All for Joomla All for Webmasters

Cinema

  • Casa Semifusa realiza Cine Clube na quarta-feira, 10 de julho, entrada gratuita


    A Casa Semifusa realiza a segunda edição do Cine Clube na Casa com filmes gratuitos para a população. A próxima edição do projeto é no dia 10 de julho (quarta-feira), a partir das 19h.
    Será exibido o filme, “A flor do buriti” que conta a história de duas crianças do povo indígena Krahô, na década de 1940, que encontram na escuridão da floresta um boi perigosamente perto da sua aldeia. Era o prenúncio de um brutal massacre, perpetrado pelos fazendeiros da região. Em 1969, os filhos dos sobreviventes são coagidos a integrar uma unidade militar, durante a Ditadura brasileira. Hoje, diante de velhas e novas ameaças, os Krahô continuam a caminhar sobre a sua terra sangrada, reinventando a cada dia infinitas formas de resistência.
    O filme tem a direção de João Salaviza e Renée Nader Messora, com classificação indicativa de 12 anos. O filme tem exibição gratuita.

    Readmore
  • Cine Instrumental na Estrada Real: Ribeirão das Neves terá noite de cinema e música


    Cidade receberá o projeto que une a experiência das duas artes; programação é gratuita


    Já pensou assistir a uma sessão de cinema ao ar livre, acompanhada de música ao vivo? O projeto Cine Instrumental na Estrada Real propõe unir essas experiências em sessões gratuitas, abertas ao público. Nesta semana, Ribeirão das Neves recebe essa experiência. No dia 5 de outubro, às 19 horas, haverá sessão gratuita, na Escola Estadual João Corrêa Armond (Rua Cataguases, 143, Sevilha 2ª Seção).


    Serão exibidos curtas nacionais com classificação livre e que retratam a mineiridade, a música e as artes. Além dos filmes, teremos intervenções ao vivo com o músico Márcio de Castro. O multi-instrumentista apresenta seu projeto de música instrumental Viola Violinha, tocando músicas folclóricas brasileiras.


    O evento é gratuito, com distribuição de pipoca e refresco para proporcionar uma experiência mais completa no clima de cinema.


    No dia anterior (4 de outubro), o projeto realiza sessão exclusiva para os jovens atendidos pela Cidade dos Meninos São Vicente de Paulo, instituição localizada na cidade e que atende jovens em situação de vulnerabilidade social de Belo Horizonte e região metropolitana.


    A cidade é a última a receber o projeto que já passou por Nazareno, São Tiago, São João del-Rei, Martinho Campos e Nova Ponte.


    Cine Instrumental na Estrada Real


    O projeto Cine Instrumental na Estrada Real é uma iniciativa que fomenta a utilização regular dos espaços públicos para a realização de atividades culturais. As cidades visitadas fazem parte da história e do desenvolvimento do Circuito e possuem diversas praças e locais públicos com potencial de ocupação pela população.


    O diálogo estabelecido através do cinema e a música instrumental contribui para a formação de público consumidor de cultura. Serão realizadas sessões de cinema gratuitas, em área aberta, em seis cidades mineiras, com exibições de títulos nacionais, que retratam a diversidade cultural brasileira, e intervenções audiovisuais.


    O Cine Instrumental é uma ação do Coletivo Noite de Cinema através da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet), com patrocínio master da AMG Brasil, patrocínio da Vaccinar e da Hypofarma. O projeto conta com o apoio das prefeituras e instituições locais.


    Serviço Mostra Cine Instrumental na Estrada Real:


    Ribeirão das Neves
    05/10 (quinta-feira) - 19h
    Local: Escola Estadual João Correa Armond - Rua Cataguases, 143, Sevilha (2ª Seção)
    Filmes: O melhor som do mundo (SP); A menina Espantalho (MG); A menina e o Mar (RJ); Cores e Botas (SP); A Retirada para um coração bruto (MG)


    Sinopses Filmes

    O MELHOR SOM DO MUNDO
    Vinicius não coleciona figurinhas, nem carinhos, nem gibis. Ele coleciona algo que não pode ser visto nem tocado. Vinicius coleciona sons do mundo. Mas essa não é uma tarefa fácil, especialmente quando se decide encontrar o melhor de todos: o melhor som do mundo. Em sua busca, Vinicius irá descobrir que o melhor som do mundo está muito mais perto do que o esperado.

    A MENINA ESPANTALHO
    Luzia mora no campo com seus pais e o irmão, Pedro. Quando Pedro começa a ir à escola, Luzia quer acompanhá-lo, mas é impedida pelo pai. Enquanto vigia um arrozal, ela busca outros caminhos para aprender a ler.

    A MENINA E O MAR
    O filme conta a história de duas crianças, um menino e uma menina, que possuem duas formas completamente diferentes de enxergar o mundo. E o mar, que abraça este encontro. Ele, com medo do que as águas podem trazer, e ela, que encontra poesia em cada grão de areia, aprendem juntos, que para apreciar a vida, basta se entregar aos sentidos. É nessa conexão que nasce uma história de superação, lições e uma experiência transformadora.

    CORES E BOTAS
    Joana tem um sonho comum a muitas meninas dos anos 80: ser Paquita. Sua família é bem sucedida e a apoia em seu sonho. Porém, Joana é negra, e nunca se viu uma paquita negra no programa da Xuxa.

    A RETIRADA PARA UM CORAÇÃO BRUTO
    Ozório é um senhor de 70 anos que vive sozinho onde o Judas perdeu as botas, na zona rural de Cordisburgo-MG. Passa seus dias ouvindo rock no rádio, enquanto vive o luto da sua companheira. Até que um movimento no céu quebra sua solidão.

     

    Readmore
  • Evento cultural marca reinauguração do Cine Teatro Popular


    Nesta quinta-feira (18 de abril), às 19 horas, o Cine Teatro Popular reabre seu espaço de atividades após reforma e reestruturação do espaço para atender melhor a comunidade. Localizado na divisa entre Belo Horizonte e Ribeirão das Neves (Rua do Comércio, 225, Justinópolis), o espaço abriga uma associação cultural, mantendo sala de cinema popular, cursos de formação na área da cultura e diversas atividades gratuitas voltadas para a população da região.

    O evento de reinauguração contará com exibição do curta “Soneca e Jupa”, de direção de Rodrigo Meireles e vencedor do Prêmio de melhor Curta-metragem pelo Júri Popular da 27ª Mostra de Cinema de Tiradentes (2024). De classificação livre, o curta conta a história de Jupa que, passando por uma fase difícil, é convidado por seu amigo de infância a fazer uma viagem de despedida da Kombi.

    Haverá, ainda, apresentação da Orquestra Criarte, formada a partir das ações da ONG de mesmo nome que, desde 2001, transforma a vida de jovens e adultos da região de Venda Nova, através da arte, oferecendo à população a oportunidade de aprender música, com foco em instrumentos de orquestra.

    A entrada é gratuita e sujeita à lotação do espaço.

    Reforma e reestruturação

    A revitalização envolveu a reforma da estrutura da associação, troca de mobiliário e da lona que protege a sala de cinema. A reestruturação também priorizou medidas de acessibilidade para garantir o conforto e a segurança de todos os usuários do espaço, que tem capacidade para até 100 pessoas.

    Readmore
  • Ribeirão das Neves terá mostra de cinema ao ar livre com exibição gratuita de filmes nacionais


    Cidade é a terceira a receber a Mostra Noite de Cinema Brasil; evento itinerante promove cinema ao ar livre e valoriza produções independentes


    No dia 4 de agosto (sexta-feira), Ribeirão das Neves recebe a Mostra Noite de Cinema Brasil. A cidade é a terceira a receber o evento itinerante, que percorre municípios do interior do Rio de Janeiro, Minas Gerais e Pará. Promovida pelo coletivo mineiro Noite de Cinema, a mostra traz ao público uma seleção de filmes nacionais de curtas e médias metragens, retratando a diversidade cultural do Brasil.


    A exibição acontecerá no Campo Bola de Prata, localizado na Rua Coletor José Lago, 291 A, Santa Marta, com início às 19h e entrada gratuita para todas as idades. E, para completar a experiência de um grande cinema ao ar livre, haverá a distribuição de pipoca e refrigerante para o público.


    Além da exibição pública, a organização também promoverá, no dia 6 de agosto, uma sessão exclusiva para os jovens atendidos pela Cidade dos Meninos São Vicente de Paulo, instituição localizada na cidade e que atende jovens em situação de vulnerabilidade social de Belo Horizonte e região metropolitana.


    O evento, que já passou por Macaé e Rio das Ostras, no Rio de Janeiro, depois da parada em Minas, continuará sua circulação pelo Pará, nos municípios de Mosqueiro (10/08), Paragominas (11/08) e Marabá (13/08).


    Sobre a Mostra Noite de Cinema Brasil


    A Mostra é um desdobramento das ações do Coletivo Noite de Cinema. Criado em 2012 por um grupo de amigos, no bairro Maria Helena (Belo Horizonte), começou suas atividades com exibições de filmes nas ruas e muros da região – que é um encontro das periferias de Belo Horizonte e Ribeirão das Neves. Com o tempo, começaram as circulações em cidades da região metropolitana e interior de Minas. Esta é a primeira mostra com proporção nacional promovida pelo coletivo.


    Ao longo dos últimos 11 anos, o grupo conseguiu desenvolver sua estrutura, com a aquisição de uma tela inflável e equipamentos profissionais de projeção e som. Assim, foi possível promover a circulação de cinema também por periferias do interior do estado, alcançando um público de mais de 70 mil pessoas nesses últimos anos.


    A proposta é incentivar a população a apreciar e exercitar um olhar crítico no universo do cinema. Outra preocupação do Coletivo é promover a exibição de produções nacionais, de artistas independentes, que, em sua maioria, ficam de fora dos grandes circuitos e cadeia comercial do cinema.


    A Mostra Noite de Cinema Brasil é uma ação do Coletivo Noite de Cinema. O projeto é realizado através da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet), com patrocínio master da WLM Scania, patrocínio da Honda Hayasa e Hypofarma, e apoio das prefeituras e instituições locais.


    Mais informações, pelo site noitedecinema.com.br e pelo perfil do Instagram (@noitedecinema).


    Serviço Mostra Noite de Cinema Brasil em Ribeirão das Neves:
    Ribeirão das Neves - MG
    03/08 (quinta-feira) - 19h
    Local: Cidade dos Meninos São Vicente de Paulo
    Endereço: Rua Ari Teixeira da Costa, 1500, Savassi
    Filmes: Moleque (MG); Colmeia (SP); O Menino Leão E A Menina Coruja (DF); Meu nome é Maalum (RJ); A retirada para um coração bruto (MG);


    04/08 (sexta-feira) - 19h
    Local : Campo Bola de Prata
    Endereço: R. Coletor José Lago, 291 A, Santa Marta
    Filmes: Moleque (MG); Colmeia (SP); O Menino Leão E A Menina Coruja (DF); Meu nome é Maalum (RJ); A retirada para um coração bruto (MG);


    Já receberam a Mostra:
    Macaé - RJ
    21/07 (sexta-feira) - 19h
    Local: Quadra de Esportes
    Endereço: Rua Maria José Mahon Santos (Praça do ponto final - Malvinas)


    Rio das Ostras - RJ
    22 e 23/07 (sábado e domingo) - 19h
    Local: Concha Acústica
    Endereço: Praça São Pedro


    Circulação Pará:
    Mosqueiro - PA
    10/08 (quinta-feira) - 19h
    Endereço: Avenida Beira-mar, s/n (em frente à EMEF Dr. Lauro Chaves)
    Filmes:
    A menina e o mar (RJ); Meu nome é Maalum (RJ); Serrão (MG); Cores e Botas (SP); A Menina Espantalho (MG); O Menino Leão E A Menina Coruja (DF)


    Paragominas - PA
    11/08 (sexta-feira) - 19h
    Local: Área externa do Ginásio Poliesportivo de Paragominas
    Endereço: Rua Cuiabá, Bairro Célio Miranda
    Filmes: Moleque (MG); Sobre Amizades e Bicicletas (PR); Colmeia (SP); O Menino Leão e a Menina Coruja (DF);


    Marabá - Pará
    13/08 (domigo) - 19h
    Local: Escola Rufina Nascimento
    Endereço: Avenida Silvino Santis, nº 2.366(próximo ao Comercial Castanheira)
    Filmes: Moleque (MG); Sobre Amizades e Bicicletas (PR); Colmeia (SP); O Menino Leão e a Menina Coruja (DF)

    Readmore
  • Shopping Justinópolis inaugura cinema em 2024


    Ribeirão das Neves é uma das poucas cidades no Brasil sem cinema

    Segundo levantamento da Revista Piauí, o Brasil nunca teve tantas salas de cinema quanto hoje, mas isso não significa que elas estão disponíveis para todos.
    Apenas 7% dos municípios têm uma sala de exibição. Em termos populacionais, isso significa que 90 milhões de brasileiros vivem em cidades onde não há cinema.
    Ribeirão das Neves (MG), Parnamirim (RN), Viamão (RS) e Magé (RJ), são os municípios brasileiros, mais populosos, sem salas de cinema.
    Enquanto isso, nas grandes cidades, o número de espectadores caiu.


    Em 2022, as salas de cinema tiveram um público muito abaixo do que foi registrado em 2019.
    No último ano pré-pandemia, 172 milhões de brasileiros foram ao cinema. No ano passado, foram 95 milhões de espectadores – ou seja, praticamente a metade.
    Porém, isso já tem data para acabar, segundo a administração do Shopping Justinópolis, o cinema no local será inaugurado no dia 1 de março de 2024.
    Serão 4 salas de cinema do Grupo Cinesercla.

    Readmore