All for Joomla All for Webmasters

'Se os comércios continuarem com aglomeração de pessoas, vamos ter que voltar atrás', diz prefeito

Duas semanas após publicação do decreto permitindo a volta da abertura do comércio durante a pandemia do Coronavírus, o prefeito Junynho Martins (DEM) afirmou, durante transmissão ao vivo pela internet nessa segunda-feira (4), que poderá voltar atrás caso os estabelecimentos continuem a infrigir a regulamentação de funcionamento.

"Não é minha vontade ter que revogar o decreto, mas se algumas pessoas insistirem em não usar a máscara, se alguns comércios como bar, agências bancárias continuarem com aglomeração de pessoas, infelizmente nós vamos ter que voltar atrás", disse o prefeito. " O decreto continua valendo, mas (se não mudar) nós vamos ter que cassar o alvará e revogar o decreto", explicou.

Nos últimos dias, foram vários os flagrantes de bares com grande acumulo de pessoas sem o distanciamento mínimo e enormes filas em agências bancárias e lotéricas sem a devida organização para evitar a proliferação do vírus.

Junynho também afirmou, na ocasião, que está providenciado a compra de 15 respiradores artificiais para equipar as unidades de saúde do município no enfrentamento ao Coronavírus.

0
0
0
s2smodern

Casos em acompanhamento: 2.134

Casos descartados: 402

Casos confirmados: 38

Óbitos confirmados p/ Covid-19: 1

Fonte: Secretaria Municipal de Saúde de
Ribeirão das Neves 
Última atualização: 20/05/2020

bg contorno