias, foram vários os flagrantes de bares com grande acumulo de pessoas sem o distanciamento mínimo e enormes filas em agências bancárias e lotéricas sem a devida organização para evitar a proliferação do vírus.

    Junynho também afirmou, na ocasião, que está providenciado a compra de 15 respiradores artificiais para equipar as unidades de saúde do município no enfrentamento ao Coronavírus.

    Readmore
  • Academias, bares e autoescolas vão voltar a funcionar em Ribeirão das Neves


    A partir desta quarta-feira (26), academias, bares e autoescolas vão poder voltar funcionar em Ribeirão das Neves. A medida de flexibilização da abertura do comércio foi publicada por decreto no Diário Oficial dos Municípios Mineiros (DOMM), dentro da Onda Vermelha e da Onda Amarela do Plano Minas Consciente, do Governo de Minas Gerais.

    De acordo com a Prefeitura de Ribeirão das Neves, os bares, restaurantes e lanchonetes poderão funcionar de segunda à sexta, das 11h às 22h, com atendimento e consumo no interior dos estabelecimentos.

    Aos finais de semana, eles só poderão funcionar para retirada no balcão ou entrega em domicílio. O consumo de bebida alcoólica dentro destes estabelecimentos continua proibido.

    Já as academias e outros locais de prática de atividades físicas poderão funcionar sem restrição de horário, mas o atendimento deverá ser feito por agendamento, para evitar aglomerações. Ao todo, Ribeirão das Neves possui 50 academias de ginástica.

    Atividades já liberadas na cidade, de acordo com o Decreto 093/2020:

    Comércio varejista/atacadista: de 11h às 19h;
    Cabeleireiros e similares: entre 11h e 20h, e aos sábados entre 9h e 17h;
    Atividades no formato drive-in: de segunda-feira a sábado, de 11h às 19h;
    Academias: sem restrição de horário, com atendimento feito por agendamento;
    Autoescolas: sem restrição de horário, com atendimento feito por agendamento.

    Readmore
  • Após liminar da Justiça, Ribeirão das Neves opta por aderir ao programa 'Minas Consciente'


    A partir da próxima segunda-feira (20), Ribeirão das Neves passa a integrar o "Minas Consciente", plano do Governo do Estado destinado a orientar a retomada segura das atividades econômicas com ondas de flexibilização das medidas de isolamento social em cada município.

    A decisão, conforme a Prefeitura de Ribeirão das Neves, se deu a partir de deliberação do Comitê Gestor do Plano de Prevenção e Contingenciamento em Saúde do Covid-19 do município. "Após analisar as informações e o contexto do histórico do coronavírus no município, (o comitê) sugeriu a adesão do município ao Minas Consciente", disse a administração municipal, em nota.

    A decisão acontece uma semana após o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) ter determinado liminarmente que os municípios que não aderiram ao programa cumprissem normas de distanciamento social e permitissem apenas o funcionamento de serviços essenciais. Na última segunda-feira (13), o prefeito Junynho Martins (DEM) havia declarado que a Granbel estava avaliando a possibilidade de uma ação conjunta dos municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte para derrubar a liminar.

    Como Ribeirão das Neves está vivenciando a fase de controle desde 29 de junho, quando foi publicado o Decreto nº 074/2020 que estabelecia a liberação da abertura do comércio apenas para os itens considerados essenciais, além da obrigatoriedade do uso de máscara, álcool gel 70%, isolamento social, nesse momento a adesão não tem nenhum impacto significativo, ou seja, as medidas sanitárias e a restrição do comércio continuam na mesma linha.

    O protocolo do Minas Consciente está disponível aqui.

    Readmore
  • Belo Horizonte vai instalar barreiras sanitárias a partir da próxima semana, diz Kalil


    O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), anunciou, nesta segunda-feira (11), a criação de 13 barreiras sanitárias para quem quiser entrar na capital mineira. Segundo o mandatário, ônibus e carros serão parados nos acessos de BH para verificação sanitária a partir da próxima semana.

    O chefe do Executivo belorizontino disse que espera contar com a colaboração da população para que sejam evitadas medidas mais drásticas nos próximos dias. "O povo vai determinar a abertura ou determinar o lockdown (confimamento, em tradução livre) de Belo Horizonte", disse Kalil.

    A medida acontece após uma série de denúncias de exageros em cidades limítrofes à capital, como Ribeirão das Neves e Nova Lima, que tiveram episódios recentes de aglomeração em centros comerciais e em bares e restaurantes, respectivamente.

    Readmore
  • Câmara aprova empréstimo de R$ 28 milhões à Prefeitura e reajuste de servidores municipais


    A Câmara Municipal aprovou, nesta terça-feira (24), em 2º turno, a autorização à Prefeitura para contratar novo empréstimo no valor de R$ 28 milhões a serem aplicados na infraestrutura e o reajuste de 6% aos servidores públicos do município.

    Na votação do empréstimo de R$ 28 milhões, apenas o vereador Vanderlei Delei votou contra - os demais parlamentares aprovaram o Projeto de Lei, com exceção de Carlinhos Figueiredo, preso desde o início do mês durante operação contra rede de jogos ilegais.

    Delei voltou a críticar o mau uso do dinheiro público pelo governo Junynho Martins (PSC). "É uma incoerência, uma contradição de um governo que não administra bem o recurso próprio, tá sendo investigado por desvio de milhões de reais e agora vem endividar a nossa cidade", disse.

    No início da reunião, foi lido um ofício do secretário municipal de Planejamento e Urbanismo, Leonardo Martins, informando que parte dos recursos seriam destinados à Saúde, incluindo parte ao combate do COVID-19. O valor propriamente dito a ser aplicado na pasta, no entanto, não foi informado.

    Já na votação do reajuste de 6% aos servidores, o Projeto de Lei acabou sendo aprovado por unanimidade entre os presentes.

    Agora, as duas matérias seguem para sanção do prefeito Junynho Martins (PSC).

    Máscaras

    A reunião desta terça-feira na Câmara foi marcada pelo uso coletivo de máscaras para tentar conter o Coronavírus. 

    Foto: Reprodução / Facebook

     

    Readmore
  • Câmara Municipal suspende participação do público nas reuniões plenárias até o fim de março


    A Câmara Municipal de Ribeirão das Neves editou portaria com medidas preventivas à contaminação e propagação do Coronavírus. A principal delas é a suspensão da participação do público nas reuniões plenárias a partir desta terça-feira (17) até 31 de março.

    Conforme o texto da portaria, a medida poderá ser prorrogada até diminuição do pico de contaminação do novo vírus. Como alternativa, as transmissões ao vivo das reuniões continuarão a ser feitas pelas redes sociais.

    De acordo com o vereador Weberson Diretor (PSC), 1º secretário da Câmara, ainda nesta terça-feira os parlamentares vão estudar novas medidas preventivas de enfrentamento ao Coronavírus.

    Na pauta da Câmara estão tramitando projetos importantes para município, como o reajuste de salário do funcionalismo municipal e a autorização à Prefeitura para contrair novo empréstimo no valor de R$ 28 milhões.

    Readmore
  • Casos de síndrome respiratória é quase cinco vezes maior que no ano passado em Ribeirão das Neves


    O número de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) está 464% maior em Ribeirão das Neves neste ano em relação ao mesmo período de 2019. A informação foi revelada nessa segunda-feira (29) pelo Dr. Ailton Alves, durante coletiva de imprensa para apresentação do novo decreto municipal para enfrentamento ao coronavírus.

    De acordo com o médico pneumologia, que é membro do comitê gestor do Covid-19, este ano o município já registrou 401 internações de SRAG. Em 2019, o número registrado no mesmo período foi de 71 casos. "São pacientes graves, que foram hospitalizados com falta de ar, com bastante comprometimento (dos pulmões)", revelou o médico. 

    Os casos de SRAG são um indicativo importante para medir a subnotificação de casos de Covid-19, uma vez que a dificuldade respiratória dos pacientes é uma condição que pode ser causada pelo coronavírus.

     

     

    Readmore
  • Casos suspeitos de Coronavírus chega próximo à marca de 1 mil em Ribeirão das Neves


    O número de casos suspeitos de Coronavírus em Ribeirão das Neves a 994 nesta sexta-feira (3), de acordo com informe epidemiológico da Prefeitura.

    Segundo a administração municipal, 45 casos já foram descartados e, até agora, apenas 1 confirmado na contabilidade feita pelo município.

    Informe epidemiológico desta sexta-feira
     

    Nesta sexta-feira, também foi registrada a primeira suspeita de óbito devido ao Coronavírus. Um idoso de 65 anos, morador do bairro São Geraldo, que estava internado no Hospital São Judas Tadeu com doenças de risco. A Secretaria Municipal de Saúde, no entando, afirmou que ainda não houve confirmação por exames neste caso.

    Readmore
  • Casos suspeitos de infecção pelo Coronavírus chegam a 147 em Ribeirão das Neves


    O número de casos suspeitos de Coronavírus em Ribeirão das Neves chegou a 147 nesta terça-feira (24), de acordo com informe epidemiológico da Prefeitura.

    Conforme a administração municipal, 140 casos estão em investigação e 7 já foram descartados. "Não possuímos casos confirmados de infectados pelo coronavírus em nossa cidade", diz o documento.

    Informe epidemiológico desta terça-feira

    Até agora, o Ministério da Saúde, em seu mais recente balanço, já identificou 46 mortes em decorrência do COVID-19 dentro de 2.201 casos confirmados. Em Minas Gerais são 11.832 casos suspeitos, sem nenhuma confirmação de mortes por causa da doença, segundo a Secretaria de Estado de Saúde.

    Readmore
  • CDL Neves solicita à Prefeitura flexibilização da abertura do comércio no município


    A Câmara de Dirigentes Lojistas de Ribeirão das Neves (CDL Neves) protocolou, nesta quarta-feira (8), na Prefeitura, sugestão de alternativas para a abertura do comércio da cidade. O documento foi repassado à administração municipal pelo presidente da entidade, Carlos Antônio Corrêa.

    Para a CDL Neves, o fechamento do comércio gera "consequências irreversíveis a médio e curto prazo, com a falência das empresas, demissão de mais trabalhadores e estagnação econômica"

    A entidade sugeriu ao Executivo nevense duas possibilidades, ambas separando as atividades de indústria, serviços e comércio (veja no ofício abaixo).

    Durante a pandemia do coronavírus, segundo a entidade, as atividades comerciais praticamente cessaram seus trabalhos, suspendendo a dinâmica mais importante em qualquer economia. "Decretos publicados anteriormente apresentaram flexibilizações de alguns setores a retornarem gradativamente com suas atividades considerando medidas preventivas, mas muitos dos nossos setores - grande fração de nossos associados - permanecem fechados para o atendimento ao público".

    A entidade alega ainda que o comércio é o setor que menos gera aglomerações, ao contrário dos bancos e do transporte público que, em grande parte do período da pandemia, estiveram superlotados.

    Veja, na íntegra, o ofício entregue à Prefeitura de Ribeirão das Neves.

    Readmore
  • CDL Neves vê restrição do comércio com preocupação; empresários se mostram insatisfeitos


    A Câmara de Dirigentes Lojistas de Ribeirão das Neves (CDL Neves) se pronunciou, nesta quarta-feira (1º), em relação aos decretos municipais que restringem o funcionamento dos estabelecimentos comerciais em Ribeirão das Neves. No último decreto, em vigor desde terça-feira (30), a Prefeitura ordenou a regressão para a fase de controle, onde estão autorizados a funcionar apenas os estabelecimentos que comercializam serviços e produtos considerados essenciais.

    De acordo com Carlos Antônio Corrêa, presidente da CDL Neves, a entidade recebeu com grande preocupação a notícia da regressão de fase de abertura do comércio por entender que as empresas ainda não conseguiram se recuperar financeiramente de outros decretos de fechamento e lutam para manter o funcionamento a continuidade de suas atividades e os postos de trabalhos.

    "É preocupante que várias empresas já estão fechando e outros setores que ficarão fechados por mais 15 dias vão ter uma queda expressiva no faturamento. O setor de comércio e serviços responde por 85% dos empregos na nossa cidade", disse Carlos Antônio.

    Segundo o presidente da entidade, a CDL tem feito ações para que as empresas consigam ficar de pé nesse período. "Nesta semana começamos a operar juntamente com o BDMG o PRONAMPE, cujas linhas de financiamento possuem juros nunca vistos e operados no Brasil", revelou.

    A CDL esclareceu ainda que, mesmo discordando da decisão tomada pela Prefeitura, não existe qualquer orientação da entidade para que seus associados desrespeitem o decreto que determinou o novo fechamento.

    Comerciantes também reclamam

    Os decretos têm incomodado os comerciantes que atuam na cidade. Muitos questionam a diferença de tratamento entre grandes e pequenos empresários, como Roberto Barcelos, que atua no setor de roupas e calçados há décadas. "As pessoas não entram em contato com o vírus apenas nos pequenos comércios. Assim como o consumidor entra em contato com uma blusa ou uma calça na loja de roupas, ele toca vários produtos no supermercado, por exemplo, e coloca de volta alguns itens para a prateleira", comparou.

    Para o empresário, a solução passa por conscientizar a população, e não por penalizar os pequenos. "Há 15 dias foi feito o decreto proibindo calçados e roupas, e não resolveu nada. Se fechar comércio adiantasse, Belo Horizonte, que está ‘fechada’ há 100 dias, já teria resolvido o problema”. Roberto também cobrou da própria CDL uma atitude mais enérgica na defesa dos interesses do pequeno comerciante. “Não é só os pequenos que tem que pagar a conta. Se for pra fechar, fecha pra todos. A CDL tem que sair do muro e ficar do lado do comerciante", finalizou.

    Quem também se manifestou foi Leandro Gomes, empresário que atua na região do Veneza. Ele também afirma que o comércio em geral vem sofrendo muito com a pandemia. "Desde o início dessa fase eu já precisei demitir funcionários, renegociar dívidas e aluguel, dentre outras coisas, mas chega uma hora que ninguém consegue mais ter fôlego", destacou.

    Leandro também apontou o que considera o maior incômodo da classe com a condução do enfrentamento ao coronavírus no município. "O grande problema que eu percebi foi a falta de critério claro e diálogo que não temos com a prefeitura, tem decreto que abriu quase tudo e deixou poucos de fora e a explicação não convence, é muito subjetivo essa questão de o que é essencial, precisamos entender que essencial é aquilo de onde você tira o sustento de sua família e que você sobrevive", finalizou.

     

    Readmore
  • Chega a 140 casos confirmados de Coronavírus em Ribeirão das Neves; veja evolução semanal


    O Boletim Epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) desta sexta-feira (5) informa que já são 140 casos confirmados de infecção pelo Coronavírus em Ribeirão das Neves. O número é 65% maior que os 85 registrados no informe da sexta-feira da semana passada. 

    O número de mortes também aumentou consideravalmente nos últimos sete dias. Na semana anterior, eram 2 óbitos registrados, agora já são 6 vidas perdidas em função da Covid-19. A SMS não divulga mais os detalhes sobre as vítimas, como, por exemplo, a pré-existência de doenças nos pacientes.

    Confira a evolução dos casos confirmados e dos óbitos confirmados pela Secretaria com destaque para os marcos de edição dos decretos pela Prefeitura. Os dados estão atualizados desde o último informe, no dia 5 de junho. Veja:

    Arte: RibeiraoDasNeves.net

     

    Ainda de acordo com a SMS, são ao todo 2.772 casos em acompanhamento, sendo 588 descartados neste boletim epidemiológico.

     

    Boletim epidemiológico desta sexta-feira

     

     

    Readmore
  • Chega a 18 o número de casos confirmados de infecção pelo Coronavírus em Ribeirão das Neves


    O Boletim Epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) desta sexta-feira (8) informa que já são 18 casos confirmados de infecção pelo Coronavírus em Ribeirão das Neves. O número dobrou em relação ao último boletim da semana passada, quando foram registrados 9 casos que testagem positiva para o COVID-19.

    Ainda segundo a SMS, o número de casos notificados chegou a 2.215, enquanto o de descartados somam 321. Em relação aos óbitos, o município continua sem nenhum caso confirmado: são 3 mortes em investigação e 5 descartadas para o Coronavírus.

    Boletim epidemiológico desta sexta-feira

    A boa notícia é que, dos 18 casos confirmados, 11 pacientes já se encontram recuperados, segundo a Secretaria. No entanto, o número de pessoas circulando nas ruas tem chamado a atenção, e a Prefeitura promete reavalir, na próxima segunda-feira, o decreto que liberou a retomada do comércio.

    Readmore
  • Chega a 250 casos confirmados e 7 óbitos relacionados ao coronavírus em Ribeirão das Neves


    O Boletim Epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) desta segunda-feira (15) informa que já são 250 casos confirmados de infecção pelo coronavírus e 7 óbitos relacionados à doença em Ribeirão das Neves. 

    Em relação ao último boletim, foram 30 novos casos confirmados e 1 novo óbito registrado. A SMS não divulga mais os detalhes sobre as vítimas, como, por exemplo, a pré-existência de doenças nos pacientes. 

    Nesta segunda-feira, durante transmissão ao vivo pela internet, o prefeito Junynho Martins (DEM) explicou que o aumento expressivo do número de casos motivou a edição de um decreto com maior restrição. "Estou convocando (a cidade) a seguir os protocolos. Se o número de casos continuar subindo, podemos fechar tudo e manter apenas o essencial aberto", afirmou o chefe do Executivo nevense. 

    Ainda de acordo com a SMS, são ao todo 3.147 casos em acompanhamento, sendo 588 descartados neste boletim epidemiológico.

    Boletim epidemiológico desta segunda-feira

     

     

    Readmore
  • Chega a 30 o número de casos confirmados de infecção pelo Coronavírus em Ribeirão das Neves


    O Boletim Epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) desta segunda-feira (18) informa que já são 30 casos confirmados de infecção pelo Coronavírus em Ribeirão das Neves. O número vem crescendo de forma mais rápida nas últimas semanas.

    Neste boletim, a SMS não trata mais de casos notificados, e sim em casos em acompanhamento, sendo ao todo 2.058, com  384 casos descartados. Além da primeira morte por Covid-19 notificada na última sexta-feira (15), neste boletim não houve menção a possíveis mortes em investigação pelo Coronavírus. 

    Boletim epidemiológico desta segunda-feira
     

    Nessa segunda-feira (18), durante transmissão ao vivo pela internet, o prefeito Junynho Martins (DEM) afirmou que ele e sua equipe estão revisando o último decreto que obrigou o uso de máscaras e restringiu o funcionamento do comércio, e que um novo decreto deve ser editado até quarta-feira (20) com novas orientações à população no enfrentamento ao Coronavírus. 

    Readmore
  • Chega a 40 o número de óbitos relacionados ao coronavírus em Ribeirão das Neves


    O Boletim Epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) desta segunda-feira (20) informa que já são 40 óbitos confirmados em decorrência do coronavírus em Ribeirão das Neves. Em relação à última semana, o número de mortes cresceu 53%, quando eram registrados 26 óbitos no dia 13 de julho.

    O número de casos confirmados também cresceu bastante, chegando à marca de 1.660 confirmações, sendo 1.387 no município de maneira geral e 273 nos presídios. O número de casos suspeitos está em 7.476 e o de casos curados está em 1.047, segundo a SMS.

    Nesta segunda-feira, o município passou a integrar o "Minas Consciente", plano do Governo do Estado destinado a orientar a retomada segura das atividades econômicas com ondas de flexibilização das medidas de isolamento social em cada município. Agora, a Prefeitura depende da decisão do Governo de Minas para reabrir o comércio.

    .

    Boletim epidemiológico desta segunda-feira

     

     

    Readmore
  • Com cesta verde incluída, Secretaria de Educação inicia a distribuição do Merenda Voucher pelo 3º mês


    A Secretaria Municipal de Educação iniciou, nessa semana, a terceira etapa do programa Merenda Voucher. Além da cesta básica, as famílias com alunos cadastrados na rede municipal de ensino vão receber um kit com frutas e legumes adquiridos na agricultura familiar do município.

    De acordo com a pasta, a distribuição do mês de junho será escalonada da seguinte forma: a partir do dia 17 na região de Justinópolis; dia 19 na região Central; e a partir do dia 23 no Distrito do Veneza. A programação completa está disponível no site da Prefeitura

    Ainda segundo a SMED, o objetivo é garantir a segurança alimentar dos alunos durante a pandemia do coronavírus e auxiliar a economia local por meio da aquisição de alimentos da economia familiar.

    As contratações da cesta básica e da cesta verde foram feitas com dispensa de licitação junto ao Supermercados BH e à Associação dos Agricultores e Agricultoras de Ribeirão das Neves, respectivamente. No caso do supermercado, a Prefeitura celebrou termo aditivo para contemplar a terceira etapa da entrega de cestas básicas, uma vez que no contrato inicial havia previsão de entrega por dois meses.

    Readmore
  • Comerciantes de Ribeirão das Neves protestam contra fechamento por causa da pandemia


    Comerciantes nevenses fizeram, nesta segunda-feira (6), uma manifestação contra o decreto municipal que permite o funcionamento apenas de estabelecimentos considerados essenciais.

    A categoria se concentrou no bairro Veneza e seguiu rumo à sede da Prefeitura com um pequeno trio elétrico, portando cartazes com pedidos de "socorro" e mostrando a vontade de trabalhar. O grupo também pediu a redução de impostos mnunicipais.

    Ao fim do deslocamento, os manifestantes entoaram gritos de "queremos trabalhar" na porta do gabinete do prefeito Junynho Martins (DEM) cobrando do chefe do Executivo a volta da abertura do comércio.

    Desde o dia 13 de junho, os decretos municipais de combate ao coronavírus têm restringindo o funcionamento do comércio. Na última semana, nova determinação exigiu que apenas os serviços considerados essenciais abram as portas.

    Readmore
  • Confira a evolução dos casos confirmados de coronavírus em Ribeirão das Neves


    Ribeirão das Neves registrou o primeiro caso do Coronavírus no dia 1º de abril. Durante esse mês, foram poucos e espaçados os casos notificados com a confirmação da Covid-19. Em 30 de abril, o município registrava 9 casos, uma média de uma notificação a cada 3 dias.

    Com a chegada do mês de maio, os casos dispararam. No dia 15, já eram 28 casos confirmados - nessa data, também foi notificado o 1º óbito relacionado com a doença, um idoso de 65 anos. No último boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde no mês passado, os casos confirmados já somavam 85, ocasião em que também foi confirmado a 2ª morte envolvendo o vírus - uma idosa de 79 anos.

    Se, por um lado, o número de infectados - e óbitos - parece baixo se comparados ao número de 335 mil habitantes (números oficiais do IBGE), a evolução dos casos preocupa. Uma médica que se encontra na linha de frente do combate à Covid-19 afirmou que em todo Estado existe subnotificação e que o pior está por vir. "Vai aumentar. O pico (está previsto) entre 30 e 60 dias", declarou a profissional.

    Em Ribeirão das Neves, o enfrentamento da disseminação do Coronavírus tem sido feito com a tentativa de isolamento social. O prefeito Junynho Martins (DEM) já editou quatro decretos com relação ao funcionamento dos estabelecimentos comerciais para evitar a aglomeração de pessoas nas ruas.

    No dia 20 de março, quando o município ainda não havia registrado nenhum caso, o chefe do Executivo nevense determinou o fechamento do comércio não essencial para tentar conter o vírus. Cerca de um mês depois, em 22 de abril, foi autorizado a reabertura gradativa das lojas, quando eram apenas 2 casos confirmados. Em meados de maio, com o início do avanço mais agressivo dos casos, o prefeito decretou a abertura parcial intercalada por tipo de atividade - essencialmente bancos de manhã e o restante à tarde. Por último, no fim do mês, novas regras foram determinadas por novo decreto, especialmente o fechamento de academias, com manutenção do horário alternado de funcionamento.

    A partir dos boletins epidemiológicos divulgados pela SMS, o RibeiraoDasNeves.net montou um gráfico com a evolução dos casos de coronavírus confirmados no município, e destacou os marcos de edição dos decretos pela Prefeitura. Os dados estão atualizados desde o último informe, no dia 29 de maio. Veja:

    Arte: RibeiraoDasNeves.net

    Readmore
  • Confira onde estão distribuídos os casos confirmados de Coronavírus em Ribeirão das Neves


    O levantamento da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) dessa quinta-feira (2), aponta que Ribeirão das Neves tem 631 casos confirmados de infecção por Coronavírus. A pedido do RibeiraoDasNeves.net, a pasta fez um levantamento para saber onde estão distribuídos os diagnósticos que resultaram em testagem positiva para a Covid-19.

    De acordo com a SMS, dos 631 casos confirmados, 295 estão no distrito de Justinópolis (47%), 169 na região do Veneza (27%), incluindo a extensão da BR-040, e 146 na região Central (23%), além de 21 caos confirmados sem a informação de localização. A pasta não detalhou os bairros das ocorrências.

    Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde afirmou que realiza o monitoramento dos casos nas três regiões do município. Diante disso, se torna "imprescindível a manutenção de todas as ações de prevenção como isolamento social, uso de máscara, higienização das mãos (com água e sabão) e caso não consiga lavar as mãos utilização do álcool em gel 70%. Tais ações implicam na contenção do novo Coronavírus e a consequente redução dos casos".

    Veja, no mapa, a distribuição de casos confirmados para o COVID-19 em Ribeirão das Neves:

    Arte: RibeiraoDasNeves.net
     
    Readmore
  • COVID-19: Novos desafios para a Ciência & Tecnologia


    "O número de infectados pelo COVID-19 (coronavírus) cresce exponencialmente e o sistema de saúde no Brasil entrará em colapso no final do mês de abril". Essa é a previsão feita pelos especialistas em relação ao avanço da contaminação. O panorama atual faz lembrar a previsão do economista Thomas Malthus, por volta dos anos 1800. De acordo com sua análise, a produção de alimentos seria insuficiente para atender a todos porque a população crescia em progressão geométrica, enquanto a produção de alimentos aumentava em progressão aritmética. Consequentemente, esse desequilíbrio levaria ao surgimento de epidemias, guerras e outras catástrofes. 

    Em seu ensaio sobre a população, escrito em 1798, Malthus ressaltou que a solução para evitar tal problema consistiria na restrição dos programas assistenciais públicos e no controle do crescimento populacional, especialmente nas camadas menos favorecida da população. Em decorrência disso, recebeu críticas e elogios.

    Mas a discussão aqui não é sobre Malthus, até mesmo porque este economista falhou em sua previsão por não levar em consideração o possível avanço científico que permitiu maior controle no planejamento familiar em todo mundo e a aplicação de novas tecnologias no setor agrícola. Além disso, a previsão de Malthus era de longo prazo, porque a dinâmica vivida naquela época era muito diferente dos tempos atuais. Na atual conjuntura estamos falando de uma pandemia, assim, as decisões políticas e tecnológicas devem ser imediatas, consequentemente, as previsões são de curtíssimo prazo, com maior probabilidade de acertos, por conseguinte, as demandas por soluções tecnológicas são também imediatas.

    Devido ao avanço do conhecimento científico, especialmente após a década de 1950, acreditou-se que a ciência seria a solução para a maioria dos males que afetam a sociedade, especialmente quando se trata de problemas relacionados à saúde pública. No entanto, o COVID-19 pegou a comunidade científica de surpresa e o conhecimento acumulado ao longo do tempo não está sendo suficiente para desvendar esse enigma e apresentar uma solução consistente em tempo hábil.

    Embora, a tecnologia esteja presente, não podemos ser céticos a ponto de pensar que a solução para o problema do coronavírus seja encontrada antes que alguém"próximo" seja atingido e que haja um sistema de saúde que possa atender todos os pacientes com dignidade. A realidade prevista é bem diferente. Primeiro porque mesmo se for desenvolvido um medicamento eficaz contra a doença, até que esse medicamento se torne disponível para atender às necessidades da população levará algum tempo. Segundo, porque de acordo com a previsão, nos hospitais não haverá leitos com os equipamentos necessários para todos os possíveis doentes.

    Além disso, é importante lembrar que mesmo com a crise do corona, as outras demandas pelos serviços de saúde, em maior ou menor grau, continuam. Isso mostra a pressão que será exercida sobre o sistema, a qual está em consonância com a definição que o Ministro da Saúde Mandetta atribuiu ao termo colapso, deixando claro que a situação poderá ser pior do que muitos pensam. De acordo com o Ministro "você pode ter dinheiro, pode ter plano de saúde pode ter ordem judicial, mas não há o sistema para te atender".

    Portanto, é necessária toda cautela no sentido de evitar a propagação da doença. Pois, de acordo com as pesquisas, em média, apenas um em cada dez infectados pelo vírus apresenta os sintomas. Além disso, na maioria das capitais brasileiras os testes são feitos apenas nas pessoas que estão apresentando os sintomas, ou seja, média de 10% dos infectados pelo vírus. Isso significa que muitas pessoas já infectadas estão freqüentando os mesmos lugares que aqueles que ainda não foram contagiadas.

    Neste sentido, enquanto o conhecimento científico e tecnológico disponível não apresenta uma solução para o colapso iminente, é necessário que cada cidadão faça sua parte no sentido conter o avanço do vírus. Como as previsões de Malthus fracassaram devido à contribuição da ciência e da tecnologia no controle do crescimento populacional e no aumento significativo na produção e distribuição de alimentos, devemos agir no sentido de fracassar as previsões dos especialistas, não ignorando-as, mas fazendo nossa parte com o isolamento social e seguindo as demais recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e das demais autoridades até que passe este momento de turbulência.

    Finalmente, com a crise podemos aprender muitas coisas. Dentre elas, que a ciência e a tecnologia ainda têm seu espaço no imaginário popular; que a nossa relação com os outros e com a natureza é sistêmica e que a atitude individual pode evitar ou amenizar o sofrimento de muitas pessoas.

     

    Readmore
  • Criança nevense de 8 anos é a mais jovem a morrer por coronavírus em Minas Gerais


    Uma menina de 8 anos, moradora de Ribeirão das Neves, é a vítima mais nova a morrer de Covid-19 em Minas Gerais. De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, ela tinha comorbidades.

    Durante coletiva de imprensa nesta quarta-feira (24), o secretário adjunto de Saúde, Marcelo Cabral, informou que a criança morreu no dia 22 de junho, porém, o óbito entrou apenas no boletim de hoje. A pasta não detalhou em qual bairro ou região a menina morava nem quais doenças pré-existentes a acometiam. 

    A morte da criança foi lamentada pelo secretário adjunto. "É muito, muito triste ter que noticiar o falecimento de uma criança de 8 anos de idade. Ela tinha comorbidade, mas é algo que nos entristece. A gente se solidariza com as pessoas que perderam seus entes queridos, em particular com estes pais que perderam sua criança”, afirmou.

    Até o momento, Ribeirão das Neves já tem 377 casos confirmados de Covid-19, além de 11 óbitos registrados em decorrência da doença.

    Readmore
  • Decreto do retorno das atividades é publicado no Diário Oficial; veja os detalhes


    A Prefeitura de Ribeirão das Neves publicou, nesta quarta-feira (22), conforme prometido pelo prefeito Junynho Martins (DEM), o Decreto nº 047/2020, que dispõe sobre o retorno gradual das atividades privadas e públicas, que haviam sido suspensas ou restritas pelo decreto anterior, de 23 de março de 2020.

    De acordo com o decreto, ficam permitidas, a partir desta quarta-feira, 22 de abril, "o retorno gradual das atividades dos estabelecimentos, desde que atendam as determinações previstas neste Decreto, para a prevenção ao contágio e contenção da propagação da infecção viral relativa ao Coronavíris - COVID-19". Os estabelecimentos não poderão autorizar que pessoas entrem em seu interior sem o uso de máscaras, conforme decreto do Governo de Minas Gerais.

    O decreto do exige dos estabelecimentos comerciais o cumprimento de requisitos, como a fixação de placa informando a capacidade máxima, a organização de filas com distanciamento mínimo de 1,5 metros entre as pessoas, disponibilizar dispensadores de álcool em gel, higienização de ambientes e equipamentos, manter distância de 2 metros entre as pessoas, dentre outros. A íntegra das obrigatoriedades está disponível aqui.

    Além disso, os estabelecimentos devem dispensar do comparecimento ao seu local de trabalho os funcionários que apresentarem sintomas do Coronavírus, como tosse seca, febre (acima de 37º), insuficiência renal, dificuldade respiratória aguda, dores no corpo, congestionamento nasal e/ou inflamação na garganta.

    O estabelecimento que deixar de cumprir o decreto terá seu alvará de funcionamento suspenso ou cassado, além de outras cominações legais, inclusive multa.

    Especifidades

    Os profissionais que atendem em salões de beleza, clínicas de estética e barbearias, além de usar máscara, devem usar avental ou jaleco e luvas descartáveis, trocadas a cada procedimento.

    A realização de velórios fica suspensa, devendo ocorrer o sepultamento direto com caixão lacrado, em cemitérios públicos e particulares. O ato de sepultamento somente poderá ser acompanhado por até 4 familiares e um oficial religioso.

    Os serviços de transporte de passageiros deverão observar práticas sanitárias como a limpeza diária dos veículos e, a cada turno, das superfícies e pontos de contato com as mãos dos usuários; higienização do sistema de ar-condicionado; manutenção, quando possível, de janelas destravadas e abertas de modo a possibilitar a plena circulação de ar; e fixação, em local visível aos passageiros, de informações sanitárias sobre higienização e cuidados para prevenção ao Coronavírus.

    Academias, centros de ginástica e demais estabelecimentos de condicionamento físico, além das medidas previstas, deverão observar as medidas específicas, descritas no decreto.

    Bares, restaurantes, lanchonetes, shoppings, galerias e feira-shopping, além das medidas previstas no decreto, também deverão observar as medidas especiais para atendimento ao público.

    As atividades de casas de shows e espetáculos, boates, danceterias e salões de dança; casas de festas e eventos;feiras, exposições, congressos e seminários; cinemas, teatros e locais de apresentações artísticas; clubes de serviço e de lazer devem temporariamente permanecer suspenso seu funcionamento.

    Atividades públicas

    O decreto estabelece ainda que fica definido o retorno de todos os atendimentos presenciais da Administração Pública Municipal, respeitando-se as regras gerais e algumas restrições impostas pelo texto.

    Readmore
  • Detento da José Martinho Drumond morre com coronavírus no Hospital São Judas Tadeu


    Um detento do presídio Inspetor José Martinho Drumond, em Ribeirão das Neves, morreu nessa quinta-feira (18). Antônio Pereira Nunes, de 67 anos, testou positivo para covi-19 na última terça-feira (16) após apresentar quadro de pneumonia e ser internado um dia antes no Hospital São Judas Tadeu. As informações foram confirmadas pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp). ´

    De acordo com a pasta, o detento fez o teste rápido, mas a secretaria ainda investiga se a causa do óbito foi mesmo covid-19. Na última semana, presos da unidade testaram positivo para o novo coronavírus.

    Segundo a Sejusp, Antônio era cardiopata e hipertenso. Na última quarta-feira (17), ele recebeu o benefício da prisão domiciliar. “Ele estava, de forma ininterrupta, desde 2014 no sistema prisional mineiro, com condenação de 14 anos”, confirmou a pasta.

    Ainda conforme a secretaria, todos os presos que pertencem à ala em que Antônio se encontrava já estão isolados desde segunda-feira (15). “Estão sendo acompanhados pela equipe de saúde da unidade. O local também está recebendo limpeza e desinfecção diariamente", diz a nota.

    Readmore
  • Detento de Ribeirão das Neves morre por suspeita de infecção pelo Coronavírus


    Um detento do regime semiaberto do sistema prisional de Minas Gerais morreu, nesta terça-feira (31), por suspeita de contaminação por coronavírus. Ele era matriculado no Presídio Inspetor José Martinho Drumond, em Ribeirão das Neves.

    De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte, o homem apresentava síndrome respiratória aguda grave e o hospital aguardava o resultado do exame. Já o governo do estado disse que ele possuía um quadro de hipoglicemia e que a Covid-19 foi descartada por exame na Funed em parceria com o IML.

    O detento, de 45 anos, estava internado no Hospital do Barreiro, quando veio a óbito no último domingo (29). 

     

    Readmore
  • Devido ao Coronavírus, atendimento nos cartórios eleitorais será feito apenas por agendamento


    A partir da próxima segunda-feira (16), o atendimento ao público nas unidades da Justiça Eleitoral em Minas Gerais será feito apenas mediante agendamento. A medida, válida até 8 de abril, foi determinada pela Corregedoria Regional Eleitoral.

    A decisão foi tomada em função da grande preocupação frente à transmissão da doença provocada pelo novo coronavírus (Covid-19) e levou emconta a declaração da Organização Mundial da Saúde (OMS), que passou a considerar o Coronavírus como pandemia, e a orientação de se evitar locais com grande aglomeração de pessoas, situação em que há maior possibilidade de contágio de doenças infecciosas.

    Diante disso, o TRE também recomenda que os eleitores agendem atendimento somente se precisarem regularizar alguma pendência para poderem votar nas Eleições 2020. É o caso de cidadãos que tiveram o título cancelado por não comparecerem à revisão biométrica nos municípios onde o procedimento já foi concluído ou por terem deixado de votar e justificar a ausência em três eleições consecutivas, lembrando que cada turno é considerado uma eleição.

    Faltam menos de dois meses para o fechamento do cadastro eleitoral, que acontece no dia 6 de maio. Esse é o prazo não apenas para a regularizaçãode pendências, mas também para a realização de qualquer alteração no cadastro e solicitação de emissão do título pela primeira vez. O TRE-MG, porém, pede aos eleitores que não têm pendências para evitarem procurar atendimento nas próximas semanas, que tradicionalmenteregistram um grande volume de pessoas em busca dos serviços da Justiça Eleitoral. A recomendação para os cidadãos que querem fazer o recadastramento biométrico em cidades onde a biometria ainda não é obrigatória ou apenas atualizar os seus dados cadastrais é que não procurem os locais de atendimento enquanto o cenário de risco relativo à proliferação do coronavírus persistir.

    O TRE-MG esclarece ainda que não divulgou nenhuma orientação, por quaisquer meios, para que os eleitores se apressem e procurem as unidadesde atendimento da Justiça Eleitoral antes que aumente o número de casos de coronavírus em Minas Gerais. Caso os eleitores tenham alguma dúvida sobre a atuação da Justiça Eleitoral, podem entrar em contato com o Disque-Eleitor, pelos telefones 148 ou (31) 3291-0004.Informações sobre o coronavírus e a Covid-19 (nome dado à doença causada pelo vírus) devem ser buscadas junto às autoridades de saúde, como a OMS e o Ministério da Saúde.

    O agendamento de atendimento nas unidades do TRE-MG pode ser feito no site do Tribunal ou pelo Disque-Eleitor (148).

    Readmore
  • Diário Oficial traz publicação do contrato emergencial de leitos de CTI no Hospital São Judas Tadeu


    A Prefeitura de Ribeirão das Neves publicou, nesta quinta-feira (30), no Diário Oficial dos Municípios Mineiros (DOMM), a homologação do processo de contratação emergencial de empresa especializada na implantação e manutenção dos 10 leitos de Centro de Terapia Intensiva (CTI) no Hospital São Judas Tadeu. 

    Pelo contrato, assinado com dispensa de licitação em função da pandemia do coronavírus junto ao Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Social, a administração municipal pagará R$ 2.536,42 mil por dia por cada leito, totalizando um custo mensal de R$ 760 mil.

    Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde informou que, após pesquisa de mercado, foi apurado o menor valor para a contratação. "O processo trata-se de uma contratação emergencial. Será feito por dispensa de licitação, com prazo de vigência de 180 dias", disse a SMS.

    Na última segunda-feira (27), durante transmissão ao vivo pela internet, o prefeito Junynho Martins (DEM) declarou que os 10 leitos serão, neste momento, de atendimento exclusivo para o atendimento de pacientes com complicações decorrentes de infecção pelo coronavírus. "Nesse momento será específico para pacientes com Covid. Passando a pandemia, ficará esse legado para a cidade". revelou o chefe do Executivo nevense.

     

    Readmore
  • Em coletiva, prefeito vai anunciar manutenção do fechamento do comércio e suspensão das celebrações religiosas


    A Prefeitura de Ribeirão das Neves divulgou nova entrevista coletiva nesta segunda-feira (29) para o anúncio de novo decreto municipal com medidas de prevenção ao coronavírus. A expectativa é que, dessa vez, o prefeito Junynho Martins (DEM) participe do evento.

    De acordo com comunicado distribuído à imprensa, o decreto vai manter a suspensão de funcionamento de atividades com potencial de aglomeração de pessoas e de aulas presenciais tanto municipais como privadas, além de suspender as celebrações religiosas em templos de qualquer natureza e cortejos fúnebres. Ainda serão determinadas ações mais rígidas no que tange ao transporte público municipal.

    Segundo a administração municipal, o prefeito vai falar também sobre a situação dos presídios e o plano de ação solicitado ao Governo do Estado para a prevenção de contaminação por coronavírus da população carcerária de Ribeirão das Neves.

    A entrevista coletiva está marcada para hoje, segunda-feira (29), às 14h, no Centro de Convenções do Caic.

     

    Readmore
  • Em junho, Ribeirão das Neves registrou aumento de mais de 500% nos casos de coronavírus


    Ribeirão das Neves iniciou, nessa terça-feira (30), a fase de regressão no funcionamento do comércio do município, onde apenas estabelecimentos de serviços considerados essenciais podem abrir as portas. A medida é, segundo a Prefeitura, uma resposta aumento no número de casos confirmados de coronavírus na cidade, que teve um acréscimo de 528% no mês de junho.

    No primeiro boletim epidemiológico do mês, Ribeirão das Neves registrava 94 casos e 2 óbitos em decorrência de complicações da Covid-19. Já nesta terça-feira (30), último dia do mês, o município, de acordo com o relatório da Secretaria Municipal de Saúda, tinha 590 pacientes infectados e 14 mortos pelo coronavírus. Um aumento de 528% no número de ocorrências da doença no sexto mês de 2020.

    Durante o mês, o prefeito Junynho Martins (DEM) editou dois decretos. A partir do dia 13 de junho, acabou-se com rodizío de horários (bancos no turno da manhã e comércio à tarde/noite) e houve a proibição do funcionamento de setores específicos. Do dia 30 em diante, novo decreto ainda mais rigoroso determinou o funcionamento apenas dos serviços considerados essenciais. Nesse sentido, Ribeirão das Neves seguiu os passos de grandes cidades como Belo Horizonte, Contagem e Betim no recuo da flexibilização do funcionamento do comércio.

     

    Evolução dos casos de coronavírus em Ribeirão das Neves
    Readmore
  • Em meio à pandemia de Coronavírus, Câmara convoca reunião extraordinária nesta sexta-feira


    A pandemia de Coronavírus assusta o Brasil e o mundo. Em Ribeirão das Neves, já são 7 pacientes com suspeita de contaminação pelo COVID-19. Nem esse cenário impediu a convocação de uma reunião extraordinária da Câmara Municipal neste sexta-feira (20), às 15h, sem participação do público na plenária.

    A convocação foi feita pelo vereador Weberson Diretor (PSC), 1º secretário e presidente interino da Casa, na última terça-feira (17), sob argumento de apreciação dos projetos em tramitação, ou seja, não existe, a princípio, nenhum fato extraordinário na convocação da reunião.

    Na pauta da Câmara estão tramitando projetos importantes para município, como o reajuste de salário do funcionalismo municipal e a autorização à Prefeitura para contrair novo empréstimo no valor de R$ 28 milhões.

    Se aprovado pelo Legislativo, este será o segundo empréstimo realizado pela Prefeitura nos últimos meses. Em novembro de 2019, o Poder Executivo já havia celebrado com o Banco do Brasil um empréstimo de R$ 10 milhões para custear o Programa Asfalto Novo, grande bandeira da gestão Junynho Martins (PSC), a serem pagos com o compromisso do Governo do Estado de começar a pagar as parcelas dos recursos retidos do município desde a gestão Pimentel.

    O município de Ribeirão das Neves possui uma dívida consolidada de R$ 224 milhões, àquelas de longo prazo, de acordo com informações do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE-MG) referentes ao fechamento do ano de 2019. A principal dívida do município é com o INSS, no total de R$ 213 milhões, correspondente a 95% do total.

    Readmore
  • Em meio à pandemia, academias são interditadas por descumprimento do decreto em Ribeirão das Neves


    Cinco academias foram interditadas nessa quarta-feira (22) pela vigilância sanitária de Ribeirão das Neves, por descumprimento do decreto que proíbe o funcionamento do comércio do município em função do coronavírus.

    De acordo com a Prefeitura, a operação de fiscalização para verificar o cumprimento das medidas de protocolo do Plano Minas Consciente começou na última segunda-feira (20).

    Ao todo, 16 academias foram fiscalizadas e cinco notificadas. Segundo a administração municipal, não houve aplicação de multa. Com a ação, os espaços ficarão interditados até que haja autorização para o funcionamento. Os estabelecimentos também deverão regularizar toda a documentação.

     

    Readmore
  • Em meio à pandemia, Cidade dos Meninos entrega diariamente 650 marmitas aos necessitados


    A regra atual é clara: se puder, fique em casa. Mas e aqueles que não têm aonde ficar ou que precisam de algum tipo de ajuda? Sem comércios totalmente abertos e com menos pessoas circulando nas ruas, o acesso às doações ficou mais difícil. Pensando nas pessoas em situação de rua e vulnerabilidade social, a Cidade dos Meninos, instituição que integra o Sistema Divina Providência, uniu forças com empresários e está entregando 650 marmitas diariamente para as pessoas mais necessitadas.

    De acordo com Damaris Souza, nutricionista da instituição, as refeições são preparadas com todo o cuidado e acompanhamento nutricional. "A nossa meta é continuar ajudando o maior número de pessoas, pois sabemos que há muitos necessitados. Tudo é feito com muito carinho e com todo o cuidado necessário. E para que não haja aglomeração na porta da nossa unidade, as marmitas estão sendo distribuídas em locais de grande vulnerabilidade social", afirma.

    Antônio Benvindo, analista de comunicação da instituição, ressalta que todo o trabalho só é possível através de doações. “Contamos com ajuda de empresário e de diversas pessoas que nos ajudam com doações de mantimentos como arroz, feijão, óleo, macarrão, carne, entre outros. Tudo é muito bem-vindo”, finaliza.

    As marmitas são distribuídas em Ribeirão das Neves e Belo Horizonte. Aqui, uma parte vai para os acompanhantes de pessoas internadas no Hospital São Judas Tadeu e outra é distribuída em locais com alto índice de vulnerabilidade social, como nos bairros Rosaneves, Santa Matilde e na Vila Hortinha.

    As doações podem ser feitas através de deposito ou transferência bancária para:

    Banco: Itaú
    Titular: Associação de Promoção Humana Divina Providência
    CNPJ: 00.981.069/0006-58
    AG: 6572
    C/C: 60880-7

     

    Readmore
  • Em plena pandemia, fiscais da Prefeitura interromperam 6 jogos clandestinos de futebol no fim de semana


    Foto: Divulgação / PMRN

    A equipe de fiscalização e monitoramento ao coronavírus da Prefeitura de Ribeirão das Neves  flagrou e interrompeu 6 partidas de futebol neste final de semana na região central e no distrito do Veneza.

    De acordo com a administração municipal, a abordagem foi feita pela equipe dos fiscais que exercem a fiscalização em parceria com a Guarda Municipal, baseada no Decreto Municipal que estabeleceu regras para a prevenção e combate ao coronavírus. Para a execução desse trabalho, a Prefeitura criou uma força tarefa com 240 profissionais que estão percorrendo ruas, avenidas e bairros da cidade para fazer com que o decreto seja cumprido.

    Além das partidas clandestinas de futebol, o RibeiraoDasNeves.net tem recebido inúmeras denúncias de aglomeração em confraternizações, especialmente aos sábados e domingos. Quem quiser fazer as denúncias, podem contactar a Ouvidoria Municipal pelos telefones (31) 3627-6908 / 98609-2121 ou pelo site www.ribeiraodasneves.mg.gov.br/ouvidoria.

     

    Readmore
  • Em resposta ao Coronavírus, Secretaria Municipal de Educação suspende as atividades escolares


    A Secretaria Municipal de Educação (Smed) divulgou, nesta segunda-feira (16), um ofício suspendendo as atividades escolares entre os dias 18 e 22 de março como forma de minimizar o risco de contágio pelo Coronavírus.

    A medida levou em consideração o Decreto Estadual sobre medidas de prevenção ao contágio e de enfrentamento ao novo vírus.

    De acordo com a Smed, além da suspensão das atividades escolares, foi convocada uma reunião em conjunto com a equipe de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde para alinhar as ações de prevenção ao contágio.

    A previsão é de que as aulas sejam retomadas na próxima segunda-feira (23), a menos que novas orientações da pasta sejam divulgadas no ambiente virtual.

    Readmore
  • Em Ribeirão das Neves, cerca de 1.500 presos vão à prisão domiciliar por conta do Coronavírus


    Uma portaria conjunta do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG), assinada nesta segunda-feira (16), recomenda que os presos condenados em regime aberto e semiaberto no Estado devem seguir para prisão domiciliar, exceto àqueles com processo disciplinar por falta grave. O documento foi assinado pelo governador Romeu Zema (Novo) e pelo presidente do TJ, desembargador Nelson Missias de Morais.

    Segundo a portaria, trata-se de "providências urgentes face a pandemia do coronavírus, durante a vigência de situação de emergência" decretada em Minas Gerais.

    Nessa terça-feira (17), a juíza da Vara de Execuções Penais de Ribeirão das Neves, Miriam Vaz Chagas, expediu alvará autorizando que aproximadamente 1.500 detentos que estão nos presídios do município vão para a prisão domiciliar.

    Em entrevista à rádio Super FM, a magistrada afirmou que a medida seguiu recomendação da portaria conjunta, visando a contenção do avanço da infecção pelo Coronavírus. "Nós temos presos imunodeprimidos, temos presos que saem todo dia para trabalhar e retornam às atividades. Eles viabilizam um contágio muito mais rápido, pondendo contaminar não só os detentos, mas também os agentes penitenciários", disse a juíza.

    De acordo com a magistrada, Ribeirão das Neves tem cerca de 10 mil detentos, e o número exato de presos beneficiados com a medida ainda está sendo levantado. "Nós temos cerca de 3.500 presos no semiaberto, mas nem todos farão jus ao benefício, porque eles podem estar regredidos ou ter cometido algum tipo de falta grave. Então, eu estimo que em torno de 1.500 presos poderão ser beneficiados com essa medida", finalizou.

    A portaria também prevê outras hipóteses que ensejam a recomendação de transferência para o regime domiciliar, como casos de presos que se enquadram no perfil do grupo de risco, como diabéticos, cardiopatas, maiores de 60 anos, pós-operado, portadores de HIV, tuberculose e insuficiência renal.

    Readmore
  • Em uma semana, casos confirmados de Coronavírus triplicam em Ribeirão das Neves


    No dia 23 de abril, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) notificava o 3º caso confirmado de infecção por Coronavírus em Ribeirão das Neves. No boletim epidemiológico desta quinta-feira (30), o número de testagem positiva do COVID-19 chegou a 9 pacientes. Ou seja, em uma semana, o número triplicou.

    O boletim desta quinta também foi o último do mês de abril. O número de casos notificados aumentou de 783 no dia 01/04 para 1988 no dia 30/04, um aumento de 150% de notificação. O quantitativo de casos descartados, comparando o primeiro e o último dia de abril, foi de 33 para 253.

    Veja nos gráficos abaixo:

    Gráfico 1: Evolução de casos confirmados, óbitos descartados e óbitos confirmados

    Fonte: PMRN - o retângulo azul claro destaca a última semana (de 23 a 30 de abril)

     

     Gráfico 2: Evolução de casos notificados e casos descartados

    Fonte: PMRN

    Confira o boletim epidemiológico divulgado pela SMS nesta quinta-feira (30):

    Boletim epidemiológico desta quinta-feira

    Em Ribeirão das Neves, o mês de abril foi marcado pela reabertura do comércio, na quarta-feira (22), e pela intensificação das ações da Prefeitura no sentido de desinfectar as principais ruas de movimentação da cidade e de conscientização da população no enfrentamento ao COVID-19.

    Um levantamento exclusivo do RibeiraoDasNeves.net mostrou que, dos 7 casos confirmados até a última terça-feira (28), 4 são do distrito do Veneza, 2 de Justinópolis e 1 da região Central.

    Readmore
  • Em uma semana, casos de infecção por Coronavírus dobram em Ribeirão das Neves


    O Boletim Epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) desta terça-feira (26) mosta que já são 61 casos confirmados de infecção pelo Coronavírus em Ribeirão das Neves. O número vem crescendo de forma consideravel últimas semanas após a reabertura gradual do comércio, tendo dobrado do início da semana passada até agora - no dia 18 de maio, eram 30 casos confirmados de Covid-19.

    De acordo com a SMS, são ao todo 2.341 casos em acompanhamento, sendo 438 descartados. O município continua com apenas um óbito registrado no último dia 15 de maio.

     

    Boletim epidemiológico desta terça-feira

     

    Apesar da seriedade da pandemia, os flagrantes de ruas cheias com aglomeração de pessoas, inclusive sem máscaras, são constantes. Nem o fato de o município não possuir leitos de UTI e ter à disposição poucos respiradores parece assustar a população. 

     

     

    Readmore
  • Epidemia em franca ascensão


    Após anúncio do prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, de que não vai ampliar a reabertura do comércio na capital na próxima semana, o infectologista Carlos Starling, que faz parte do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 em BH, enfatizou que cidades como Ribeirão das Neves, Contagem, Nova Lima, Divinópolis, Mariana e Itabira, estão com “epidemia em franca ascensão”.

    “Não chegamos no pico e muito provavelmente, não estamos nem próximo. A situação ainda deve piorar nas próximas semanas”, enfatizou o médico, ao mencionar a situação no Brasil e em Minas.

    Readmore
  • Estudo coloca Ribeirão das Neves dentre cidades mineiras em 'situação crítica' para enfrentar Coronavírus


    Dos 853 municípios de Minas Gerais, 230 estão em situação crítica para o enfrentamento da pandemia do Coronavírus - dentre eles, Ribeirão das Neves. O estudo foi publicado pela consultoria Aquila com base em indicadores sociais, econômicos e de saúde das cidades brasileiras.

    De acordo com a consultoria, integram a lista das cidades em situação crítica aquelas que, por razões financeiras e infraestruturais, potencialmente sofreriam mais com a COVID-19. Para isso, foram levados em consideração dados do Governo Federal sobre o sistema de saúde (quantidade de leitos e profissionais de saúde por morador) e as condições econômicas tanto da administração municipal quanto dos habitantes.

    Na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Ribeirão das Neves e Santa Luzia preocupam os responsáveis pelo estudo justamente por conta da estrutura do sistema de saúde e dos indicadores econômicos.

    "Quando você olha a população vulnerável, o dinheiro que o município tem disponível, a riqueza local e a estrutura de saúde local, você vê que são duas cidades muito vulneráveis. Ou seja, se o vírus entra nesses dois municípios, a chance de haver um colapso é muito maior”, analisou o consultor Rodrigo Neves, responsável pelo estudo.

    Ribeirão das Neves, até o momento, não está entre as mais afetadas pela epidemia, com apenas sete casos confirmados pela Secretaria Municipal de Saúde e nenhum registro de mortes. Porém, o objetivo do estudo não é mapear o cenário atual da propagação da doença, mas identificar quais cidades potencialmente sofrerão mais com a pandemia caso não haja interferência do poder público, seja no estabelecimento de medidas rígidas de isolamento social, seja em investimentos no sistema de saúde.

    "Quais são os municípios que hoje têm mais risco, estão mais vulneráveis e têm menos infraestrutura? Não é onde o vírus está. Falar que uma cidade é crítica não quer dizer que ela vai ter problema com a COVID-19. Nosso objetivo foi verificar com números, fatos e dados, estudando a realidade dos municípios do Brasil do ponto de vista de risco e vulnerabilidade, para apontar que estes são os municípios aos quais o Brasil deveria dar mais atenção. É dar um norte racional, metodológico, com ciência”, defendeu Rodrigo Neves.

    Fonte: Estudo Aquila

    Readmore
  • Florença continua sendo o bairro com maior quantidade de óbitos por coronavírus, diz Prefeitura


    Um dia após ultrapassar a marca de 100 óbitos em função do coronavírus, a Prefeitura de Ribeirão das Neves divulgou, nesta sexta-feira (21), uma atualização da distribuição de registros por bairro. De acordo com o levantamento, o bairro Florença continua com maior concentração de mortes, 7 de um total de 105 no município.

    Em seguida, os bairros com maiores registros de óbitos são Maria Helena e Neviana (5), Urca e Veneza (4), Landi, Nova Pampulha, Pedra Branca, Sevilha B, Vale das Acácias e Viena (3), e Botafogo, Conjunto Henrique Sapori, Fazenda Castro, Jardim Alvorada, Kátia, Rosana, Santa Martinha, Santana, Santinho, São Januário e Severina (2).

    Os bairros com casos únicos de óbitos são Alterosa, Areias, Atalaia, Barcelona, Belo Vale, Bom Sossego, Canoas, Cruzeiro, Eliane, Elizabeth, Esperança, Fazenda das Lages, Felixlândia, Franciscadriângela, Hawaí, Jardim Colonial, Jardim de Alá,Jardim São Judas Tadeu, Liberdade, Luar da Pampulha, Maracanã, Menezes, Nossa Senhora da Piedade, Rosaneves, Santa Margarida, Santa Paula, São Geraldo, São João de Deus, São Luiz, São Pedro, Sevilha A, Tancredo Neves, Tony, Vereda, Verônica e Vila Bispo de Maura.

    Além dos 105 óbitos, a cidade tem 2.957 casos confirmados, sendo 2.661 no município de maneira geral e 296 nos presídios, dos quais 2.190 já estão curados. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) investiga ainda 10.786 casos, conforme o último boletim epidemiológico.

     

    Readmore
  • Florença é o bairro com maior quantidade de óbitos por coronavírus, revela Prefeitura


    A Prefeitura de Ribeirão das Neves divulgou, nesta terça-feira (28), um painel com informações dos óbitos decorrentes do coronavírus com a distribuição de registros por bairro. De acordo com o levantamento, o bairro Florença concentra a maior quantidade de mortes, 5 de um total de 55 no município.

    Em seguida, os bairros com maiores registros de óbitos são Maria Helena e Sevilha (4), Neviana (3), Fazenda Castro, Pedra Branca, Santinho, São Januário e Veneza (2). Os demais bairros com casos únicos de óbitos estão listados abaixo.

    Fonte: PMRN

    Com relação aos casos confirmados de infecção pelo Covid-19, os bairros com maior registros são Veneza (96), Sevilha (86), Florença (71), Botafogo (66), Maria Helena (50), Pedra Branca (42), Menezes (38), Tony (36), Urca (35) e Vereda (34). Até o momento, já são 1.817 casos confirmados no município, além de 285 casos em presídios.

    Nessa segunda-feira (27), a Prefeitura de Ribeirão das Neves deu início a realização de barreiras sanitárias para controle da Covid-19, com abordagem de veículos para aferição de temperatura.

    Readmore
  • Governo de Minas avalia corte em programas de prevenção à criminalidade, como o 'Fica Vivo!'


    Em razão da pandemia do Coronavírus e das consequências econômicas da doença, o Governo de Minas Gerais anunciou que as secretarias de Estado, com exceçao da Saúde, terão que fazer cortes orcamentários. Uma das ações que podem ser impactadas são os programas de prevenção social à criminalidade, como o "Fica Vivo!".

    A política de prevenção social à criminalidade existe há 17 anos e atua com o objetivo é realizar estratégias de segurança pública alternativas à repressão e ao encarceramento. Atualmente existem 63 unidades das Unidades de Prevenção à Criminalidade em Minas Gerais.

    De acordo com gestores dos programa ouvidos pelo RibeiraoDasNeves.net, o governo Zema mencionou o desejo de cortar 80% do recurso da prevenção. Isso significa suspensão da política em 33 territórios com maior índice de homicídios do estado. "São territórios onde os moradores já sofrem com a ausência de políticas públicas e com a criminalização da pobreza, e agora, serão afetados diretamente por essa paralisação das atividades", disse uma liderança, sob condição de anonimato. "O impacto é imensurável e quem paga o preço pelo descaso é aquele que precisa da política, a mesma população que há séculos sofre com a formação social de um país racista e desigual", finalizou.

    Em Ribeirão das Neves, a política de prevenção atua nas três regionais - Centro, Justinópolis e Veneza, atendendo milhares de pessoas em situação de violência. Um deles é o "Fica Vivo!", que atende cerca de 900 jovens por mês no município, por meio de participações em oficinas de arte, cultura, esporte, entre outros, reduzindo assim os altos índices de criminalidade ligadas a juventude na cidade.

    Em nota à imprensa, a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) informou que os cortes ainda estão sendo avaliados e serão informação oportunamente. "A Sejusp reconhece a importância e a contribuição de programas atualmente executados pela pasta, mas pondera que várias áreas da segurança, assim como de todo o governo, precisarão de ajustes orçamentários em razão da queda de arrecadação proveniente da pandemia do coronavírus".

    Readmore
  • Governo de Minas começa a distribuir cestas alimentares a povos e comunidades tracionais


    A Defesa Civil estadual, juntamente com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), iniciou, nessa terça-feira (28) a distribuição de 5 mil cestas alimentares a povos e comunidades tradicionais no estado, que se encontram em situação de extrema vulnerabilidade, principalmente agora com a disseminação do coronavírus em Minas Gerais.

    De acordo com o Governo de Minas, as doações começaram por Ribeirão das Neves e buscam contribuir para a garantia da segurança alimentar dessas comunidades. As cestas ]serão distribuídas, inicialmente, a quilombolas, indígenas, ciganos, circenses e vazanteiros (que vivem na beira de rios).

    Segundo a Sedese, hoje, em Minas Gerais, já são reconhecidos 17 segmentos e povos tradicionais, como os apanhadores de flores sempre-viva, artesãos de barro e tecelãs, catingueiros, congadeiros, extrativistas, faiscadores, garimpeiros, geraizeiros, indígenas e pescadores artesanais.

    Readmore
  • Guarda Civil Municipal fecha estabelecimentos que desrespeitam decreto para conter avanço do Coronavírus


    Equipes da Guarda Civil Municipal de Ribeirão das Neves estão nas ruas da cidade para fazer valer o decreto da Prefeitura contra o avanço do Coronavírus. Entre as ações, está o fechamento de estabelecimentos comerciais que insistem em abrir as portas em desacordo com o decreto.

    Neste domingo (22), a corporação teve que fazer intervenções em uma padaria no bairro Sevilha B e um bar no bairro Rosaneves, ambos na região Central, e numa festa particular no bairro Botafogo, em Justinópolis, onde havia aglomeração de pessoas.

    De acordo com o decreto, os estabelecimentos que tiverem estrutura e logística adequadas, poderão efetuar entrega em domicílio e disponibilizar a retirada no local de alimentos prontos e embalados para consumo fora do estabelecimento, sem a permanência extendida no local. A suspensão de funcionamento não se aplica aos supermercados, postos de combustíveis, farmácias, laboratórios, clínicas, hospitais e demais serviços de saúde.

    Até o momento, o Brasil tem 25 mortes em consequência do Coronavírus. O balanço, atualizado pelo Ministério da Saúde na tarde deste domingo, aponta 1.546 casos confirmados. Em Minas, conforme dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES), subiu para 83 o número de casos confirmados da doença. Outros 7.190 casos são investigados no estado.

    Em Ribeirão das Neves já são mais de 50 casos suspeitos, de acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) atualizadas na última sexta-feira (20).

    Readmore
  • Hospital São Judas Tadeu recebe paciente com suspeita de infecção pelo Coronavírus


    Uma paciente deu entrada nesta quinta-feira (12) no Hospital São Judas Tadeu, em Ribeirão das Neves, com suspeita de infecção pelo Coronavírus (COVID-19).  

    De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, trata-se de uma paciente que veio da Alemanha para participar de um trabalho numa ONG, no bairro Santinho.

    Ainda segundo a pasta, o estado geral da paciente, que será submetida a exames conforme protocolo, é estável.

    A Secretaria reforça a importância de medidas preventivas simples de higiene das mãos com água e sabão várias vezes ao dia, evitando o contato das mãos com os olhos, boca e nariz, o uso de lenço descartável para espirrar ou tossir e evitar locais aglomerados e sem ventilação.

    Readmore
  • IFMG retoma nesta segunda-feira as aulas de forma remota no campus Ribeirão das Neves


    Com a decisão de adotar o Ensino Remoto Emergencial (ERE), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais (IFMG) está retomando gradualmente as aulas e atividades acadêmicas que estavam suspensas desde 18 de março em função da pandemia do coronavírus.

    De acordo com o IFMG, para minimizar prejuízos e manter as medidas sanitárias de combate à pandemia do novo coronavírus, os professores receberam treinamento e irão adotar ferramentas digitais no reinício das atividades.

    A adesão ao Ensino Remoto Emergencial ocorre por meio de deliberação do Conselho Acadêmico de cada campi do IFMG. Por isso, não há um calendário único para todas as 18 unidades.

    Readmore
  • Junynho Martins envia à Câmara projeto que multa cidadão que não usar máscara em Ribeirão das Neves


    O prefeito Junynho Martins (DEM) enviou um Projeto de Lei para a Câmara Municipal para autorizar a cobrança de multas a quem desrespeitar a orientação do uso de máscaras nos espaços públicos, transporte coletivo e estabelecimentos comerciais, industriais e de serviços durante a pandemia do coronavírus.

    De acordo com o texto do PL nº 033/2020, o descumprimento da medida sanitária ensejaria ao cidadão ou ao estabelecimento infrator o pagamento de multa no valor de R$ 50 (cinquenta reais), a ser aplicada pela fiscalização ou pela Guarda Civil Municipal. Nos casos de reincidência, o valor da multa será acrescido em 50%, ou seja, passa ao valor de R$ 75 (setenta e cinco reais).

    Aos estabelecimentos comerciais cabe impedir a entrada e permanência de pessoas sem máscaras e orientar os clientes sobre o número máximo de pessoas no interior dos imóveis, podendo o comerciante ter o Alvará de Localização e Funcionamento recolhido e suspenso, além da multa.

    O presidente da Câmara, pastor Dário (DEM), convocou reunião extraordinária nesta terça-feira (28) para que a casa legislativa apreciasse o Projeto de Lei. No entanto, não houve quórum mínimo para abertura dos trabalhos - além do presidente, estiveram presente no plenário os vereadores Lelo (Progressistas) e Weberson Diretor (DEM).

    O vereador Fábio Caballero (Cidadania), presidente da Comissão de Legislação, Justiça e Redação, questionou a pressa na tramitação do PL. "Eu não quero entrar no mérito, mas no mínimo (o Projeto de Lei) deveria ser debatido e discutido. Não era necessário implantar uma lei que multa a população", avaliou. Caballero também criticou a convocação extra durante o recesso parlamentar de julho. "O presidente (da Câmara, Pastor Dário) foi extremamente infeliz em colocar esse projeto em votação em situação de urgência, deveria esperar a volta os trabalhos na semana que vem. Por isso não fui, e acredito que esse foi o posicionamento da maioria", finalizou.

    O RibeiraoDasNeves.net solicitou manifestação da Prefeitura sobre a justificativa do Projeto de Lei e aguarda manifestação do órgão. 

    PL nº 033/2020
    Readmore

Casos em acompanhamento: 15.867

Casos confirmados: 3.917

Casos em presídios: 366

TOTAL DE CASOS: 4.283

Óbitos confirmados p/ Covid-19: 158

Casos curados: 4.005

Fonte: Secretaria Municipal de Saúde de
Ribeirão das Neves 
Última atualização: 12/11/2020