All for Joomla All for Webmasters

Junynho Martins

  • Aliado do presidente


    O presidente Michel Temer reuniu parlamentares no discurso que fez na semana passada após ser denunciado pela Procuradoria Geral de República (PGR). Bem ao seu lado estava o deputado federal mineiro Toninho Pinheiro (PP), irmão do ex-presidente da Assembleia Legislativa, Dinis Pinheiro, padrinho político do prefeito Junynho Martins (PSC).

    Readmore
  • Antônio Carlos tem 26% das intenções de voto e Junynho Martins 22%, diz 'Instituto Nexus'


    Readmore
  • Antônio Carlos, Junynho Martins e Irani Barbosa são confirmados candidatos à Prefeitura


    Readmore
  • Câmara Municipal aprova polêmica resolução que ratifica republicação das Leis Delegadas


    A Câmara Municipal aprovou na reunião ordinária dessa terça-feira (5) uma resolução que ratifica a republicação das três Leis Delegadas editadas pelo prefeito Junynho Martins (PSC). A aprovação ocorreu sob os olhos atentos do Poder Executivo, com as presenças do secretário de Governo, João Marcelo Abreu, e do procurador-geral do município, Flávio Freire.

    A medida foi aprovada após uma polêmica a respeito da republicação das três Lei Delegadas no Diário Oficial dos Municípios Mineiros (DOMM). No corpo do texto, as leis são datadas de 14 de junho de 2017. Porém, no Diário Oficial, a publicação original foi feita em 16 de junho e, em 3 de julho, houve nova publicação de retificações nos textos. Veja na imagem a seguir.

     

    Foto: Reprodução / DOMM

     

    A grande questão é que a proposta de resolução 02/2017, que autorizava o prefeito a criar as Leis Delegadas, em seu Artigo 2º, prevê a delegação estender-se-ia até 30 de junho.

    João Marcelo minimizou o fato e explicou que o DOMM tem um mecanismo de agendamento de publicações que pode levar de 24 a 48 horas. Como o prazo limite de 30 de junho era sexta-feira, a veiculação dos textos ocorreu apenas na segunda-feira, 3 de julho. Segundo ele, o sistema tem todos os registros de que o trâmite respeitou os prazos de vigência da autorização legislativa.

    Já a oposição viu irregularidade na publicação fora do prazo e garante que o Executivo terá dor de cabeça com a situação. A presença do primeiro escalão da Prefeitura na reunião da Câmara e a intensa negociação nos bastidores seria mais um indício da gravidade do caso.

    Readmore
  • Câmara realiza cerimônia de posse do prefeito, do vice e dos vereadores no dia 1º de janeiro


    Readmore
  • Cohab quer desenvolver megaempreendimento às margens da BR-040, em Ribeirão das Neves


    O presidente da Companhia de Habitação do Estado de Minas Gerais (Cohab Minas), Alessandro Marques, apresentou, nessa terça-feira (6), na Câmara Municipal de Ribeirão das Neves, um projeto para implantação de um megaempreendimento no município que prevê a construção de moradias e criação de infraestrutura para instalação de indústrias, comércio, áreas institucionais e parques verdes na região. Agora, segundo a companhia, a proposta será levada ao prefeito de Ribeirão das Neves, Junynho Martins (PSC), para que tenha andamento e uma audiência pública possa ser marcada.

    A área, localizada às margens da BR-040 entre o trevo de Neves e o condomínio Vale do ouro, foi alvo de uma disputa política entre a ex-prefeita Daniela Corrêa (PT) e os parlamentares nevenses na gestão passada, quando a petista queria vender o terreno para capitalizar o caixa do município e os vereadores barraram as tratativas. Com o impasse, o terreno que estava cedido ao município foi devolvido ao controle da companhia.

    Segundo a Cohab, A intenção é destinar 393 mil metros quadrados à construção de moradias; 210 mil metros quadrados para instalação de indústrias; 79 mil metros quadrados para estabelecimentos comerciais; 41 mil metros quadrados áreas institucionais e 125 mil metros quadros para parques e áreas verdes comunitárias.

    "Nossa intenção é desenvolver ainda mais este importante município da Região Metropolitana de BH, através do aproveitamento de um terreno, de propriedade da Cohab Minas, com mais de 1 milhão de metros quadrados. Esperamos realizar em Ribeirão das Neves, de forma pioneira, o maior projeto, em nível nacional, de uma Companhia de Habitação Estadual. Para isso, iremos nos reunir com a administração municipal para discutir a implantação deste empreendimento", afirmou Alessandro Marques.

    Segundo ele, a intenção é atender a população de Ribeirão das Neves e priorizar a comercialização do empreendimento para servidores públicos ou de autarquias públicas como professores, policiais, bombeiros, bancários etc, que se enquadrem no programa Minha Casa, Minha Vida.

     

    Readmore
  • Com foco na prevenção, Prefeitura de Ribeirão das Neves lança projeto 'Escola Segura'


    Foto: Divulgação / SMED

    As secretariais de Educação e de Segurança, Trânsito e Transporte lançaram, na última quarta-feira (28), o projeto "Escola Segura", que tem como objetivo principal a prevenção e repressão aos atos de infração no ambiente escolar.

    De acordo com a Prefeitura, as ações em conjunto auxiliam o dia a dia escolar, promovendo e monitorando o desempenho funcional para Guardas Patrimoniais Escolares, bem como a criação e instalação do ponto de apoio e, ainda, adaptação de um veículo cedido pela Secretaria de Educação responsável para realizar o Grupamento de Patrulha Escolar (GPE).

    A Prefeitura ressaltou a importância do projeto para o âmbito escolar, já que diferentes tipos de violência permeiam a vida dos jovens diariamente, sendo, portanto, de extrema necessidade ampliar e qualificar a rede de segurança dentro das unidades escolares municipais, além de sensibilizar e motivar a comunidade escolar, envolvendo direção, educadores, pais, colegiado, guardas patrimoniais, alunos e toda a sociedade.

    Pelas redes sociais, o prefeito Junynho Martins (PSC) comemorou a parceria entre as secretarias e a própria Polícia Militar (PM) , que viabilizou a colocação do projeto em prática. "Mais segurança e informação para a comunidade escolar de Ribeirão das Neves", enfatizou.

    Ainda conforme a administração municipal, a Patrulha Escolar fará ronda no entorno da escola, garantindo mais segurança à comunidade. Além disso, os guardas patrimoniais passarão por curso de capacitação para assegurar a manutenção do projeto e as ações implementadas.

    Readmore
  • Com investimentos de R$ 41 milhões, prefeito assina ordem de serviço do PAC Mobilidade


    Após a assinatura das ordens de serviço, o prefeito Junynho Martins (PSC), o vice Vitório Junior (PDT) e o secretário municipal de Obras e Desenvolvimento Sustentável, Leonardo Martins, estiveram na semana passada na avenida Eduardo Brandão, que liga o CIRIN à BR-040, para visitar as obras do PAC Mobilidade. A empreitada foi revelada com exclusividade pelo RibeiraoDasNeves.net no dia 13 de julho.

    O PAC Mobilidade é um convênio celebrado entre a Prefeitura de Ribeirão das Neves e o Ministério das Cidades orçado no valor de R$ 41.871.653,45 que prevê melhorias, além da avenida Eduardo Brandão, no Centro e na região de Justinópolis.

    Segundo a Prefeitura, na região central da cidade, será feito o recapeamento e sinalização horizontal e vertical na rua Ari Teixeira da Costa; em Justinópolis, serão feitas obras de drenagem, pavimentação, sinalização de trânsito horizontal e vertical na avenida Denise Cristina Rocha, do trecho entre a rotatória da UPA e o Villefort Atacadista; e na avenida Eduardo Brandão, na região do CIRIN (Centro Industrial de Ribeirão das Neves) haverá drenagem, pavimentação, sinalização de trânsito horizontal e vertical. O prazo previsto de conclusão é de 18 meses.

    Foto: Divulgação / Ascom PMRN

    O prefeito Junynho Martins comemorou o início das obras e prometeu um adeus ao asfalto remendado e cheio de buracos nesses locais. "(A gente) não poderia perder esse recurso, que há muito tempo é o sonho dos nevense. Será um divisor de águas no trânsito de Ribeirão das Neves", comentou.

    Já o vice-prefeito Vitório Junior destacou a união da equipe e o empenho do prefeito. "É uma obra que vai atender a todos aqueles que esperaram isso por muitos e muitos anos", frisou.

    A reportagem entrou em contato com a Prefeitura e questionou se será construído um viaduto para servir de alça para quem, no futuro, seguir pela avenida Eduardo Brandão sentido BR-040 e pegar a rodovia no rumo a Belo Horizonte. De acordo com o órgão, "a construção do viaduto na ponta da BR-040 é de responsabilidade da concessionária Via 040".

    Arte: RibeiraoDasNeves.net

    Relembre

    Em outubro de 2014, a ex-prefeita Daniela Corrêa (PT) chegou a assinar o convênio com a Caixa para a liberação dos recursos e prometeu a conclusão das obras ainda em seu mandato, finalizado em 2016. Porém, com a queda da ex-presidente Dilma Rousseff, a petista não conseguiu destravar os recursos e a coisa não andou.

    Conforme o RibeiraoDasNeves.net apurou, o dinheiro saiu agora graças à proximidade do deputado federal Toninho Pinheiro (PP), aliado do prefeito Junynho Martins, com o presidente Michel Temer, uma vez que parlamentar mineiro compõe a base aliada do Governo Federal no Congresso Nacional.

    Readmore
  • Daniela Corrêa e Junynho Martins avaliam possíveis impactos da PEC 241 sobre o município


    Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados

    Readmore
  • Dinheiro no bolso


    O prefeito Junynho Martins (PSC) utilizou as redes sociais nesta quarta-feira (2) para convidar a população a curtir a Festa de Agosto, que acontece de quinta-feira (3) e domingo (6) no entorno do Estádio Municipal, e garantiu que os salários do funcionalismo serão pagos nesta quinta, antes do ponto facultativo de sexta (4), para que os servidores possam curtir o fim de semana prolongado, e de festa, com dinheiro no bolso.

    Readmore
  • Eduardo Vs Junynho


    O famoso jornalista e apresentador da rádio Itatiaia e da TV Record Minas, Eduardo Costa, soltou os cachorros para o prefeito Junynho Martins nessa segunda-feira (31). Depois de uma reportagem no programa MG no Ar, que mostrava moradores cobrando pavimentação de ruas na cidade, o repórter cobrou mais resultados da Prefeitura e ainda alfinetou o chefe do executivo nevense.

    "O atual (prefeito, Junynho Martins) já reformou a Prefeitura, botou lá uns granitos, e quando a gente fala que ele tá precisando mostrar mais serviço, ele fala que a gente fala mal dele porque ele não dá dinheiro pra imprensa. Ele fala 'Ah, aquele Eduardo Costa tá falando mal de mim porque não dei dinheiro pra ele'. Até parece que o senhor tem dinheiro pra dar, né, prefeito?! Tem só pra gastar aí. Olha que vergonha. Estamos esperando notícias aí, viu, prefeito?!"

    Veja o vídeo completo aqui.

    Readmore
  • Em reunião, ex-vereador Junynho Martins se lança como pré-candidato à Prefeitura em 2016


    Readmore
  • ENTREVISTA EXCLUSIVA: Prefeito Junynho Martins fala sobre temas polêmicos da cidade


    Readmore
  • Fabiano Diniz abre mão de pré-candidatura para apoiar Junynho Martins para prefeito


    Readmore
  • Grupo político do prefeito faz circular vídeo de 'repúdio à mentira' de jornalista


    O grupo político do prefeito Junynho Martins (PSC) está fazendo circular nas redes sociais um vídeo chamado de "repúdio à mentira" em referência às declarações do jornalista Carlos Viana, da TV Record, de que a Prefeitura teria gasto R$ 1 milhão na festa de Agosto e R$ 53 mil em fogos de artifício.

    Segundo o vídeo, o município gastou R$ 132 mil com todas as despesas da Festa de Agosto e R$ 15 mil show pirotécnico, e considera o "Senhor Viana" rídiculo e inventivo, demagógico e mal informado. "Nem mesmo Nossa Senhora das Neves conseguiria perdoar tamanha mentira, tamanho desrespeito".

    Por questão de economia, conforme o vídeo, os valores que estavam sendo divulgados eram valores estimados para serem gastos em um ano em todas as solenidades - e que, segundo o vídeo, nem era de R$ 1 milhão, como dito pelo jornalista, mas sim de cerca de R$ 500 mil.

    O vídeo afirma ainda que as festividades da padroeira são importante para a cidade e continuarão sendo realizadas todos os anos.

    Veja o vídeo:

    Readmore
  • Há um ano, debate entre candidatos à Prefeitura movimentava política nevense


    7 de setembro de 2016, auditório do Instituto Federal de Educação e Tecnologia de Minas Gerais (IFMG). Com o objetivo de discutir as propostas e as ideias daqueles que pretendiam governar a cidade até 2020, o Movimento Acorda Neves, o RibeiraoDasNeves.net e o SindUTE Neves realizaram um debate entre os candidatos à Prefeitura de Ribeirão das Neves.

    Prestigiaram o evento a ex-prefeita Daniela Corrêa (PT) e atual prefeito Junynho Martins (PSC), que viria a ser eleito no mês seguinte. Os candidatos Antônio Carlos (PPS) e Irani Barbosa (PMDB) foram convidados com um mês de antecedência, mas preferiram não participar do evento.

    Foram ao todo cinco blocos: nos dois primeiros, os candidatos fizeram perguntas entre sí, sendo o tema livre na primeira parte e sorteado na segunda. No terceiro e quarto blocos, as perguntas foram feitas pela população e pelas entidades promotoras do evento e convidadas, como a OAB Neves. O quinto e último bloco foi reservado às considerações finais dos candidatos.

    Assista novamente esse momento marcante na política de Ribeirão das Neves:

    Assista!

    Bloco 1

    Bloco 2

    Bloco 3

    Bloco 4

    Bloco 5

    Readmore
  • Junynho Martins anuncia Vitório Junior como vice em sua pré-candidatura à Prefeitura


    Foto: Reprodução / Facebook

    Readmore
  • Junynho Martins é diplomado prefeito junto com o vice e os quatorze vereadores eleitos


    Readmore
  • Junynho Martins é eleito prefeito de Ribeirão das Neves com quase 60% dos votos


    Readmore
  • Junynho Martins recria três secretarias e promove mudanças no 1º escalão do governo


    Readmore
  • Ministro da Saúde em Neves


    O ministro da Saúde, Ricardo Barros, tem uma agenda marcada em Ribeirão das Neves na semana que vem. O mandatário deve se encontrar com autoridades locais, dentre elas o prefeito Junynho Martins (PSC), na Cidade dos Meninos, na próxima segunda-feira (4).

    Readmore
  • No Dia da Árvore, prefeito anuncia projeto de doação de mudas aos cidadãos nevenses


    O prefeito Junynho Martins (PSC) lançou, na manhã desta quinta-feira (21), na região do Veneza, o projeto Disk árvore, que faz parte do Programa Verde Neves, como parte das comemorações do Dia da Árvore.

    De acordo com a administração municipal, os interessados poderão ligar para o número (31) 3627-6958 no período da campanha, que vai de 21 de setembro a 30 de novembro de 2017, e solicitar a doação ou o plantio. As mudas serão doadas aos munícipes e plantadas nas calçadas no período de chuvas, de dezembro de 2017 a janeiro de 2018. Cada munícipe também receberá um Termo de Compromisso que prevê a responsabilidade com a árvore plantada.

    O programa Verde Neves, idealizado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente, contempla vários projetos de melhoria ambiental da cidade como cercamento de áreas verdes e nascentes, ampliação das ações de coleta seletiva, educação ambiental nas escolas públicas, criação do centro de educação ambiental dentre outras atividades.

    Readmore
  • No rádio, prefeito Junynho Martins avalia o mandato e fala em medidas impopulares


    O prefeito Junynho Martins (PSC) participou, na manhã desta terça-feira (26), do quadro Café com Polícia, do programa Primeiras Notícias, da Rádio Super, onde concedeu entrevista e falou sobre sua gestão à frente do Executivo nevense nestes primeiros 9 meses, citando as dificuldades que encontrou e as medidas impopulares que teve de tomar no primeiro ano de mandato, pedindo paciência e compreensão à população.

    Questionado como estão sendo os primeiros meses, Junynho confessou que as dificuldades estão sendo até maiores do que esperava e citou as negociação para obter apoio dos governos estadual e federal. “O Pimentel ficou de pagar a divida social que o Estado tem com o município, mas ainda não tivemos nada. No Governo Federal, conseguimos alguns recursos a fundo perdido”, disse. “No início, foquei em Saúde e Educação. Peguei a cidade com "nome sujo", não temos grandes empresas, vivemos com poucos recursos”, acrescentou.

    O prefeito comentou sobre a situação do Hospital São Judas Tadeu e revelou que o município arca com 75% do custeio do equipamento, mas não especificou de onde vem o restante. “No hospital municipal, são 12 milhões (de custeio) por ano, e a gente só recebe R$ 3 milhões por ano, eu tenho que pagar R$ 9 milhões”, afirmou.

    Em relação à criminalidade, Junynho disse que é um mito que o presídio leva a violência e repudiou o projeto de instalação de um novo anexo na Dutra Ladeira. “O Pimentel anunciou mais uma unidade, pedi ao governador que não faça isso. Eu pedi a desativação da penitenciária José Maria Alkimin, para dar mais segurança às pessoas. 70% dos presos não são de Neves. Estatisticamente, Neves é menos violenta que as cidades no entorno. Os presídios é que desgastam a nossa imagem”, avaliou.

    Perguntado sobre um possível aumento dos servidores, o prefeito foi taxativo ao dizer que o município não tem condições de fazer isso agora. “Eu peguei a prefeitura sucateada. 80% dos funcionários são efetivos. Ano passado houve um reajuste histórico. Mês passado tive que demitir vários servidores da educação. Cortei meu salário, do vice. Não tem como falar de aumento sendo que estou custando para pagar em dia”, ponderou. “A reforma administrativa tirou vários penduricalhos de cargos comissionados, cortamos várias secretarias”, acrescentou.

    Sobre a política nevense, o prefeito alfinetou seus adversários por agirem no esquema “quanto pior, melhor” e afirmou que não tem oposição Câmara Municipal. “Tem candidato que não tem maturidade para entender que a eleição passou e é hora de ajudar. Eu perdi em 2012, como vice, e não critiquei (o governo). Alguns fazem oposição irresponsável, não aceitaram o resultado, fizeram campanha suja. Isso não atrapalha o Junynho Martins, e sim o município”. E finalizou o assunto política. "Os 14 vereadores estão alinhados com o governo".

    Foto: Reprodução / Facebook

    Quanto ao asfalto, grande demanda da população, Junynho afirmou que o município tem cerca de 300 km de ruas por fazer. “Já asfaltamos 70 ruas. Pedi ao governador socorro. Não é só asfalto, é esgoto e saneamento, dar condições de ir e vir ao cidadão. É inimaginável”.

    Sobre as finanças do município, o prefeito revelou que dos R$ 5 milhões de Fundo de Participação dos Municípios (FPM) que a cidade recebe por mês, R$ 4,8 milhões estavam sendo bloqueados por dívidas. “Isso tem que ser revisto, principalmente na saúde e educação. Nós temos que ter um aporte muito maior que o que temos hoje. O Governo do Estado deve olhar com mais carinho. Ninguém quer esmola. Queremos levar grandes empresas, nossa geografia é privilegiada, mas a contrapartida tem que começar pelo básico”, ponderou.

    Sobre a demissão dos professores, Junynho disse que não teve escolha e afirmou que em sua gestão não existe funcionário fantasma. “Eu sou professor, doeu muito pra mim (demitir professores), mas não tem nenhum aluno desassistido, alguns professores de apoio foram desligados, mas se não fizesse isso, não conseguiria pagar em dia e nem o 13º salário. Cargos comissionados com cabide de emprego hoje não existe. Fizemos um censo, descobrimos mais de 200 funcionários fantasmas, que vamos entregar ao Ministério Público”, garantiu.

    Em relação aos problemas urbanos, o prefeito afirmou que a questão data da década de 70. “As fazendas foram sendo loteadas. Estamos criando o Plano de Expansão, para crescer ordenadamente. Vamos fazer o Plano Diretor, ainda não temos, é um absurdo, foi o maior ônus que peguei ao assumir”, avaliou.

    Sobre o projeto da Cohab Minas que prevê a construção de um projeto habitacional, industrial e comercial às margens da BR-040, Junynho foi taxativo ao discordar do modelo proposto, com cerca de 5 mil moradias. “Não concordo, não damos conta disso mais. Fiz uma nota de repúdio à Cohab e me encontrei com o presidente Alessandro (Marques). Nessa área queremos implantar um Centro industrial, com no máximo 1.5000 moradias”, disse.

    Em relação ao desenvolvimento econômico, o prefeito disse apostar em duas frentes. “Estou conversando com as empresas que já estão na cidade para ampliações e com as interessadas em se instalar na cidade. Nosso comércio é muito bom e muito forte. Eu tenho que avançar em empresas de médio e grande porte para que a gente deixe de ser cidade dormitório”, finalizou.

    Readmore
  • Nova pesquisa do 'Instituto Ver' amplia vantagem de Junynho Martins (PSC) pela Prefeitura


    Readmore
  • O resultado das enquetes


    Na última sexta-feira (30), o RibeiraoDasNeves.net lançou no Facebook duas enquetes para saber da população qual a avaliação dos primeiros 6 meses de mandato do prefeito Junynho Martins (PSC) e da nova composição da Câmara de vereadores com base nos botões de reação do Facebook. Abaixo, o resultado:

    Readmore
  • Ponto facultativo


    O feriado da padroeira do município, Nossa Senhora das Neves, este ano cai no sábado, 5 de agosto. Com isso, o prefeito Junynho Martins decretou ponto facultativo nas repartições públicas da Prefeitura de Ribeirão das Neves na próxima sexta-feira, 4 de agosto.

    Atualização às 10h13: Os serviços indispensáveis aos munícipes, como as unidades de saúde, o Hospital Municipal São Judas Tadeu e os órgãos diretamente envolvidos na execução de serviços urbanos e de segurança pública, deverão funcionar normalmente.

    Readmore
  • Pré-candidato a prefeito Junynho Martins lança ciclo de palestra sobre políticas públicas


    Readmore
  • Prefeito abre tomada de contas especial sobre irregularidades em contrato de consórcio de saúde


    O prefeito Junynho Martins (PSC) instituiu, via Portaria Nº 47/2017, publicada no Diário Oficial dos Municípios Mineiros (DOMM), uma Comissão de Tomada de Constas Especial para instaurar procedimento interno de apuração de irregularidades apontadas na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) Nº 078/2016, conhecida como CPI da Saúde, que apontou irregularidades na execução do contrato firmado entre o município de Ribeirão das Neves e o consório ICISMEP.

    O consórcio mantinha contrato com o município para disponibilizar médicos na rede pública e foi pivô de uma série de fatos no ano passado, quando profissionais chegaram paralisaram as atividades no município responsabilizando a Prefeitura por atraso nos repasses ao ICISMEP, fato que provocou a instalação da CPI na Câmara Municipal.

    A comissão será formada por servidores de diversas secretarias e terá prazo de 90 dias para apuração dos fatos, identificação dos responsáveis e quantificação do dano decorrente, especificamente referente à paralisação das atividades da UPA Joanico Cirilo de Abreu e do Hospital São Judas Tadeu.

    No fim de 2016, os vereadores terminaram os trabalhos da CPI da Saúde e entraram com uma ação no Ministério Público com o relatório do que foi apurado na ocasião.

    Tomada de Contas Especial (TCE)

    A tomada de contas especial é um processo administrativo devidamente formalizado, com rito próprio, para apurar responsabilidade por ocorrência de dano à administração pública a fim de obter o respectivo ressarcimento. Essa dinâmica tem por base a apuração de fatos, a quantificação do dano, a identificação dos responsáveis.

     

    Readmore
  • Prefeito anuncia reforma no hospital São Judas Tadeu; unidade vai manter atendimento à população


    O prefeito Junynho Martins (PSC) utilizou as redes sociais nesta quarta-feira (26) para anunciar uma reforma no Hospital São Judas Tadeu, em Ribeirão das Neves. O chefe do Executivo afirmou que a intervenção não vai comprometer o atendimento à população.

    De acordo com o prefeito, serão feitos reparos no telhado, nunca antes reformado, e na parte hidráulica, que estava apresentando inúmeros problemas, além de piso e pintura novos.

    Junynho pediu compreensão da população e afirmou que a obra tratá melhorias para os nevenses. "Toda obra gera um pouco de transtorno, (quero) pedir a vocês um pouquinho de paciência. Em torno de 30 dias estaremos entregando um hospital novo", afirmou.

    A reportagem solicitou à Prefeitura detalhes sobre a reforma, como o projeto que será executado, o orçamento e a fonte de recursos, mas não obteve retorno.

    Readmore
  • Prefeito condecorado com medalha


    O prefeito Junynho Martins (PSC) compartilhou nesta terça-feira (29), nas redes sociais, uma medalha recebida do Instituto Tiradentes que, segundo o chefe do Executivo, foi conferida por meio de pesquisa de aceitação popular. O instituto é o mesmo que premiou no mês passado os três vereadores mais atuantes em Ribeirão das Neves.

    Readmore
  • Prefeito entre prefeitos


    O prefeito Junynho Martins (PSC) recebeu nessa quinta-feira (13) alguns prefeitos do vetor Norte: Rogério Avelar (PPS), de Lagoa Santa; Antônio Divino (PMDB), de Matozinhos; Cristiano Marião (PSD), de Pedro Leopoldo; e Diego Silva (PT), de São José da Lapa. Segundo Junynho, "Ribeirão das Neves é a terceira (maior) cidade da Grande BH e venho conversado com os prefeitos pra que juntos tragamos soluções e boas novas para nossa região".

    Readmore
  • Prefeito Junynho Martins avalia primeiro mês de gestão em entrevista à rádio Itatiaia


    Readmore
  • Prefeito Junynho Martins cria programa de concessões e parcerias em Ribeirão das Neves


    O prefeito Junynho Martins (PSC) editou o Decreto Nº 155/2017 que "institui e regulamenta o Programa de Concessões e Parcerias no âmbito do Poder Executivo Municipal de Ribeirão das Neves" para a realização de concessões, parcerias público-privadas e concessões de uso de terreno público, bem como sobre as condições de sua exploração pela iniciativa privada dos serviços públicos de competência Executivo nevense.

    Segundo o decreto, podem ser objeto de PPP a prestação de serviços públicos; a construção, a ampliação, a manutenção, a reforma e a gestão de instalações de uso público em geral, bem como de terminais municipais e de vias públicas; a instalação, a manutenção e a gestão de bens e equipamentos integrantes de infraestrutura destinada à utilização pública; e a implantação e a gestão de empreendimento público, incluída a administração de recursos humanos, materiais e financeiros.

    Conforme a publicação, as PPPs não podem ter valor de contrato inferior a R$ 20 milhões e duração inferior a 5 anos e nem podem ter como objeto único o fornecimento de mão de obra, fornecimento e instalação de equipamentos ou a execução de obras públicas.

    O decreto também cria a figura do Conselho de Concessões e Parcerias, composto pelo próprio prefeito, que o presidirá, pelos secretário relacionado ao serviço, pelos secretários de Planejamento, de Governo e de Fazenda, e pelo Procurador-Geral do Município, que podem receber apoio técnico de instituições públicas e ser assessorado por consultoria técnica.

    A criação do Programa de Concessões e Parcerias é assinada pelo prefeito Junynho Martins e pelo Secretário Municipal de Planejamento e Urbanismo, Vinícius Marins.

    De acordo com Marins, já está em curso o estudo técnico para uma PPP de iluminação pública, cuja gestão passou da Cemig para o município há alguns anos. "O edital deve ser apresentado para consulta pública nos próximos meses", revelou.

    O que é uma PPP?

    A Parceria público-privada é o contrato pelo qual o parceiro privado assume o compromisso de disponibilizar à administração pública ou à comunidade mediante a operação e manutenção de uma obra por ele previamente projetada, financiada e construída. Em contrapartida, há uma remuneração periódica paga pelo Estado e vinculada ao seu desempenho no período de referência.

    Alguns exemplos de obras realizada por PPPs são leitos hospitalares, energia elétrica, estradas, portos, aeroportos e vagas prisionais, onde o município recebeu nos últimos anos o presídio neste modelo em um projeto pioneiro no Brasil.

    Readmore
  • Prefeito Junynho Martins decreta estado de calamidade financeira em Ribeirão das Neves


    Readmore
  • Prefeito Junynho Martins faz visita surpresa ao Hospital São Judas Tadeu


    Foto: Reprodução / Facebook

    Readmore
  • Prefeito Junynho Martins se posiciona contra a instalação de novo anexo com 400 vagas na Dutra Ladeira


    O prefeito Junynho Martins (PSC) divulgou, nesta sexata-feira (7), um comunicado de descontentamento com a intenção do Governo do Estado de construir um novo anexo com 400 vagas no presídio Antônio Dutra Ladeira, em Ribeirão das Neves, conforme divulgado com exclusividade pelo RibeiraoDasNeves.net no último domingo (2).

    O prefeito se disse inconformado com a situação e afirmou que, se depender dele, o município não irá abrigar mais nenhuma vaga para presidiário sem "uma contrapartida justa e necessária pelos sacrifícios que já fez neste setor". No texto, Junynho também afirma que o Estado não se lembra de Ribeirão das Neves nas horas boas, apenas para solucionar problemas da capital.

    De acordo com o secretário de Estado de Administração Prisional de Minas Gerais, Francisco Kupidlowski, a ideia é que a construção seja rápida, "talvez sem processo licitatório". Em nota, a secretaria confirmou a existência do projeto, cujo contrato está em fase de conclusão, prevista para julho. Ainda conforme a nota, após esta finalização do projeto, serão 6 meses de obras.

    Confira a íntegra do comunicado:

    Recebemos recentemente a informação que o Governo do Estado pretende construir um novo anexo no presídio Antônio Dutra Ladeira, destinado a abrigar mais 400 (quatrocentos) detentos. As prisões são planejadas para abrigar um determinado número, mas, na verdade, atuam com população carcerária superior ao dobro ou até mesmo o triplo do previsto.

    Existem (nove) unidades prisionais em nosso Município. A insegurança natural que esta realidade já trás as famílias que aqui residem, não é compensada por nenhuma contrapartida estadual. Ironicamente, nem mesmo nosso sistema de Segurança Pública é devidamente recompensado em função desta anomalia. São 8.100 (oito mil e cem) detentos, dos mais diferentes índices de periculosidade, convivendo com nossa população, estimada em mais de 400 mil habitantes. Quando a bonita e bem planejada Belo Horizonte precisa expandir suas áreas de despejo de dejetos (os “lixões”), quando a moderna capital precisa desalojar seus vistosos morros, desocupando as favelas, Ribeirão das Neves é prontamente lembrada. Quando a necessidade é ampliar o espaço para a população carcerária, o pensamento não é diferente. Porém, quando nosso Município, de chapéu na mão, busca nos corredores do Poder Estadual, reivindicando migalhas para beneficiar nosso povo, as portas silenciosamente se fecham.

    Atualmente, nem mesmo na poderosa Assembleia Legislativa Mineira, uma voz propondo que Neves receba – pelo menos! – uma taxa extraordinária, um REPASSE ESPECIAL, por cada presidiário aqui retido. Nunca ouvimos, sequer lemos no noticiário, que qualquer autoridade mineira tenha se perguntado ATÉ ONDE O TECIDO SOCIAL DE RIBEIRÃO DAS NEVES IRÁ SUPORTAR O ESGARÇAMENTO CONSTANTE QUE SOFRE, ANO APÓS ANO?

    Como Prefeito, ex-vereador e principalmente como NEVENSE, não posso me conformar com tal situação. É preciso dar um basta. Se querem o apoio do Município para soluções sociais (que são difíceis e trabalhosas) que pelo menos compensem nosso povo, oferecendo condições reais para que as suportemos. Se depender da nossa administração (e acredito que terei o apoio de todos os vereadores) não se construirá nenhum anexo, nenhuma vaga a mais para presidiário em nossa cidade, sem que o município tenha a contrapartida justa e necessária pelos sacrifícios que já faz neste setor. Não iremos mais pagar o preço da omissão estadual, que foge do assunto ano após ano e continua, de forma implacável, a sacrificar Neves com decisões unilaterais. Chega! Nosso povo está pedindo soluções e não problemas extras.

     

     

    Readmore
  • Prefeito Junynho Martins veta lei que obriga volta dos cobradores aos ônibus municipais


    Readmore
  • Prefeito Junynho Martins visita obras de recuperação da avenida do Porto Seguro


    Readmore
  • Prefeito Junynho Martins volta atrás e anuncia redução salarial do 1º escalão do governo


    Readmore
  • Prefeito Junynho se reúne com governador em busca de recursos para Ribeirão das Neves


    O prefeito de Junynho Martins (PSC) se reuniu, nessa sexta-feira (15), no Palácio da Liberdade, com o governador Fernando Pimentel (PT), em busca de recursos para o município de Ribeirão das Neves.

    De acordo com publicação do chefe do Executivo nenvense nas redes sociais, Junynho apresentou uma pauta de reivindicações ao governador, como melhorias no asfalto, investimento para a saúde, dentre outras.

    O momento foi registrado com uma foto de Junynho ao lado do governador e do prefeito de Esmeraldas, Márcio Belém.

    Readmore
  • Prefeitura edita decreto que acaba com os professores eventuais nas escolas do município


    O Diário Oficial do Município (DOM) trouxe, nesta segunda-feira (21), a publicação do Decreto Nº 129/2017, assinado pelo prefeito Junynho Martins (PSC) e pelo secretário de Educação, Fabiano Diniz, que retira das escolas da rede pública municipal a figura do professor eventual - aquele que assume a turma a partir de uma falta temporária do professor titular.

    De acordo com a publicação, a medida considerou a situação financeira do município e a necessidade de readequar o limite de gastos com pessoal, como reza a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

    Conforme artigo 4º da Resolução n. 01/2017 da Secretaria Municipal de Educação, revogado com o decreto, as escolas de até 700 alunos tinham um professor eventual por turno e, acima desse número, dois eventuais por turno.

    A medida não foi bem recebida pelo Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (SindUTE-MG), que considerou que a educação dos alunos será prejudicada, uma vez que sempre que houver uma falta de um professor, ou os alunos serão dispensados ou ficarão sobre supervisão de outro profissional que não um professor. Segundo o sindicato, são 112 profissionais nesta situação.

    A reportagem entrou em contato com a Prefeitura de Ribeirão das Neves para comentar o decreto, mas até o momento não obteve retorno.

    Readmore
  • Prefeitura homologa resultado de concurso público da Secretaria Municipal de Saúde


    O prefeito Junynho Martins (PSC) publicou Decreto Nº 060/2017 nesta quarta-feira (6), no Diário Oficial dos Municípios Mineiros (DOMM), que homologa o resultado do Concurso Público - Edital 02/ 2014, da Secretária Municipal de Saúde, para o cargo de enfermeiro.

    A lista dos candidatos classificados e aprovados, com as respectivas notas, estão disponíveis como anexo aqui.

    Conforme decreto, os candidatos classificados fora do número de vagas dispostas no edital integrarão o quadro reserva.

    Readmore
  • Prefeitura inaugura nova sede da secretaria de Saúde no Centro de Ribeirão das Neves


    A Prefeitura de Ribeirão das Neves inaugurou, na manhã desta quinta feira (10), a nova sede da Secretaria Municipal de Saúde, localizada na Avenida dos Nogueiras, 136, região central da cidade. De acordo com o órgão, o novo espaço vai facilitar o acesso da população aos procedimentos e protocolos ligados à pasta no município.

    Segundo a administração municipal, o prédio foi reformado e estruturado para ter mais funcionalidade, humanização e otimização nos atendimentos.

    O prefeito Junynho Martins (PSC) afirmou que a inauguração da sede própria é um momento importante para o município, pois além de garantir mais eficácia e qualidade nos atendimentos, significará uma economia substancial para os cofres municipais. "A nova sede oferecerá para a população serviços modernos e humanizados, garantindo mais agilidade e qualidade".

    Segundo o prefeito, o objetivo é "diminuir os gastos com aluguéis para investir os recursos em áreas essenciais, como saúde, educação, moradia, mobilidade, (para) alavancar o desenvolvimento do município e combater indicativos sociais tão desiguais".

    Readmore
  • Prefeitura publica Lei Delegada sobre reforma administrativa e cargos em comissão


    A Prefeitura de Ribeirão das Neves publicou, na última sexta-feira (16), espremida pelo feriado de Corpus Christi, no Diário Oficial do Município (DOM), três Leis Delegadas, que tratam sobre a estrutura administrativa e criam cargos em comissão e funções gratificadas no âmbito do poder Executivo. A Lei Delegada foi aprovada pela Câmara no início do ano dando ao prefeito Junynho Martins (PSC) a atribuição para elaborar leis destinadas a alterar a estrutura da administração direta e indireta do Poder Executivo.

    A Lei Delegada Nº 01/2017, trata da estrutura organizacional da Procuradoria-Geral do Município, que faz a representação judicial e extrajudicial dos interesses públicos municipais, a cobrança e execução da dívida ativa e a análise de legalidade dos atos administrativos. A lei institui a Gratificação Complementar de Produtividade (GCP), a ser paga aos procuradores municipais.

    A Lei Delegada Nº 02/2017 dispõe sobre a estrutura organizacional da administração direta do poder executivo, fixando em 10 o número de secretarias municipais, sendo elas: Administração; Desenvolvimento Social e Cidadania; Educação; Fazenda; Governo; Obras e Desenvolvimento Sustentável; Planejamento e Urbanismo; Esportes e Cultura; Saúde; e Segurança, Trânsito e Transportes. Integram ainda a Administração Direta o Gabinete do Prefeito, que é integrado por Controladoria Geral, Corregedoria Geral e Assessoria Especial; Gabinete do Vice-Prefeito; e Procuradoria-Geral do Município.

    Ainda conforme a Lei Delegada Nº 02/2017, a estrutura dos órgãos obedecerá ao seguinte escalonamento: Secretaria Municipal ou equivalente no 1º grau hierárquico; Superintendente Municipal ou equivalente no 2º grau hierárquico; e Gerente ou equivalente no 3º grau hierárquico. Segundo o texto da lei, a Procuradoria-Geral se equivale às secretarias; o Comando Geral da Guarda e aos Assessores Especiais do Prefeito equivalem às superintendências; e a Chefia de Gabinete do Prefeito e do Vice-Prefeito e a Presidência da JARI se equivalem às Gerências. 

    Já a Lei Delegada Nº 03/2017 cria cargos em comissão de Direção e Assessoramento Municipal (DAM) e Funções Gratificadas de Coordenação (FGC) na Administração Direta do Poder Executivo. Os cargos em comissão de Direção e Assessoramento Municipal vairam de R$1.045,50 a R$9.471,00. Já as Funções Gratificadas de Coordenação podem varias de R$ 123,00 a R$ 983,00. Cada órgão da administração direta terá um cota de DAMs e/ou FGCs disponíveis para nomeação.

    Arte: RibeiraoDasNeves.net

    A íntegra das Leis Delegadas estão disponíveis no Diário Oficial do Município: Lei Delegada Nº 01/2017, Lei Delegada Nº 02/2017 e Lei Delegada Nº 03/2017.

    Readmore
  • Prefeitura reúne empresários para apresentar oportunidades de investimentos na cidade


    Readmore
  • Professores da rede municipal protestam contra cortes na educação em Ribeirão das Neves


    Os professores da rede municipal de Ribeirão das Neves fizeram um protesto na manhã desta sexta-feira (25) contra o Decreto Nº 129/2017, assinado pelo prefeito Junynho Martins (PSC) e pelo secretário de Educação, Fabiano Diniz, que acaba com a figura dos docentes eventuais nas escolas da cidade. A classe aguarda uma agenda com o chefe do executivo nevense na próxima semana.

    O Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE) estima que cerca de 150 profissionais que atuam nas mais de 70
    escolas do município serão afetados. As manifestações reuniram professores que atuam no município e educadores que foram aprovados pelo concurso realizado em 2015, mas não foram nomeados.

    Em nota, a Prefeitura de Ribeirão das Neves informou que os ajustes no setor da Educação são para enquadrar o município à Lei de Responsabilidade Fiscal, a única pasta que ainda estava fora dos padrões exigidos. "Para não comprometer a atividade pedagógica das escolas, a Prefeitura optou por antecipar a exoneração de vice diretores de escolas com menos de 240 alunos, o que ocorreria em 2018 por força da Lei 3740/2016. Como a maioria desses profissionais são concursados estes retornarão ao seu cargo de origem".

    Ainda segundo o órgão, outra medida será a exoneração de professores contratados e de coordenadores de anexos nas escolas de maior porte. Nesse caso, os vice diretores dessas escolas, a maioria efetivos, serão mantidos. "A medida a ser adotada acarretará uma economia de aproximadamente R$ 300 mil/mês. A Prefeitura ressalta que as decisões que estão sendo adotadas não afetarão a qualidade e a atividade pedagógica dos alunos".

    Readmore
  • Ribeirão das Neves está com nome limpo junto ao Governo Federal, diz Prefeitura


    A Prefeitura de Ribeirão das Neves divulgou, na tarde desta quarta-feira (23), que o município está com o "nome limpo" junto do Ministério da Fazenda, órgão vinculado ao Governo Federal, e, com isso, apto a firmar convênios com os órgãos da União. Agora, segundo o Executivo, o município tem em mãos a "Certidão Positiva com Efeitos de Negativa de Débitos Relativos aos Tributos Federais e a Divida Ativa da União", documento fundamental para celebração de convênios.

    Em nota, a administração municipal afirma que, nos últimos três anos, apenas três convênios foram assinados com o Governo Federal por conta da fama de "mau pagador" que a cidade vinha carregando no Cadastro de Inadimplentes da Secretaria da Receita Federal. "A população perdeu importantes oportunidades de receber recursos em variados convênios/benefícios", diz o texto.

    Na página da Prefeitura na internet é possível acessar a certidão, cuja validade vai até 19 de fevereiro de 2018.

    Readmore
  • Sem grandes surpresas, prefeito Junynho Martins anuncia secretariado


    Readmore