All for Joomla All for Webmasters

Gláucia Brandão

  • Banco de Alimentos de Ribeirão das Neves se torna referência na Grande BH


    O Banco de Alimentos de Ribeirão das Neves se tornou referência para a Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) a partir do investimento na agricultura familiar e do trabalho para eliminar o desperdício de alimentos e garantir o direito humano à alimentação adequada.

    A unidade é responsável pela coordenação da Rede Metropolitana de Bancos de Alimentos, que tem como componentes os municípios de Belo Horizonte, Betim, Contagem, Sabará e Brumadinho, e ainda o Prodal Banco de Alimentos da CeasaMinas e o Sesc Mesa Brasil. Além disso, o Banco de Ribeirão das Neves representa a Rede Metropolitana, na Rede Brasileira de Bancos de Alimentos.

    Enquanto o Brasil desperdiça 41 toneladas de alimentos, segundo dados do Mudanças Climáticas do World Resources Institute (WRI) Brasil, uma instituição de pesquisa internacional, que coloca o Brasil entre os dez países que mais perdem e desperdiçam alimentos no mundo, o município de Ribeirão das Neves faz o caminho oposto e, por meio do Banco de Alimentos, reduziu o índice para 30%, com a proposta de reduzir ainda mais o atual percentual.

    Recentemente, o Banco de Alimentos foi reestruturado e funciona em espaço próprio, próximo à Prefeitura, atendendo todas as exigências de higiene e a garantia de uma manipulação segurança de alimentos, trabalhando com funcionalidade, segurança e qualidade nutricional. Ao todo, são 48 entidades cadastradas, sendo 21 na região central, 17 em Justinópolis e 10 na região do Veneza.

    Capacitação

    Segundo a administração municipal, vários cursos são administrados por nutricionistas do banco, envolvendo famílias e entidades. Em 2017, a Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania implementou a distribuição da Cesta Verde e a formação para entidades da rede sócio assistencial, além de reestruturar os projetos de Educação Alimentar e Nutricional e a Oficina do Peixe.

    Através da Cesta Verde, 4.800 famílias cadastradas pelos Centros de Referência de Assistência Social (CRAs) são beneficiadas. As cestas são distribuídas também para as entidades de apoio, beneficiando 2.400 pessoas. No total 700 famílias recebem a cesta verde em todo município.

    Além disso, através do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), o Banco de Alimentos realizou mais de R$ 400 mil em compras da Agricultura Familiar, adquirindo 103 toneladas de alimentos e gerando renda para os mesmos.

    Para Francisca Maria da Silva, gerente de Segurança Alimentar, o Banco de Alimentos está fazendo uma revolução no seu modo de fomentar a Agricultura Familiar, tendo ainda o objetivo de combater a perda e desperdício de alimentos, além de investir em cursos para a prática de higiene e manipulação adequada dos alimentos.

    O Banco de Alimentos de Ribeirão das Neves fica na rua São José, 68, bairro São Geraldo.

    Readmore
  • De volta ao Desenvolvimento Social


    Passado o processo eleitoral, a ex-deputada Gláucia Brandão está de volta à administração municipal. A tendência é que ela ocupe a Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania, onde esteve à frente até a desencompatibilização no início do ano para disputar uma vaga na Assembleia Legislativa. 

    Nesta semana, Gláucia já participou da reunião do prefeito Junynho Martins (PSC) com os secretários municipais na sede da Prefeitura.

    O retorno deve ser oficializado nos próximos dias no Diário Oficial do Município. O atual gestor da pasta, Rodney Duarte, deve voltar à condição de secretário adjunto.

    Readmore
  • Família Brandão em luto


    Morreu nesse domingo (15) após sofrer um acidente de motocicleta na BR-040 Rafael Brandão, de 20 anos, filho da ex-deputada e atual secretária de Ação Social, Gláucia Brandão, e do falecido ex-prefeito Eduardo Brandão.

    A família ainda não divulgou as informações sobre velório e sepultamento.

    Readmore
  • Nome de Gláucia Brandão aparece em atualização da lista da Odebrecht


    A página Congresso em Foco, do portal UOL, publicou uma atualização da lista da Odebrecht com a revelação dos cerca de 300 nomes mencionados nos documentos apreendidos pela Polícia Federal durante a 23ª fase da Operação Lava Jato. Em março de 2016, a publicação mencionava um político de Ribeirão das Neves, descrito apenas como "Candidato Neves", em Neves/MG, que teria recebido "250,00" em 2014.

    Com a divulgação dos nomes, a lista mais recente afirma que o político nevense seria a ex-deputada Gláucia Brandão (PSDB), viúva do também ex-deputado e ex-prefeito Eduardo Brandão. Segundo a publicação, o dinheiro teria sido repassado à tucana enquanto candidata a prefeita de Ribeirão das Neves, em 2012, quando foi derrotada nas urnas pela atual prefeita Daniela Corrêa (PT).

    De acordo com o Congresso em Foco, "o aprofundamento das investigações vai permitir esclarecer caso a caso – pode tanto reparar injustiças como arruinar carreiras políticas. Os repasses foram feitos nas campanhas municipais de 2012 e para a eleição de 2014. Porém, não se pode afirmar com certeza de que se tratam os números das planilhas: podem ser doação legal, caixa dois, ou propina".

    Na prestação de contas da campanha de 2012, disponível no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a ex-deputada declarou ter recebido doações que totalizaram R$ 1.836,265,55. Em nenhuma delas aparecem o nome da empreiteira ou o valor de "250,00" ou R$ 250 mil.

    A reportagem tentou contato com a ex-deputada Gláucia Brandão para que ela comentasse o fato, mas não obteve sucesso.

    A lista da Odebrecht

    Na planilha aparece o nome de governadores (8), Senadores (16) e Deputados Federais (55), entre eles, os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RN), do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Também estão na relação sete ministros do presidente Michel Temer: José Serra (Relações Exteriores), Osmar Terra (Desenvolvimento Social e Agrário), Raul Jungmann (Defesa), Roberto Freire (Cultura), Bruno Araújo (Cidades), Mendonça Filho (Educação) e Ricardo Barros (Saúde).

     

    Readmore
  • Pouco conhecida, Andreia de Jesus é a única deputada eleita por Ribeirão das Neves


    Ribeirão das Neves tem agora uma representante na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Trata-se de Andreia de Jesus, do PSOL, com forte apoio da companheira de partido Aurea Carolina, que foi a vereadora mais votada de Belo Horizonte e acaba de se eleger deputada federal.

    Andréia mora no bairro Rosaneves, em Ribeirão das Neves, e atua como advogada popular. Foi assessora parlamentar da #Gabinetona, Presidenta da Comissão de Igualdade Racial OAB seccional Neves, Conselheira Municipal do SUAS, da Igualdade Racial, do idoso e da mulher.

    Sem sucesso

    Entre os demais candidatos a deputado estadual, Vanderlei Delei (PTC) e Gláucia Brandão (PSC) tiveram cerca de 13 mil votos cada e não obtiveram êxito. Candidato a deputado federal, o cantor e empresário Antonio Carlos (DEM) obteve expressivos quase 30 mil votos, mas também não conseguiu se eleger.

    Readmore
  • Sem grandes surpresas, prefeito Junynho Martins anuncia secretariado


    Readmore
  • Veja como foi o desempenho dos candidatos a deputado em Ribeirão das Neves


    Passado o 1º turno da eleição, é hora de avaliar o desempenho dos candidatos cujas propostas eram de representar Ribeirão das Neves na Assembleia Legislativa de Minas Gerais e na Câmara Federal. De todos os postulantes, apenas Andreia de Jesus (PSOL), conseguiu se eleger a deputada estadual.

    Dos 202.834 eleitores nevenses, o comparecimentos às urnas foi de 80,89% (164.077), contra 19,11% de abstenção (38.757). Para deputado estadual, foram 130.338 votos válidos, sendo 12.433 deles votos de legenda. Para federal, foram 128.295 votos válidos, sendo 9.490 de legenda.

    Deputado Estadual

    No pleito pela ALMG, quem mais conseguiu votos na cidade foi Vanderlei Delei (PTC), com 11.814, 86% dos 13.625 votos obtidos por ele. Gláucia Brandão (PSC) obteve em Neves apenas 6.481 votos, metade dos 13.120 alcançados em todo o Estado. Luiz Bitarães (DEM) obteve 1.864 votos aqui (2.453 no total), enquanto Dra. Junia Nacur (PRTB) apenas 692 (1.470 no total). A eleita Andreia de Jesus, conseguiu apenas 451 votos dos nevenses, dentre os 17.689 obtidos por ela no total.

    Entre os candidatos de fora eleitos, os 10 mais votados na cidade foram Mauro Tramonte (PRB), com 32.774 votos; Carlos Henrique (PRB), 3.923 votos; Leandro Genaro (PSD), 3.827; João Vitor Xavier (PSDB), 2.156; Léo Portela (PR), 1.801; Sargento Rodrigues (PTB), 1.673; Mário Henrique Caixa (PV), 1.586; Marília Campos (PT), 1.583; Bruno Engler (PSL), 1.231; e André Quintão (PT), 1.203.

    Deputado Federal

    Concorrendo a uma vaga em Brasília, o único candidato competitivo da cidade era o cantor e empresário Antônio Carlos (DEM), que conseguiu 20.360 em terras nevenses, 68% dos 29.849 obtidos em toda Minas Gerais. O professor Adilson Puma (AVA) conseguiu em Neves 1.675 (87%) dos 1.920 totais.

    Dentre os "forasteiros" vencedores, os 10 mais votados na cidade foram Pinheirinho (PP), com 7.115 votos; Gilberto Abramo (PRB), 4.834; Stefano Aguiar (PSD), 4.620; Weliton Prado (PROS), 4.018; Lincoln Portela (PR), 2.911; Patrus Ananias (PT), 2.692; Marcelo Alvaro Antonio (PSL), 2.539; Cabo Junio Amaral (PSL), 2.289; Lafayette Andrada (PRB), 1.994; e Eros Biondini (PROS), 1.960.

    Readmore
  • Veja os principais candidatos a deputado estadual e federal em Ribeirão das Neves


    Terminado o prazo para registro das candidaturas nessa quinta-feira (15), o eleitor nevense finalmente conhece as opções caseiras de votar para candidato a deputado estadual e federal nas eleições de outubro. Mais de 200 mil eleitores estão aptos a votar nas duas zonas eleitorais da cidade.

    Para uma vaga na Assembleita Legislativa de Minas Gerais (ALMG), as principais candidaturas são da ex-deputada Gláucia Brandão (PSC), o vereador Vanderlei Delei (PTC), a médica Junia Nacur (PRTB) e o empresário Clodoaldo César (Pode). Também estão na disputa nomes como Tia Zeni (PPL), Luis Bitarães (DEM) e Ronildo Gonçalves, o Téia (DEM).

    Na corrida por uma vaga à Câmara dos Deputados, em Brasília, o principal nome interno é o do cantor Antônio Carlos (DEM), que obteve cerca de 40 mil votos na última eleição municipal. Ele vai concorrer à preferência do eleitorado nevense, especialmente, com o candidato do prefeito Junynho Martins na cidade, o ex-prefeito de Ibirité, Pinheirinho (PP).

    Propaganda eleitoral

    A partir desta quinta-feira (16) começa oficialmente a propaganda eleitoral. Pela legislação, as regras são rígidas e claras - exigem menos barulho e obediência a horários e normas. A propaganda eleitoral na internet é permitida desde que não seja paga.

    Os partidos e as coligações só poderão utilizar alto-falantes ou amplificadores de som, nas suas sedes ou em veículos, das 8h às 22 horas. O horário para o uso de aparelhagem de sonorização fixa é mais flexível das 8h à meia-noite, podendo ser prorrogado por mais duas horas quando se tratar de comício de encerramento de campanha.

    Até 6 de outubro, os partidos e coligações poderão distribuir material gráfico, promover caminhada, carreata, passeata ou utilizar carro de som pelas ruas para divulgar jingles e mensagens de candidatos.

    Um dia antes, em 5 de outubro, será permitida a divulgação paga, na imprensa escrita, e a reprodução, na internet, do jornal impresso, de até dez anúncios de propaganda eleitoral, por veículo, em datas diversas, para cada candidato, no espaço máximo, por edição, de 1/8 (um oitavo) de página de jornal padrão e de 1/4 (um quarto) de página de revista ou tabloide.

    Readmore