All for Joomla All for Webmasters

Desafios à participação e a produção cultural nas periferias

As dificuldades encontradas na vivência das periferias se sobrepõem e inibem o acesso ao direito à arte e cultura, afinal a questão da moradia longínqua vem acompanhada de pré-conceitos e dificuldades. Assim, o investimento e o gasto de energia para se manter no setor cultural é bem maior para a periferia.

Pensando a cultura como forma de empoderamento, a necessidade de políticas públicas para a cultura se tornam de grande importância, pois servem para impulsionar e guiar os rumos da produção cultural para grupos sociais em situação de marginalidade. Além do quê, pressupõe o entendimento de que a população não é homogênea e de que as políticas públicas não são neutras em relação às desigualdades sociais.

A produção de cultura pela própria periferia pode gerar leituras críticas acerca da cultura dominante, com o objetivo de descontruir a forma estereotipada e estigmatizada como são retratados os moradores da periferia, por exemplo.  A capacidade de criar cultura e participar ativamente da produção cultural altera o produto que se tem, transformando-o em algo mais diverso.

Com isso, práticas de gestão resultantes da capacitação adequada de gestores culturais, bem como uma postura comprometida por parte das instituições públicas e privadas, diretamente relacionadas ao exercício da vida cultural, possibilitam que ideias criativas saiam do estágio de projeto e se tornem realidade concreta para as comunidades envolvidas, tornando assim, a cultura mais democrática.

Várias iniciativas de produção cultural têm surgido nas periferias, é perceptível que esse movimento tende a se expandir e chega até Ribeirão das Neves, mesmo que de forma ainda tão pequena, mas que precisa de incentivo. Prova disso é a realização do Festival Pá na Pedra, que aconteceu na última semana e trata-se de uma iniciativa do Coletivo Semifusa, um grupo de jovens que vem se destacando na produção cultural da cidade e que merecem mais visibilidade e apoio da gestão municipal. Valorizar e incentivar ações culturais em Ribeirão das Neves é sinônimo de maior cidadania e qualidade de vida, além de contribuir para uma mudança do estigma negativo que a cidade possui atualmente.

0
0
0
s2smodern

Os artigos publicados são de inteira responsabilidade de seus autores. As opiniões neles emitidas não exprimem, necessariamente, o ponto de vista do RibeiraoDasNeves.net.

Casos em acompanhamento: 6.134

Casos confirmados: 992

Casos em presídios: 195

TOTAL DE CASOS: 1.187

Óbitos confirmados p/ C0ovid-19: 25

Casos curados: 543

Fonte: Secretaria Municipal de Saúde de
Ribeirão das Neves 
Última atualização: 10/07/2020

 

bg contorno