All for Joomla All for Webmasters

IBGE

  • IBGE divulga estimativa da população de Ribeirão das Neves para 2019; veja os números


    O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou, nesta quarta-feira (28), as estimativas da população para Estados e Municípios com data de referência em 1º de julho de 2019. De acordo com o órgão, Ribeirão das Neves tem atualmente 334.858 habitantes. 

    Nesse ano, a população nevense, segundo as estimativas do IBGE, cresceu 1,15% em relação ao ano anterior, quando o número de habitantes era estimado em 331.045. No Censo de 2010, os nevenses eram 296.317.

    Com a área da unidade territorial em 155,541 km2, a densidade demográfica de Ribeirão das Neves chega agora a 2.152 habitantes por quilômetro quadrado.

    Outros dados

    Estima-se que o Brasil tenha 210,1 milhões de habitantes e uma taxa de crescimento populacional de 0,79% ao ano. Minas Gerais é o segundo estado mais populoso, com 21,16 milhões de pessoas, com variação positiva de 0,61%, atrás apenas de São Paulo (45,91 mi). A capital Belo Horizonte registrou estimativa de 2.512.070 habitantes, sendo a sexta cidade do país, atrás de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Salvador e Fortaleza.

    Readmore
  • IBGE está com edital aberto para Censo 2020 com vagas em Ribeirão das Neves


    O IBGE lançou edital para o Censo Demográfico 2020 com 1.343 vagas para coordenador censitário subárea e outras 1.315 para agente censitário operacional, distribuídas por 1.031 municípios de todos os estados. Ambas as funções exigem nível médio completo e têm vagas em Ribeirão das Neves

    As inscrições estão abertas até 15 de outubro de 2019 e serão feitas pelo site da Fundação Getúlio Vargas, banca organizadora do processo seletivo.

    As provas estão previstas para 8 de dezembro e serão realizadas em todos os municípios onde há vagas. As remunerações mensais serão de R$ 3.100 para coordenador censitário subárea e de R$ 1.700 para agente censitário operacional. Além disso, os candidatos a coordenador censitário subárea devem ter carteira nacional de habilitação definitiva ou provisória, dentro do prazo de validade, no mínimo para categoria B.

    A jornada de trabalho para ambos os cargos será de 40 horas semanais, sendo 8 horas diárias. Os contratados terão direito aos auxílios alimentação, transporte e pré-escolar, além de férias e 13º salário proporcionais, de acordo com a legislação que regulamenta este tipo de contratação.

    O período máximo da contratação é de 12 meses, podendo ser prorrogado de acordo com a Lei nº 8.745/93. Os contratos terão vigência de 30 dias, podendo ser sucessivamente prorrogados por igual período, de acordo com a necessidade do trabalho e/ou disponibilidade de recursos orçamentários. O desempenho dos contratados será avaliado mensalmente.

    O pagamento da taxa de inscrição para as duas funções deverá ser feito até 1º de novembro, sendo de R$ 58 para coordenador censitário subárea e de R$ 42,50 para agente censitário operacional.

    O candidato somente poderá efetuar o pagamento da taxa de inscrição por meio de Guia de Recolhimento da União (GRU Simples), que estará disponível no site da FGV. A GRU deverá ser paga em espécie em qualquer agência do Banco do Brasil, ou via internet banking do mesmo banco, sendo de inteira responsabilidade do candidato a impressão e guarda do comprovante de inscrição.

     

    Readmore
  • IBGE publica edital com 400 vagas para analista censitário com salário de R$ 4.200


    O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou, nesta segunda-feira (8), a abertura de inscrições para 400 vagas temporárias para trabalhar no Censo Demográfico, em 20 áreas de conhecimento de nível superior. As inscrições estarão abertas até 23 de julho.

    De acordo com o órgão, os contratados terão direito aos auxílios Alimentação, Transporte e Pré-escolar, assim como a férias e 13º salário proporcionais, de acordo com a legislação que regulamenta este tipo de contratação. A remuneração mensal prevista é de R$ 4.200,00.

    Os contratos terão vigência de 30 dias, podendo ser sucessivamente prorrogados por igual período por, no máximo, 12 meses, de acordo com a necessidade do trabalho e/ou disponibilidade de recursos orçamentários. O desempenho dos contratados será avaliado mensalmente.

    A jornada de trabalho será de 40 horas semanais, sendo 8 horas diárias. O quadro completo das vagas, por UFs e áreas de conhecimento, está disponível no site do IBGE. As pessoas com deficiência terão direito ao mínimo 5% das vagas, de acordo com a legislação em vigor e as normas do edital.

    As inscrições poderão ser feitas pela internet, no site www.institutoaocp.org.br. A taxa é de R$ 64,00 e as inscrições somente serão validadas após a confirmação do respectivo pagamento. As pessoas pretas ou pardas terão direito a 20% das vagas, de acordo com a legislação em vigor.

    As provas estão previstas para 1º de setembro de 2019. O cronograma completo está no edital e deve ser lido atentamente pelos candidatos. Serão 60 questões objetivas em três disciplinas: língua portuguesa, conhecimentos específicos e raciocínio lógico, com exceção das áreas de conhecimento de Métodos Quantitativos e Letras, que terão duas disciplinas cada (língua portuguesa e conhecimentos específicos e raciocínio lógico e conhecimentos específicos, respectivamente) conforme descrito no edital.

    Readmore