All for Joomla All for Webmasters

Membros de facção criminosa são julgados em BH; presídios nevenses servem de estadia

A Justiça mineira começou a julgar nesta segunda-feira, no Fórum Lafayette, em Belo Horizonte, 28 membros da facção paulista Primeiro Comando da Capital (PCC), acusados de assassinatos, tráfico de drogas, formação de quadrilha e ordenamentos de queimas de coletivos.

O julgamento, que já é considerado o maior da história do Estado, deve terminar somente na sexta-feira (30). Até lá, os presos devem ficar pelo menos alguns dias em Ribeirão das Neves. Eles estavam em regime diferenciado no presídio de segurança Máxima Francisco Sá, no Norte de Minas.

Um forte aparato de segurança está sendo utilizado pela Polícia Militar e conta com o apoio das tropas especializadas como Rotam e Bope para o acompanhamento e transporte dos presos.

A informação é de que no sábado (24), os detentos foram alojados no presídio Inspetor José Martinho Drumond. Ao fim da tarde desta segunda-feira (26), eles foram encaminhados para a penitenciária Antônio Dutra Ladeira.

O RibeiraoDasNeves.net tentou contato com a Secretaria de Administração Prisional (Seap) para comentar o fato, mas por questões de segurança não foi informado em quais presídios eles ficarão durante os dias do julgamento.

0
0
0
s2smodern

Casos em acompanhamento: 8.930

Casos confirmados: 2.085

Casos em presídios: 287

TOTAL DE CASOS: 2.372

Óbitos confirmados p/ Covid-19: 66

Casos curados: 1.593

Fonte: Secretaria Municipal de Saúde de
Ribeirão das Neves 
Última atualização: 03/08/2020