All for Joomla All for Webmasters

homicidio

  • Aluguel atrasado termina em tentativa de homicídio em Neves


    Polícia Militar prendeu suspeitos do crime e recolheu celulares e outros eletrônicos roubados
    Dois homens, de 36 e 28 anos, foram presos por tentativa de assassinato devido a um aluguel atrasado na noite desse domingo (12/11), no bairro Veneza, em Ribeirão das Neves.
    Segundo o boletim de ocorrência, a vítima, de 37 anos, mora de aluguel e atrasou o pagamento por alguns dias. Na sexta-feira (10/11), a vítima recebeu a visita de um homem armado, que seria parente da dona da casa.
    O suspeito deu um prazo até esse domingo para o inquilino deixar a casa.
    Nesse domingo, o suspeito voltou para o local na companhia de outro homem, mas não encontraram a vítima na casa. O morador ficou sabendo por vizinhos da presença dos suspeitos e mandou uma mensagem para um deles, questionando o motivo de estarem na porta da residência, já que o aluguel foi pago e tudo foi acertado com a dona do imóvel.
    O suspeito, então, pediu que a vítima o encontrasse “para desembolar”. A vítima foi até a casa dos suspeitos, que fica perto de onde ela mora, e perguntou por eles. Ambos saíram armados e empurraram a vítima, que conseguiu fugir correndo. Os suspeitos atiraram contra a vítima, que conseguiu fugir e se esconder.
    A Polícia Militar foi acionada e localizou os dois suspeitos na porta de casa, bebendo. Ao verem os militares, os dois tentaram fugir, mas foram cercados e abordados.

    O suspeito de 28 anos ainda repassou uma arma para a mulher, que tentava deixar o imóvel com a filha de 2 anos no colo. Outras duas crianças estavam dentro da residência, chorando muito.

    Dentro do imóvel, a PM localizou 26 celulares furtados, além de um tablet e um notebook. Um revólver e uma submetralhadora foram apreendidos com os suspeitos. Eles foram encaminhados para a delegacia por homicídio tentado.

    Readmore
  • Corpo carbonizado é encontrado em meio a lixo em Neves


    Polícia suspeita que tenha sido homicídio e que matadores teriam colocado fogo para acobertar o crime maior

    O corpo de um homem, cuja idade não pôde ser definida, foi encontrado carbonizado, junto a um monte de lixo, no cruzamento das ruas Principal e Laranjeiras, no Bairro São Luiz, em Ribeirão das Neves, na manhã desta quarta-feira (4/10).
    A ocorrência foi atendida pela Polícia Militar, que relata em seu Boletim de Ocorrências (BO), que o chamado foi feito por um desconhecido para a Polícia Rodoviária Federal (PRF), que repassou a informação.
    A perícia da Polícia Civil compareceu ao local, no entanto, ao verificar o corpo, não conseguiu identificar a causa da morte, mas a suspeita é de homicídio. O fato de atear fogo na vítima poderia ser para acobertar o crime maior, segundo a polícia. Também não foram encontrados documentos da vítima.

    O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML, para exames mais detalhados e para ser apontada a causa da morte.


    Fonte: Estado de Minas

    Readmore
  • Desavenças por ciúmes, roubo e tráfico de drogas: 11 pessoas são indiciadas por torturar e assassinar amigos


    Crime aconteceu em Ribeirão das Neves, em outubro de 2023. De acordo com a Polícia Civil, quatro pessoas estão presas, e nove foragidas.

    Dez homens e uma mulher foram indiciados pela Polícia Civil suspeitos de participação na morte e tortura de dois jovens, de 25 e 29 anos, em Ribeirão das Neves, na Grande BH. De acordo com a instituição, até o momento, quatro pessoas estão presas, e nove continuam foragidas.

    O crime aconteceu no dia 15 de outubro de 2023. As vítimas foram encontradas carbonizadas e com as mãos e pés amarrados em uma área de mata, às margens da Estrada dos Mascates, no bairro San Marino.

    Segundo as investigações, o grupo sequestrou os jovens perto da casa onde moravam juntos. Eles foram amarrados com cordas e levados para uma cativeiro, no bairro Santa Paula, na mesma região.

    No local, os amigos foram torturados, assassinados e, em seguida, abandonados em um matagal, onde tiveram os corpos queimados.

    Para o delegado Marcus Rios, os crimes tiveram motivações por desavenças por ciúmes, roubo e tráfico de drogas.

    "Uma das vítimas teve um relacionamento com a ex-companheira de um dos investigados. Essa mesma vítima participou de um assalto a uma mina no interior do estado e um dos comparsas não queria fazer a partilha correta do produto do crime, pelo que instigou o grupo criminoso a praticar o homicídio”, contou.

    Além disso, as vítimas estariam disputando ponto de tráfico na região dominada por esse grupo.

    Os indiciados vão responder por homicídio triplamente qualificado por motivo torpe, tortura e meio que dificultou a defesa das vítimas. A Polícia investiga também se outros crimes foram cometidos no mesmo local.

    Readmore
  • Homem é esfaqueado e morto após briga em bar no bairro metropolitano


    Um homem de 36 anos foi morto na noite desse domingo (18 de fevereiro) após discussão e briga em um bar no bairro Metropolitano, em Ribeirão das Neves.

    O suspeito do crime, um homem de 52 anos, foi preso instantes depois do crime.
    Atingido, o homem mais novo chegou a ser socorrido para o Hospital São Judas Tadeu, mas não resistiu e morreu.
    Após denúncias anônimas, a Polícia Militar conseguiu localizar o suspeito, que confessou o crime.

    Conforme uma testemunha ouvida pela Polícia Militar, o autor acreditava que a vítima teria matado seu irmão e, por isso, cometeu o crime como forma de vingança.
    A vítima era boliviana e morava sozinha na região. A ocorrência foi encaminhada para a Central Estadual de Plantão Digital.

    Readmore
  • Homem foi encontrado morto nos fundos de um imóvel no bairro Rosana


    Um homem foi encontrado morto nos fundos de um imóvel no bairro Rosana, em Ribeirão das Neves, no fim da noite desta terça-feira (26).
    De acordo com o boletim de ocorrência (BO) da Polícia Militar (PM), o corpo de Nivaldo Brasil da Silva, de 46 anos, tinha ferimentos na cabeça, orelhas e uma fratura no tornozelo esquerdo.


    Ainda de acordo com o documento policial, os machucados foram causados por uma pedra, que estava suja de sangue e ao lado do homem morto.
    A testemunha que encontrou a vítima contou à PM que chegou em casa por volta das 22h e, ao entrar no quintal, viu Nivaldo morto. Ela falou ainda que Nivaldo morava na parte debaixo da casa há cerca de quatro meses.
    Ao consultar informações sobre o homem morto, a PM verificou que ele tinha passagem por suspeita de estupro. À polícia, populares afirmaram que ele continuava aliciando menores de idade para sexo.


    A PM fez diligências, mas nenhum suspeito foi encontrado.

    Readmore
  • Homem suspeito de furtar carroça é executado no meio da rua no bairro Santinho


    Grupo com seis pessoas é suspeito de cometer o homicídio

    Um homem de 51 anos, suspeito de furtar uma carroça na parte central de Ribeirão das Neves, nessa quinta-feira (25 de janeiro), foi morto horas depois do suposto crime.
    Ele foi executado no meio da rua, diante de parentes e vizinhos, no bairro Santinho.

    Inicialmente, a Polícia Militar foi acionada para averiguar atrito verbal referente ao furto de carroça. A equipe foi até o local e antes mesmo de chegar ao endereço, foi abordada por um senhor, muito assustado, que relatou um homicídio no meio da rua.

    Os militares conseguiram chegar até o local e encontraram o suposto autor do furto da carroça baleado e já morto no meio da rua. Aos policiais, a prima da vítima disse que todos aguardavam a chegada da guarnição para resolver o atrito verbal, momento seis homens chegaram e mandaram todos entrarem na casa. A mulher não entrou para tentar proteger o primo, mas foi empurrada e os suspeitos gritavam que “só queriam ele”.

    O grupo pegou a vítima, a arrastou para o meio da rua e chegou a prender a cabeça do homem em um andaime antes de atirarem. Depois, todos fugiram e ninguém quis passar detalhes dos suspeitos com medo de retaliação.

    O corpo da vítima foi periciado e liberado para o IML. Ninguém foi preso até a madrugada desta sexta-feira (26 de janeiro).

    Readmore
  • Ribeirão das Neves é uma das cidades mais violentas do Brasil


    Dados são do Anuário Brasileiro de Segurança Pública

    A cidade de Ribeirão das Neves está entre as 163 cidades que concentram 50% das mortes intencionais.
    Em 2021, Ribeirão das Neves registou 91 mortes intencionais. Dessas, 7 foram em decorrência de intervenções policiais, um percentual de 7,7%, abaixo da média nacional, de 12,9%. A cidade atingiu uma taxa de 26,7 mortes violentas por 100 mil habitantes.


    No ano anterior, em 2020, 80,6% das vítimas das mortes violentas eram negras. Naquele ano, a taxa de homicídios de jovens entre 15 e 29 anos atingiu 46,3 vítimas por 100 mil jovens.
    Nessa faixa etária ocorreram 60,3% de todos os homicídios no município. Os indicadores são do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

    Para tentar minimizar isso, o Governo Federal lançou em março deste ano o Pronasci 2.
    O projeto tem como objetivo prevenir, reprimir e controlar a criminalidade nos 163 municípios brasileiros que concentram 50% das mortes violentas intencionais.
    As cidades mineiras que se enquadram nesse recorte, além de Neves são Belo Horizonte, Betim, Contagem, Governador Valadares, Juiz de Fora e Santa Luzia.

    O objetivo nesses territórios, além de prevenir, é intensificar uma cultura de paz, de apoio ao desarmamento e de combate sistemático aos preconceitos de gênero, étnico, racial, geracional, de orientação sexual e diversidade cultural.

    Readmore
  • Suspeito de matar estudante depois de atropelamento de cão se entrega


    O estudante de Turismo Gabriel Ângelo Oliveira Araújo foi morto a tiros no dia 6 de agosto devido a um atropelamento de cachorro.

    O ex-policial penal, Anderson Barbosa de Siqueira, suspeito de matar o estudante de Turismo, Gabriel Angelo Oliveira Araújo, de 26 anos, a tiros, se entregou à polícia na tarde dessa terça-feira (22/8).
    A informação foi confirmada pelo advogado do suspeito.

    Relembre o caso

    De acordo com boletim de ocorrência, o primo da vítima contou que estava dirigindo um carro Volkswagen Fox, com a mãe e a vítima como passageiros. Na altura da rua José Cassimiro Nogueira, ele afirmou que atropelou um cachorro que entrou de forma repentina na rua.
    Quando o trio voltou para casa, um motociclista se aproximou do imóvel e questionou quem havia atropelado o cachorro. Antes de receber uma resposta, o suspeito atirou.

    A tia da vítima contou à polícia que estava no banheiro quando escutou os disparos e o grito de socorro do sobrinho.
    A vítima chegou a ser socorrida para o Hospital São Judas Tadeu, mas morreu durante cirurgia.
    A perícia da Polícia Civil foi acionada e recolheu 10 cápsulas deflagradas no local do crime. A janela da sala e a fachada da casa foram danificadas devido aos disparos.
    A Polícia Militar localizou câmeras de segurança na região que flagraram a ação do suspeito. Depois de atirar, ele fugiu em direção ao centro de Ribeirão das Neves.

    Readmore