All for Joomla All for Webmasters

Junior Mota

  • Câmara cria comissão especial para apurar irregularidades em atestados de médicos


    A Câmara Municipal instalou, na reunião dessa terça-feira (27) uma comissão especial para investigar supostas irregularidades na apresentação de atestados de saúde por médicos que atuam na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Justinópolis, em Ribeirão das Neves.

    A decisão foi tomada depois de denúncia do vereador Ramon do Girico (MDB), que na última segunda-feira (26) fez uma transmissão ao vivo pelas redes sociais para denunciar uma médico que, segundo o parlamentar, deveria estar de plantão na UPA mas estava atendendo em seu consultório particular, que seria no Hospital Lifecenter, na zona sul de Belo Horizonte, depois de comunicar que estava com problemas de saúde.

    No vídeo, Ramon do Girico marcou uma consulta com o médico no consultório particular no mesmo horário que o mesmo deveria, ainda conforme o vereador, estar atendendo na UPA. Assim que o médico abriu a porta do consultório, o parlamentar o questionou sobre a apresentação de atestado falso e o clima esquentou.

    Com a repercussão do caso, a Câmara decidiu pela abertura da comissão especial, que será formada, além do próprio Ramon, pelos vereadores Carlinhos Figueiredo (MDB), Fábio Caballero (PPS), Neuza Mendes (PPS) e Vanderlei Delei (PTC).

    Ainda durante a reunião da Câmara, o vereador Ramon afirmou que o médico lhe fez ameaças pelo telefone e que o Secretário Municipal de Saúde, Júnior Mota, teria desligado o profissional do município. "O médico William Bicalho me ligou hoje, me processa que você vai perder seu CRM. O secretário de Saúde prontamente demitiu esse vagabundo", revelou.

    O que dizem as partes

    O RibeiraoDasNeves.net conversou com o Dr. William Bicalho Hastenreiter por telefone. Ele disse que é vítima de perseguição e ameaças pois vem "denunciando medidas adotadas pela gestão municipal", como o corte de salários de médicos e demissões em massa. Especificamente sobre a denúncia do vereador, William afirmou que a mesma não procede, pois ele jamais apresentou atestado médico ao município na segunda-feira, dia 26 de novembro, e que o vereador marcou consulta em horário anterior ao do início do plantão. O médico afirmou também que vai comprovar todos os fatos em juízo, uma vez que pretende acionar o parlamentar na Justiça.

    Por meio da assessoria de imprensa, o Hospital Lifecenter afirmou que não atende a especialidade de pediatria, que o mesmo exerce na UPA, e o médico citado não faz parte do corpo clínico do hospital. "No mesmo complexo em que o hospital está localizado também estão instalados um hotel, um estacionamento, uma farmácia, lojas e um condomínio de consultórios particulares com administrações distintas e portarias independentes sem nenhuma conexão com a área hospitalar", informou.

    Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde confirmou que a demissão do médico William Bicalho Hastenreiter ocorreu nessa terça-feira (27). Segundo o órgão, o pediatra era funcionário contratado de livre nomeação e exoneração. "A administração já vem acompanhando vários casos de cumprimento de carga horária. Com essa denúncia, foi mais uma concretização disso. Nosso maior objetivo é o atendimento aos usuários", disse o secretário Júnior Mota.

    Readmore
  • Hospital São Judas Tadeu tem posto de vacinação 24 horas contra Febre Amarela


    A Prefeitura de Ribeirão das Neves, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, divulgou nesta terça-feira (30) a instalação temporária de um posto de vacinação 24 horas contra no Hospital São Judas Tadeu. De acordo com a pasta, o objetivo é atender o trabalhador que não tem acesso às unidades de saúde em horário comercial.

    Devem se vacinar pessoas a partir de 9 meses até 59 anos de idade que ainda não se vacinaram. Idosos acima de 60 anos que nunca tomaram a vacina devem passar por avaliação médica. Gestantes tomarão a vacina somente com indicação médica, e lactantes amamentando menores de 6 meses deverão suspender o aleitamento por 10 dias após tomar a dose.

    Além disso, mais 15 postos estarão vacinando a população de Ribeirão das Neves enquanto houver demanda, sendo 4 na região central, 8 em Justinópolis e 3 na região do Veneza. Confira:

    Região Central

    UBR Arlete de Souza: Rua José Pedro Pereira, 75 – São Pedro
    ESF Santa Martinha II: Rua Jorge Eustáquio da Silva, 235 – Santa Martinha
    ESF Sevilha BI: Rua Monte Carmelo, 311 – Sevilha B
    ESF Barcelona: Rua Cláudio Daniel, 220 – Barcelona

    Região Justinópolis

    UBR Alarico Modesto: Rua Laranjeiras, 190 – Cerejeiras
    ESF Areias I: Rua São Lucas, 173 – Areias
    ESF Menezes: Rua Tancredo de Almeida Neves, 1061 – Menezes
    UBR Expedito Monteiro: Rua Suaçuí, 358 – Jardim de Alá
    ESF Nova Pampulha I: Rua Hum, 577 – Conjunto Nova Pampulha
    ESF São José I / Evereste (Britaldo): Rua Rosângela, 197 – São José
    UBR Francisco Torres: Rua Santo Inácio de Loiola, 397 – Maria Helena
    ESF Pedra Branca I: Rua Vinte e Nove, 55 – Pedra Branca

    Região Veneza

    UBR Raimundo Firmo: Rua Petrolina Amâncio, 484 – Veneza
    UBS Florença: Avenida Ida Jubeline, 840 – Florença
    ESF San Genaro: Rua Ruth Brandão Azevedo, 1.395 – San Genaro

     

    Readmore
  • Hospital Sofia Feldman, em BH, será referência para gestantes nevenses de alto risco


    A Prefeitura de Ribeirão das Neves e o Hospital Sofia Feldman, em Belo Horizonte, assinaram, na última segunda-feira (26), a formalização da pactuação entre as partes para que o hospital seja referência das gestantes nevenses para partos de risco habitual e de alto risco neonatal.

    O acordo foi firmado entre o secretário municipal de Saúde, Júnior Mota, e o diretor do hospital Ivo de Oliveira Lopes. A medida acontece após portaria publicada pela Prefeitura de Belo Horizonte que organiza as maternidades da capital mineira para o atendimento às cidades do colar metropolitano.

    De acordo com a Diretora da Linha de Políticas do Sofia Feldman, Tatiana Coelho Lopes, a partir do acordo, as nevenses poderão procurar auxílio no Hospital São Judas Tadeu ou se encaminhar diretamente ao Sofia. "Nós vamos receber as munícipes de Ribeirão das Neves de alto risco e também as de risco habitual, caso o São Judas não as atenda", disse.

    O RibeiraoDasNeves.net aguarda comentário do secretário municipal de Saúde sobre o assunto.

    O Hospital Sofia Feldman, referência em assistência materno-infantil, fica na rua Antônio Bandeira, 1.060, bairro Tupi, em Belo Horizonte.

    Readmore
  • Número de partos no Hospital São Judas Tadeu


    O Hospital São Judas Tadeu registrou 739 partos durante o ano de 2018, cerca de dois nascimentos por dia. Desse total, 453 (61,3%), foram partos normais. As informações são da Secretaria Municipal de Saúde.

    Readmore
  • Partida de médicos cubanos deve deixar 130 mil nevenses na fila de espera


    Médicos cubanos que atendiam os municípios brasileiros já não ocupam seus postos de trabalho. Desde terça-feira (20), os profissionais já não compareceram aos consultórios em várias cidades. Em Ribeirão das Neves, 17 médicos do programa Mais Médicos vieram de Cuba.

    Segundo cálculo do secretário municipal de Saúde de Ribeirão das Neves, Júnior Mota, a partida deles deixe cerca de 130 mil pessoas na fila, à espera de substituição. A informação foi revelada pelo gestor ao jornal Estado de Minas desta quarta-feira (21).

    Na avaliação do secretário, o programa "desafogou a demanda por médicos na cidade", principalmente nos locais mais distantes, onde não houve recusa pelos profissionais de Cuba. Caso os profissionais não sejam substituídos no âmbito do programa, o chefe da pasta estima que a contratação de novos médicos gerará aumento de despesas no orçamento em torno de R$ 210 mil mensais.

    "O grande impacto do PSF é prevenir a doença aguda, evitar que o paciente com diabetes ou hipertensão, por exemplo, chegue a um acidente vascular cerebral ou enfarto. Para cada um dólar gasto na prevenção, economizamos quatro", disse o secretário ao EM.

    Readmore
  • Prefeito realiza nova troca de comando na Secretaria Municipal de Saúde


    O prefeito Junynho Martins (PSC) fez uma troca importante no primeiro escalão da gestão municipal. Na secretaria de Saúde sai Renata Leandro de Figueiredo e Silva, entra José Jacinto da Mota Junior, conhecido como Junior Mota.

    As publicações da exoneração da antiga titular da pasta e da nomeação do novo secretário foram feitas nesta segunda-feira (15) no Diário Oficial dos Municípios Mineiros (DOMM). A troca, no entanto, já havia sido realizada na semana passada. Junior Mota já havia inclusive acompanhado o prefeito na inaguração do PSF do bairro Neviana.

    De acordo com a publicação, Junior Mota é enfermeiro efetivo no município e exercia cargo comissionado de assessor especial na secretaria. Já Renata, cirurgiã dentista, vai continuar com cargo comissionado na própria Saúde.

    Essa é a segunda vez que o chefe do Executivo nevense realiza troca na Secretaria de Saúde. No início do mandato, quem respondia pela pasta era João Marcelo Abreu, atual Secretário de Governo. 

    A reportagem fez contato com a Prefeitura de Ribeirão das Neves para saber os motivos da troca de comando na Saúde, mas não obteve retorno até o momento.

    Readmore
  • Prefeitura assina novo contrato emergencial sem licitação com clínica de exames laboratoriais


    A Prefeitura de Ribeirão das Neves divulgou, nesta quinta-feira (23), no Diário Oficial dos Municípios Mineiros (DOMM), novo contrato para prestação de serviços de exames laboratoriais. O instrumento foi firmado por contratação emergencial com dispensa de licitação.

    O contrato nº 099/2018 foi celebrado entre a Secretaria Municipal de Saúde e o Laboratório de Análises Clínicas Lacerda Ltda ME. No Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) junto ao Ministério da Fazenda, a empresa está registrada no município de Nova Belém, divisa de Minas Gerais com o Espírito Santo.

    Por um contrato de 6 meses, assinado no dia 7 de agosto, sairão dos cofres municipais o valor de R$ 1.836.100,00.

    O RibeiraoDasNeves.net procurou no Portal da Transparência da Prefeitura a autorização para dispensa de licitação e o processo referentes à locação, mas os documentos não foram localizados.

    A reportagem aguarda manifestação da Prefeitura de Ribeirão das Neves sobre as justificativas para a contratação.

    Recorrência

    É a segunda vez que a Prefeitura de Ribeirão das Neves contrata uma clínica de exames laboratoriais sem licitação na gestão do prefeito Junynho Martins (PSC). No início de 2017, a Secretaria Municipal de Saúde já havia contratado a Clínica São José, com dispensa de licitação, para instalar um laboratório de análises clínicas em comodato no município dentro do Hospital São Judas Tadeu pelo valor de R$ 2 milhões nos seis meses de vigência do contrato.

    Resposta

    Em nota, a Prefeitura informou que a contratação emergencial se deu em decorrência de um processo licitatório frustrado, onde as empresas participantes deixaram de apresentar documentos exigidos pela Lei de Licitações.

    Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a urgência na contratação justifica-se pela importância dos exames laboratoriais nos atendimentos de urgência e emergência e também em exames de rotina. A falta deles, conforme a pasta, comprometeria o quadro dos pacientes.

    Confira a nota da Prefeitura na íntegra:

    A Prefeitura Municipal de Ribeirão das Neves, através da Secretaria Municipal de saúde informa que visando contratar empresa para prestação de serviços de realização de exames laboratoriais, o Município, por meio do Processo Administrativo licitatório nº 027/2018, Pregão Presencial 009/2018, iniciou processo regular para a referida contratação, entretanto, por motivos alheios a sua vontade, uma vez que, durante sua tramitação, as empresas que participaram do certame deixaram de apresentar documentos exigidos pela Lei Federal 8.666/93 (conhecida como Lei de licitações), foram consequentemente inabilitadas, frustrando o certame, razão pela qual, ante a extrema necessidade e emergência para dar continuidade à prestação dos serviços à população do Município, a Secretaria Municipal de Saúde não teve outra alternativa, senão realizar a contratação por dispensa de licitação em caráter emergencial. Frisa-se, por oportuno, que a paralisação dos serviços de exames laboratoriais acarretaria a interrupção dos serviços de atendimento medico, inviabilizando, principalmente os atendimentos de urgência e emergência, exames de pré-natal, doenças como diabetes, dentre outras, o que poderia ocasionar agravamento nos quadros de pacientes ou até mesmo levá-los a óbito, caracterizando, portanto, a urgência na presente contratação.

    Salientamos ainda que o contrato emergencial 99/2018 poderá ser rescindido a qualquer tempo, sendo que a Secretaria Municipal de Saúde está tomando todas as providências cabíveis para republicar o edital do Processo 027/2018 (regular). Caso rescindido a Secretaria Municipal de saúde não será obrigada a pagar o valor total do contrato.

     

    Readmore
  • Ribeirão das Neves será a cidade mineira mais afetada sem os médicos cubanos


    O Governo de Cuba informou, nesta quarta-feira (14), que vai encerrar a parceria com a Organização Pan-Americada de Saúde (Opas) que mantém o programa Mais Médicos no Brasil. A justificativa do governo cubano é que as exigências feitas pelo governo eleito de Jair Bolsonaro são "inaceitáveis" e "violam" acordos anteriores.

    Neste contexto, Ribeirão das Neves será a cidade mineira mais afetada sem os médicos daquele país, ao lado de Divinópolis. Levantamento feito pelo jornal O Tempo junto ao Ministério da Saúde mostra que a cidade deve perder 17 vagas de médicos ocupadas atualmente por cubanos - em todo o Estado, são 591. 

    Desde 2016, o Ministério da Saúde vem trabalhando na diminuição de médicos cubanos no programa. Até aquela data, cerca de 11.400 profissionais de Cuba trabalhavam no Mais Médicos. Neste momento, 8.332 das 18.240 vagas do programa estão ocupadas por eles. Ribeirão das Neves já chegou a ter mais de 100 profissionais daquele país trabalhando no município.

    Atualização

    Na manhã de segunda-feira (19), a Secretaria Municipal de Saúde confirmou que no município atuam 17 médicos por meio do Programa Mais Médicos.

    Readmore
  • Ribeirão das Neves tem baixa cobertura vacinal da pólio, alerta Ministério da Saúde


    Em reunião com representantes de estados e municípios, o Ministério da Saúde alertou que 312 municípios brasileiros estão com cobertura vacinal abaixo de 50% para a poliomielite. As baixas coberturas vacinais, principalmente em crianças menores de cinco anos, acenderam uma luz vermelha no país, especialmente porque a pólio é uma doença já erradicada no país.

    Em Ribeirão das Neves, o número está em 48,86%. O dado foi divulgado pela coordenadora do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde (PNI), Carla Domingues, durante reunião da Comissão Intergestores Tripartite (CIT), na semana passada.

    Para as localidades que estão abaixo da meta de vacinação, o Ministério da Saúde tem orientado os gestores locais que organizem suas redes, inclusive com a possibilidade de readequação de horários mais compatíveis com a rotina da população brasileira. Outra orientação é o reforço das parcerias com as creches e escolas, ambientes que potencializam a mobilização sobre a vacina por envolver também o núcleo familiar.

    Nesta quinta-feira (5), o secretário municipal de Saúde, Junior Mota, utilizou as redes sociais para alertar a população sobre a situação. O Ministério da Saúde reforçou ainda que todos os pais e responsáveis têm a obrigação de atualizar as cadernetas de seus filhos, em especial das crianças menores de cinco anos que devem ser vacinadas, conforme esquema de vacinação de rotina.

    Readmore
  • Secretaria de Saúde aposta no fumacê para ampliar combate ao mosquito da dengue


    A Prefeitura de Ribeirão das Neves tem planejado, nas últimas semanas, diversas ações de prevenção e controle de epidemias no município, principalmente intensificando o combate ao mosquito causador da dengue, utilizando o popular fumacê.

    De acordo com a Prefeitura, a partir de informações apresentadas nas quatro primeiras semanas do ano de 2019, foi traçado plano de ação para a utilização do Ultra Baixo Leve, em imóveis localizados nos bairros Florença, Cruzeiro, Botafogo II, Jardim São Judas Tadeu, Tropical, Girassol, Menezes, Kátia e Lagoa.

    O procedimento é utilizado como complemento quando as ações usuais como tratamento focal e eliminação de água parada não são suficientes para evitar o surgimento de grande número de casos da doença.

    O carro fumacê é fornecido pela Secretaria Estadual de Saúde devido à necessidade mais ostensiva de combate ao mosquito. Atualmente, em Ribeirão das Neves há um crescente número de casos da doença registrados.

    Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o Setor de Zoonoses tem realizado um trabalho preventivo e educativo junto aos moradores, visando combater as larvas do mosquito em lixões e residências onde pode haver acumulo de água parada.

    Vale lembrar que o inseticida (Malathion) utilizado no fumacê não apresenta poder residual, atuando somente nos mosquitos presentes no momento da aplicação e combate apenas as formas adultas do mosquito, sendo, portanto, necessária a eliminação das fontes de proliferação do mosquito.

    Readmore
  • Unidades de saúde abrem neste sábado para vacinação contra febre amarela


    A Prefeitura de Ribeirão das Neves, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, divulgou a lista dos pontos da vacinação contra a febre amarela que estarão abertos à população neste sábado (3), de 8h às 19h.

    Além do Hospital São Judas Tadeu, que tem posto de vacinação 24 horas disponíveis, são 26 unidades de saúde abertas aos nevenses, sendo 9 na região central, 12 em Justinópolis e 5 na região do Veneza. 

    Devem se vacinar pessoas a partir de 9 meses até 59 anos de idade que ainda não se vacinaram. Idosos acima de 60 anos que nunca tomaram a vacina devem passar por avaliação médica. Gestantes tomarão a vacina somente com indicação médica, e lactantes amamentando menores de 6 meses deverão suspender o aleitamento por 10 dias após tomar a dose.

    Confira:

    Região Central

    BR Arlete de Souza: Rua José Pedro Pereira, 75 - São Pedro
    Santa Martinha I: Rua Artur Vitor Maciel, 30 - Rosana
    Santinho II: Rua Bonifácio José de Oliveira, 77 - Santinho
    Rosaneves II: Rua. Dália, 50 - Rosaneves
    Neviana: Rua. Leopoldina Rosa de Jesus, 265 - Neviana
    Jardim Colonial: Rua Tangaras, 50 - Jd. Colonial
    Santa Martinha II: Rua. Jorge Eustáquio da Silva, 235 - Santa Martinha
    Sevilha BI: Rua. Monte Carmelo, 311 - Sevilha B
    Barcelona: Av. Cláudio Daniel, 220 - Barcelona

    Região Justinópolis

    UBR Alarico: Rua Laranjeiras, 190 - Cerejeira
    PSF Menezes: Rua Tancredo de Almeida Neves, 1061 – Menezes
    PSF Areias I: Rua. São Lucas, 173 - Areias 1
    PSF Areias II: Rua Tulipas, 155 - Santa Margarida
    PSF Cruzeiro: Rua Maracanã, nº 150 – Cruzeiro
    UBR Jardim de Ala: Rua Suaçuí, 358 - Jardim de Alá
    PSF Nova Pampulha: Rua Hum, 577 - Conj. Nova Pampulha
    PSF Fortaleza: Rua Engenheiro João Trindade, 150 – Fortaleza
    PSF Jardim Alvorada: Rua Diamantina, 32 - Jardim Alvorada
    PSF Sâo José I Everest: Rua Rosângela, 197 - São José
    UBR Maria Helena: Rua Santo Inácio de Loyola, 397 - Maria Helena
    PSF Pedra Branca I: Rua Vinte e Nove, 55 - Pedra Branca

    Região Veneza

    UBR Veneza: Rua Pedrolina Amâncio, 484 Veneza
    PSF Liberdade: Av. E, 814 - Liberdade
    Florença: Av. Ida Jubeline, 1048 – Florença
    San Genaro: Rua. Ruth Brandão Azevedo, 1.395 - San Genaro
    PSF Fazenda Castro: Rua Marechal Floriano Peixoto, 118 - Fazenda Castro

    Readmore